teoria musical

Harmonia entre consonâncias e dissonâncias (V.5, N.7, 2019)

Em teoria musical, chama-se de “harmonia” a disciplina que estuda as relações intervalares entre notas musicais tocadas simultaneamente, por exemplo, em acordes ou junções de notas (chamados de clusters) e a percepção auditiva que temos do grau de suas tensões verticais (relação entre suas notas componentes)...

Acordes e afetos (V.5, N.5, 2019)

Vimos no artigo anterior o processo de formação das tríades maiores e menores a partir da série harmônica e como isto pode ter influenciado a constatação de estados afetivos que estes acordes remetem aos ouvintes.

Modos maiores e modos menores de acordes harmônicos (V.5, N.5, 2019)

A série harmônica, tão vista nos últimos artigos, pode ser considerada como uma importante base física da arte musical uma vez que esta é embasada nesta série que é um fenômeno físico que também contribuiu em moldar a evolução da sensação e da percepção sonora....

Pentatônicas, diatônicas e seus modos (V.5, N.5, 2019)

No artigo anterior vimos o processo de formação, a partir da série harmônica, da escala diatônica (de 7 notas por oitava, formada por 2 tetracordes). Já havíamos visto anteriormente o processo de geração da escala cromática (de 12 notas por oitava). Falaremos agora sobre de uma...

Consertos e concertos (V.5, N.4, 2019)

O artigo anterior explicou como o intervalo de quinta justa, correspondendo à razão de afinação (frequência fundamental das notas) de 3/2 ou seja 1,5 permite criar uma escala cromática justa de 12 notas. Porém esta não apresenta uma razão de oitava justa.

Relações intervalares (V.5, N.4, 2019)

No artigo anterior vimos como a série harmônica oferece uma base física para a construção do ciclo das quintas, e como este foi utilizado por Pitágoras para a formalização de uma escala musical. O primeiro harmônico, chamado de fundamental, estabelece a tonalidade da escala, onde a fundamental...

O eterno ciclo das quintas (V.5, N.4, 2019)

A música, como a maioria das pessoas conhece, entende e aprecia, é baseada numa organização melódica que descende do “ciclo das quintas”. Mais do que uma convenção socialmente aceita ou psicologicamente amalgamada, o ciclo das quintas é um fenômeno físico tão presente e significativo na...

Skip to content