Relato de experiência do processo de formação no primeiro ano do Curso Extensivo de Treinamento e Pesquisa em Contact Improvisation na Mucíná – Aquela que dança: pesquisa em prática artística

O primeiro ano letivo da Formação Contato aconteceu, para mim, de março a dezembro de 2019, sob a orientação de Marília Carneiro. Foram 10 módulos, dos quais participei de oito. Até então, quando da minha inscrição no curso, tinha pouquíssimos conhecimentos em Contato Improvisação (Paxton, 1972). Por fazer teatro e ter participado de um grupo {{…}}

Compartilhe:

A Carta – Contato Improvisação

  Caro amigo desconhecido, Escrevo esta carta para compartilhar algo com que me deparei e que é muito interessante. Chama-se Contato Improvisação e é uma prática de movimento que proporciona, a depender das condições, uma sensação de ampla liberdade. Algumas pessoas também consideram ser uma técnica em dança ou até mesmo um de educação somática. {{…}}

Compartilhe:

Sul em Contato – Um Festival de Contato Improvisação em Porto Alegre

Por Fernanda Hübner de Carvalho Leite Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGAC/UFRGS). Especialista em Pedagogias do Corpo e da Saúde (lato sensu) (2004) e Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1997). Bailarina, atriz, professora e produtora,  dedica-se desde {{…}}

Compartilhe:
Nancy Stark Smith and Charlie Morrissey, Moscow, Russia, August 2010 photo © Ilya Domanov

UnderScore, uma teoria para improvisar

“O Underscore é uma estrutura de improvisação de dança de longa duração desenvolvida por Nancy Stark Smith. Vem evoluindo desde 1990 e é praticado em todo o mundo. O Underscore é um veículo para incorporar o Contact Improv em uma arena mais ampla de prática de dança improvisada; desenvolver uma maior facilidade de dançar no {{…}}

Compartilhe:

Ondulações de Steve Paxton

Ondulações de Steve Paxton Por ele mesmo, trecho da narrativa em Material for the spine, a movement study (Paxton, 2008) Tradução de Marília Carneiro (2014)   Ondulações da coluna colocam o foco nas extremidades da coluna, porque são elas que iniciam o movimento. Quando o topo da cabeça está liderando, a onda da ondulação se {{…}}

Compartilhe:

Perguntas de improvisadores em formação

Poucas pessoas têm a dimensão formal do meu campo de atuação, que é a formação do improvisador e da improvisadora de Dança. É por estar aí que chego até os estudos avançados de Contact Improvisation (Paxton, 1972), de forma a me considerar uma especialista num meio em que afirmar tal coisa é irremediavelmente controverso. Nunca {{…}}

Compartilhe: