Natalie Portman e o Aleph


Ultrapassando todos os limites de atração nerdística, Natalie Portman teria comentado como:

“Matemática foi uma das minhas matérias favoritas na escola. Ela sempre tem má fama, e eu não sei o porquê… É claro que você precisa usar matemática no dia-a-dia para saber quanto dar de gorjeta ou quanta farinha é necessária para dobrar a quantidade de biscoitos em uma receita, mas as partes práticas menos óbvias da matemática são as mais divertidas para mim — como considerar os princípios de infinidade. Empolgou-me sobre a vida considerar a infinitude da mente e o que podemos fazer com ela“.

O trecho teria sido escrito em uma carta enviada ao editor da revista Scholastic Math. Claro, este poderia ser apenas um golpe de relações públicas, talvez para compensar o fato de que Portman acabou de mostrar a bunda em um curta-metragem.
Golpe de marketing ou não, assim como a Playmate com QI 156, a idéia agrada. Em tempos em que a burrice e ignorância são louvadas em celebridades e políticos, que alguns ainda se importem em parecer — mesmo ser — inteligentes e cultos é uma luz na escuridão. Pronto, agora imagine Natalie Portman discorrendo sobre Cantor. Pelada.

Discussão - 1 comentário

  1. Francamente, a última frase do texto dela não passa de uma bobajarada sem sentido, além de ter pouco a ver com matemática. Jennifer Connelly também disse certa vez que gosta de mecânica quântica, mas ninguém sabe que tipo de livro ela estuda. Talvez seja o livro de mecânica quântica do Deepak Chopra…

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM