Desígnios

Não que me fizesse muita diferença saber quem seria o novo Pedro, mas sentia já falta do polaco.

Continuava isolado pelas bandas patagónicas, a trabalhar sem telemóvel ou qualquer outro tipo de estímulo exterior.
Ele havia abalado de manhã para a povoação mais próxima, para comprar alimentos que traria ao final do dia. Sempre eram várias horas de condução em literal corta-mato.
Chegou à hora prevista, enquanto comíamos no final de mais um dia de trabalho de campo.
Enquanto o meu corpo ansiava pela encomenda de tabaco, a minha cabeça provocou-lhe a pergunta:
“Então, já temos novo Papa? E, por favor, não me digas que é o alemão…!”
Sim, já havia.
E sim, era o alemão.
Acendi um cigarro e agarrei-me ao mate.

Que havia eu de fazer com estes desígnios?
Continuar, ao fim de quatro anos

Imagens – Luís Azevedo Rodrigues

Discussão - 0 comentários

Participe e envie seu comentário abaixo.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM