Árvores em flor: jacarandá-mimoso

margem do lago.jpg

São Paulo (Campinas também) anda cheia de espetaculares manchas roxas. São os jacarandás-mimosos, que na foto dão um toque de cor às margens do lago do Ibirapuera (aquele mesmo onde há dez dias os peixes não conseguiam respirar).

Nativo da Mata Atlântica Bolívia e da Argentina (correção do Pedro), o jacarandá-mimoso (Jacaranda mimosaefolia) perde as folhas no inverno e na primavera se veste de flores arroxeadas em forma de sino. São flores parecidas com as do ipê-amarelo, que andou florido há cerca de um mês – são árvores da mesma família, as bignoniáceas.

O fruto é uma cápsula achatada, como dois discos de madeira que acabam por separar-se e liberar montes de sementes bem pequenas, que saem voando com ajuda de uma fina membrana que funciona como asa-delta.

É uma árvore de porte moderado, chega a cerca de 15 metros, e suas raízes não destroem calçadas. É por isso uma boa escolha para arborização urbana, a ponto de ser exportada para outros países onde ela não é nativa, como a África do Sul. Sorte de quem vive nas cidades onde uma vez por ano se pode esperar essa festa colorida.

Discussão - 14 comentários

  1. Pedro disse:

    Interessante a idéia de escrever sobre árvores. Só gostaria de fazer uma correção: O J. mimosifolia não é uma árvore nativa. É originária da Argentina e Bolívia, porem amplamente utilizada na arborização urbana no Brasil.

  2. Maria Guimarães disse:

    tem razão, pedro. obrigada pela correção. eu tinha visto isso, mas depois me confundi porque foi uma das espécies que a SOS Mata Atlântica distribuiu este ano numa campanha no dia da árvore: http://www.sosmatatlantica.org.br/index.php?section=content&action=contentDetails&idContent=419
    vou corrigir

  3. Alessandra disse:

    Cliquei na foto para vê-la em tamanho maior! Gosto de ver essas árvores nas grandes cidades. E o nome bonito, né? “mimoso”. Não lembro mais onde tinha esses em Campinas, eu “vivi” no Flamboyant em fins de semanas de 2 anos da minha vida. =D

  4. Maria Guimarães disse:

    alessandra, eu moro no cambuí e tem bastante. uma a menos agora, que caiu uma linda na praça aqui perto com a ventania e chuva ontem à noite. tive vontade de chorar quando vi, acho que ainda vou fazer uma homenagem a ela. se conseguir fotografar o que virou.

  5. clistenes disse:

    tenho encontrado dificuldade de fotos de exemplares de arvores da mata atlantica (um exemplar por vez que identifique folha,flor,fruto,caule)com seus respectvos nomes é claro

  6. Maria Guimarães disse:

    a única referência que conheço para espécies de mata atlântica é o “árvores do brasil”, do harri lorenzi

  7. Maria Luiza disse:

    Adoro essa árvore, com sua cor roxa que traz muita serenidade e é extremamente relaxante!
    Como faço pra conseguir uma muda para minha calçada? E o Ipê Roxo, também é bom para as calçadas?

  8. Maria Guimarães disse:

    oi Maria Luiza. Eu iria em algum viveiro de plantas perguntar. Em muitas cidades tem pontos de doação de mudas, também. uma vez ouvi que em são paulo, por exemplo, dava para pedir muitas espécies no horto florestal.
    o ipê-roxo, que também adoro (já viu que também já pus um deles na série “árvores em flor”? tenho um no meu jardim, que está coberto de flores agora), funciona bem em calçadas porque não tem raízes superficiais que quebrem o calçamento. e tem um porte menor, o que pode ser bom se tiver fios por cima. mas pode ser também um defeito se a calçada for estreita: a copa fica por muito tempo bem baixa e pode atrapalhar a circulação.
    volte sempre!

  9. Aline Mascarenhas disse:

    Gente, eu queria saber se essa árvore sobrevive bem no clima da Bahia. É que no feriado de 02/11, passei pela Estrada do Coco e vi algumas árvores bastante parecidas com esse jacarandá-mimoso. Nunca havia visto uma árvore assim, parecida com o Ipê, por aqui pela Bahia. Fiquei completamente encantada pelo contraste perfeito do verde, de outras árvores, com o roxo de suas flores. Se for possível que ela se adapte ao clima daqui, gostaria de saber como plantá-la. Eu quero uma pra mim

  10. valda fernandes disse:

    Bom dia,
    Tambem como a Aline Mascarenhas, vejo sempre que vou ao litoral norte árvores floridas, roxinhas, como ela descreve, e também gostaria de saber, obrigado

  11. Ana Luiza disse:

    Eu queria saber,qual a profundidade e como são as raíses dessa árvore.^^

  12. Luiz disse:

    um pequeno erro aqui…
    O fruto é uma cápsula achadada, seria achaTAda.

  13. Maria Guimarães disse:

    corrigi. obrigada, Luiz!

  14. Rosalie disse:

    As raízes acabam com a calçada sim.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM