Mais dentes que mordedura!

Apesar de impressionantes, os dentes caninos do Smilodon fatalis não exerciam a força correspondente ao seu aspecto.
Este felídeo, outrora presente no continente americano entre os 2.5 milhões de anos e desaparecido há 8000 anos, apresentava 20 cm de dente caninos que, em conjunto com os 230 kg de peso, impressionariam qualquer ser vivo.
Os parafernais dentes não cumpriam proporcionalmente a função correspondente ao seu tamanho.
Os resultados das análises computorizadas e matemáticas (Análise de Elementos Finitos) e publicados no Proceedings of the National Academy of Sciences revelam que a força da dentada do Smilodon era de 1000 Newtons, força idêntica exercida pela mandíbula de um jaguar de 80 kg e um terço da de um leão com 250 kg.
Outro exemplo de como nem sempre a forma conduz à função!

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=va9j3V-Gnss]

Referências:
McHenry, C. et al. Proc. Natl Acad. Sci. USA 104, 16010-16015 (2007).
http://www.nature.com/news/2007/071001/full/071001-2.htm

Discussão - 0 comentários

Participe e envie seu comentário abaixo.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Skip to content

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM