Ciência cotidiana 1 – Por que a geladeira evita que os alimentos se estraguem?

Boa parte de nossa alimentação é baseada em alimentos ditos perecíveis, ou seja, aqueles que se estragam ao longo do tempo em um prazo mais curto. Verduras, carnes, frutas, entre outros estão sujeitos a um processo de decomposição rápida. Aquele mesmo tipo de decomposição que o professor de ecologia menciona e parece algo tão distante dos alunos. Ela é realizada principalmente por fungos e bactérias. A solução para manter os alimentos por mais tempo armazenados é resfriá-los em geladeira.

Mas por que a geladeira tem essa capacidade de manter os alimentos íntegros? A maioria das pessoas acredita que a geladeira mata os microorganismos responsáveis pela decomposição dos alimentos. Não é bem assim. Se o fosse não seria necessário manter os alimentos perecíveis constantemente resfriados. Bastaria embalar esses alimentos na temperatura em que a geladeira opera, por volta de 2º C, e pronto. As bactérias e fungos ali dentro estariam mortos e a degradação do alimento não mais ocorreria. Na verdade, bactérias e fungos são organismos bastante difíceis de assassinar.

O que se pode fazer então é desistir de matá-los e apenas evitar que ajam. O processo de decomposição é um processo químico comum. A termodinâmica tem um conceito chamado Regra de Van’t Hoff, que propõe que a reação química tende a duplicar de velocidade a cada 10º C de aumento da temperatura. Quanto mais quente maior a velocidade da reação, quanto mais frio mais lentamente ela se processará. Num calorzinho como o daqui do Mato Grosso, em que do lado de fora da geladeira faz até 42º C, a reação de apodrecimento levaria o quádruplo do tempo dentro da geladeira. Voilà! A geladeira não impede que os alimentos apodreçam, ela apenas retarda esse processo. Isso ficou muito claro para mim quando tirei uma semana de férias e, no regresso, encontrei umas fatias de presunto e queijo num pote na minha geladeira. Foi quase como ver um evento de abiogênese. O presunto, a essa altura em um tom entre o lilás e o verde, quase se movia. Blerght!

Discussão - 3 comentários

  1. Paula disse:

    Isso é que dá tirar férias!

  2. Igor Santos disse:

    Isso e a falta de ar dentro do refrigerador.

  3. Carlos Hotta disse:

    Será que a falta de ar é o suficiente? Talvez a falta de água… é interessante lembrar que muitos frutos são irradiados para durar mais 🙂

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Skip to content

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM