Feiticeira meladinha se amarra

Os vertebrados mais basais a manterem até hoje descendentes viventes são os agnatos. Este grupo tem seus primeiros registros há mais de 500 milhões de anos, mas seus descendentes são lampréias e feiticeiras, animais bem esquisitos. Feiticeiras, o grupo mais primitivo, são marinhas e habitam o fundo oceânico alimentando-se de carcaças de grandes animais mortos. Nadadores pouco competentes, evitam virar comida produzindo um volume absurdo de muco gelatinoso e repugnante que faz seus predadores mudarem de idéia rapidamente. Para arrancar pedaços de suas presas as feiticeiras dão um nó na própria cauda e o fazem correr pelo corpo até a cabeça, lembrem-se que o animal não tem mandíbula.
Nos vídeos abaixo há demonstrações destes dois comportamentos inusitados das feiticeiras.

Discussão - 3 comentários

  1. Fernanda disse:

    Na teoria não imaginei que esse nó fosse assim… muito bom…

  2. andressa bertoldi disse:

    adoreii.. desta forma fica muito mais facil visualiza oq eu é dito em sala… e muito mais divertido tambem!!!!

  3. João Marx disse:

    LEGAL d+! Dá pra ter mais noção de como esse muco evita a predação.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM