Evitando virar almoço 12 – Intimidação e retaliação

As presas nem sempre deixam barato. Ao se sentirem ameaçadas elas podem exibir um corpo maior do que o predador imaginava, por exemplo. É o que o baiacu faz inflando o estômago. Outra opção é mostrar logo suas armas. Tesourinhas perturbadas erguem suas forfículas, búfalos apontam os cornos, o besouro bombardeiro dispara um jato de duas substâncias químicas que reagem quase em ebulição.

A reação exotérmica de duas substâncias nesse besouro desencoraja qualquer predador. Fonte: discoverymag.com

Mas nada como a união para fazer a força. Por isso, algumas espécies se mobilizam para intimidar o predador. Em vez de fugir em disparada e deixar uma vítima mais indefesa para trás, o grupo para e encara o predador até que ele desista. A princípio não parece a coisa mais inteligente a fazer, mas dá resultado ou a seleção natural já teria extirpado essa mobilização do repertório comportamental dos animais.

Bando de aves mobilizado para atacar uma águia predadora. Fonte: thewildbeat.com.

Discussão - 0 comentários

Participe e envie seu comentário abaixo.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM