Lua de virar a cabeça

moon_phases.jpgUns meses atrás fiquei encafifada. A gente vê a lua de cabeça pra baixo em relação ao pessoal do norte?

As luas do alto dessa imagem são minguantes; as crescentes estão embaixo, em forma de C. Isso vale pra São Paulo, no hemisfério Norte as luas do alto são as crescentes. Lá se vão uns 20 anos desde que aprendi isso, e só agora a minhoquinha se agitou: por quê??

Sem achar quem me contasse, escrevi pros naked scientists, meu podcast favorito. Além de estar com nó na cabeça tentando entender como a lua vira de ponta-cabeça, queria saber como é na linha do Equador e nos polos.

Hoje recebi um aviso de que eles puseram minha pergunta no fórum deles e que tinha uma resposta (de um tal DiscoverDave, pelo visto assíduo por lá). A coisa é complicada à beça, ainda estou aqui fazendo ginásticas mentais. Vou traduzir, o original está aqui.

“Para começar, a Lua está a cerca de 390 mil Km da Terra e a Terra tem um diâmetro de uns 13 mil Km. Então a distância da Lua é por volta de 30 vezes o diâmetro da Terra. Em termos cotidianos, isso é mais ou menos o comprimento de uma régua de 1 metro comparado à sua largura. Isso quer dizer que do polo Norte ou do polo Sul (ou do leste ou do oeste), a medida de ‘fase’ da Lua não parece muito diferente. Então, os únicos aspectos que restam é que a aparência da Lua envolve: 1) sua posição no céu, e 2) a aparente ‘direção’ para onde o crescente aponta.

Como a Terra gira de oeste para leste, objetos celestiais parecem surgir no leste e sumir no oeste. Estando no hemisfério Sul, você em geral olha para o norte para ver a Lua. Estando no hemisfério Norte, eu costumo olhar para o sul para vê-la. Uma pessoa perto do Equador em geral olha para cima para vê-la. Mesmo assim, como eu disse, para todos nós ela aparecerá no horizonte mais para leste e desaparecerá no horizonte mais para oeste.

Em relação à aparência da Lua em conforme a sua fase, você está certa que, quando o hemisfério Sul vê uma lua em C ou em D, o hemisfério Norte vê o contrário – uma lua em D ou em C. Porém, perto do Equador, o crescente da lua aparece mais virado para cima () ou para baixo (U) em vez de para a direita ou a esquerda. O crescente da Lua obviamente aponta na direção do Sol. Então, durante a noite, o crescente da Lua sempre aponta para baixo (U) porque o Sol está sempre abaixo do horizonte.

Durante o dia, se a Lua segue o Sol, o crescente parecerá apontar para cima () até que passe por cima do observador, e parecerá apontar para baixo depois disso. Se a Lua precede o Sol, ela parecerá apontar para baixo até que passe por cima do observador, e parecerá apontar para cima depois disso. A fase da Lua não muda muito ao longo do dia, mas a direção aparente do crescente parece mudar acima da cabeça do observador porque o observador muda de direção. O observador olhará para leste para vê-la subir, mas depois olhará para oeste para vê-la descer.

Você tinha razão em estar confusa. Durante o dia, crescentes ‘para a direita’ ou ‘para a esquerda’ vistos dos hemisférios nunca mudam de direção (exceto uma vez a cada ciclo lunar quando a Lua parece ‘ultrapassar’ o sol, como durante um eclipse). Porém, todos os dias no Equador, quando o crescente aponta para ‘cima’ ou para ‘baixo’ isso diz respeito à direção para a qual o observador está virado, especificamente porque a Lua parece nascer e se pôr em direções totalmente opostas.”

O que me dizem? Alguém aí pode me contar se é assim mesmo na linha do Equador? Alguém já olhou a Lua nalgum polo?

 

 

Discussão - 14 comentários

  1. Ano passado eu tive a mesma confusão. Tava olhando para lua crescente no final da tarde e a mesma se encontrava exatamente sobre mim. Então apenas girando o corpo a lua se “tornava” decrescente e crescente em segundos, o que fez eu duvidar do que havia aprendido.
    Mas de algum tempo cheguei a mesma conclusão do texto, a tal regra só vale quando você está olhando para o leste. Pelo menos no Hemisferio Sul

  2. Maria Guimarães disse:

    jura???? onde você estava? quero ver isso!

  3. Cascavel no PR. Acho que isso pode acontecer tanto na lua crescente quanto na minguante, porque geralmente elas ficam sobre o observador ao entardecer.
    Então acredito que numa dessas fases comece a procurar a lua de dia e quando ela estiver no lugar mais alto vai perceber isso que falei hehehe.

  4. Maria Guimarães disse:

    obrigada, vou procurar!

  5. Mauro Rebelo disse:

    Maria, quer dizer então que a Lua faz o mesmo caminho do sol no céu? Caminha pela linha do equador? Ou eu estou confundindo tudo?

  6. Maria Guimarães disse:

    oi mauro, foi isso também que entendi dessa resposta que traduzi. mas não tenho certeza, preciso arranjar alguém sabido para confirmar. se eu descobrir, conto aqui.

  7. Depois tem gente que vê o copernicanismo como um “despertar” do homem. Ora, se entender um fenômeno “simples” desse já exige que a gente quebre a cabeça, imagine tentar encaixar o movimento dos planetas numa estrutura compreensível. Ptolomeu está mais do que perdoado. 🙂

  8. Walter disse:

    Não é tão complicado. Qualquer que seja a fase da Lua, um observador situado na linha do equador deverá olhar para o leste aguardando o surgimento da lua, pois ela, como todos os objetos celestes, surge no leste e se põe no oeste. Ela irá descrever para esse observador uma linha reta do leste para o oeste passando sobre sua cabeça. Quando é Lua cheia, não tem erro, o observador vê um circulo que surge às 18 hs no leste e se põe às 6 hs da manhã seguinte no oeste. Quando a Lua é crescente, ela faz a mesma trajetória, só que surge no leste do observador ao meio-dia, quando o sol está sobre sua cabeça e ilumina a parte “de cima” da lua. Se não fosse dia, o observador veria um ∩ , porém, como é dia, ele só vai enxergar esse ∩ , olhando para cima de sua cabeça e com o peito virado para o seu leste, quando escurece, às 18 hs. Lógico que se ele for se dobrando para trás até ficar de cabeça pro solo, verá esse ∩ desaparecer no horizonte, no oeste, à meia-noite. Porém, se ao avistar o ∩ sobre sua cabeça, às 18 hs, ele virar o peito para o oeste e olhar para cima de sua cabeça, verá um U que se moverá para o oeste e sumirá no horizonte às 24 hrs. No caso da Lua Minguante, à meia-noite surge um U no leste. Às 6 hs da manhã está sobre a cabeça da pessoa. Se ela for se virando de cabeça pra baixo, continuaria vendo esse U que vai se por no oeste ao meio-dia e, se voltasse seu peito para o oeste, passaria a ver um ∩. Mas ela só enxerga até às 6 hs da manhã, sobre sua cabeça, pois o dia clareia.

  9. Walter disse:

    Resumindo: Na linha do Equador, você fica de frente para o seu leste.
    – Lua Nova (conjunção): Pode olhar quanto quiser que não vair ver nada.
    – Crescente (1ª quadratura): Às 18 hs você vê um ∩ sobre sua cabeça. Você se vira para o oeste e passa a ver um U. Esse U vai desaparecer no oeste à meia-noite.
    – Cheia (oposição): Aparece um circulo no leste às 18 hs, ele passa sobre sua cabeça e some no oeste às 6 hs da manhã seguinte.
    – Minguante (2ª quadratura): À meia-noite surge um U no seu leste e ele vai subindo. Quando nasce o dia, às 6 hs da manhã, ele está sobre sua cabeça, e com a claridade você não o vê mais.

  10. Walter disse:

    Regra prática:
    O lado iluminado sempre está voltado para o leste.

  11. Walter disse:

    Corrigindo. Regra prática:
    – No crescente, o lado iluminado fica para o oeste.
    – No minguante, o lado iluminado fica para o leste.
    Esta regra também vale para observador fora da linha do equador. Lembrando, quem está no hemisfério norte olha para o sul e quem está no hemisfério sul olha para o norte.

  12. Maria Guimarães disse:

    Oi Walter, obrigada por passar por aqui e ajudar a explicar.
    Depois de pensar muito, muito mesmo, eu entendi como funciona. Mas confesso que pra mim não é simplinho não… Como tem mais gente como eu, acho que foi legal abrir este espaço pra dar nós na cabeça das pessoas e desatá-los!

  13. demostenes claudio resende disse:

    è verdade, moro na italia desde 2004 e sempre PROCUREI pelo sao jorge e seu cavalo, mas aqui esta imagem nao aparece. hoje estava falando com meu chefe a respeito das fases D (decrescente) e C (crescente) no hemisferio sul. naturalmente ele me contestou e observamos a lua q estava em fase crescente, mas como aqui se ve ao contrario, formava a letra D, eu disse que estava minguante, ele ao contrario ganhou a aposta: qual foi minha surpresa que hoje ela esta CHEIA…..
    CIAO

  14. Maria Luiza disse:

    Eu estava de noite olhando o céu e reparei na lua ( que estava cheia) e percebi que suas crateras formavam um coelho.Olha, um dia eu estava indo pro colégio às 6:40 da manhã e ai eu fui reparar que suas crateras estavam “para baixo’ digamos assim. Ou seja, as orelhas do coelho estavam pra baixo. E gostaria de saber o motivo.
    Alguém ai sabe? Se souber me explique. Obrigada: maluzinhalanza@hotmail.com

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM