CIÊNCIA, ÉTICA E BLOGS

Três artigos interessantes e relacionados, apesar de distintos nos conteúdos.

Os dois posts de Janet D. Stemwedel, do seu blog Adventures in Ethics and Science, abordam questões éticas como a que recentemente “abalou” a comunidade paleontológica- uma disputa sobre a primazia na descrição de uma nova espécie de Aetosauria

“Doctoral students in the United States and Poland are accusing scientists at the Albuquerque-based New Mexico Museum of Natural History and Science (NMMNHS) of publishing articles that allegedly pilfered their research.”

Aqui o resumo, feito na Nature desta situação concreta.

Utilizando essa situação como ponto de partida, é feita uma sistematização das atitudes a tomar em casos de falta de ética na Ciência.
E o que transmitir ao alunos, potenciais vítimas de atitudes menos éticas no duro ambiente da investigação científica.
E o tema continuou neste post.
Dois bons textos a serem lidos com atenção, pois todos conhecemos situações pouco éticas…

No último número da revista The Scientist é avançado um artigo curioso sobre os blogs científicos poderem funcionar como impulsionadores da pesquisa científica.
Como a maioria sabe, os blogs são ambientes muito promíscuos ao nível das ideias e a Ciência vive de ideias.
1+1=2?

Finalmente, um artigo do The Guardian que pode ser encarado como uma fusão dos anteriores: peer-review, ética e novas formas de comunicação científica.

Fontes – Nature 451, 510 (2008) | doi:10.1038/451510a
The Scientist
The Guardian
Imagens John Eckmire; The Scientist

Discussão - 2 comentários

  1. Mmm… A idéia de manter registros das suas comunicações é boa, mas insuficiente… Poucas pessoas tomariam providências para punir, de qualquer forma que fosse, um ladrão de idéias… Acho que só chefes de departamento sob ameaça de descrença pública!E o peer review… excluir ele (como já faz o site arxiv.org) gera um bocado de trabalhos inúteis!Mas tudo isso me diz que tem “cientistas” demais no mundo, e me faz pensar como era séculos atrás.

  2. Abobrinha disse:

    StalinDado o estado de ignorância generalizada do mundo, parece-me que haverá cientistas a menos. Em contrapartida, “achistas” (praticantes do “eu acho que”) há muitos e a competição é cerrada!O que se trata aqui é de ética de trabalho e de pensar que quando o mar bate nas rochas quem se lixa é o mexilhão… que é a mais pura verdade e a verdadeira ciência exacta!

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Skip to content

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM