Vulcões da Amazônia

vulcão.jpg

Há uns 2 bilhões de anos, o que chamava atenção na região onde hoje é a Amazônia não era a densa floresta repleta de animais que não se vê e mosquitos que se sente. Eram os vulcões, quase um ao lado do outro, que jorravam lava e lançavam projéteis.

Foi o que aprendi com o geólogo da USP Caetano Juliani, e escrevi na edição de agosto da revista Pesquisa.

O esboço acima é dele, em cima de foto também dele. Ajuda a entender como os resquícios que permaneceram até hoje ajudam a reconstruir o passado. A seta da direita indica um cucuruto de pórfiro, uma rocha ígnea intrusiva que corresponde à antiga câmara magmática do vulcão. A cratera. A seta da esquerda indica o que restou do flanco do antigo  vulcão: depósitos de rochas vulcânicas, sobretudo ignimbritos (adoro esses nomes de rochas).

Acho lindo como o conhecimento altera o que se enxerga na paisagem. Os geólogos veem um mundo diferente daquele que entra pelos olhos das outras pessoas.

 

Encontros com jararacas sem pernas amputadas

800px-Jararaca-verdadeira.jpgUma hemorragia que pode levar à amputação é característica de picadas das jararacas, responsáveis por 90% dos acidentes com serpentes no Brasil.

 

Uma equipe do Instituto Butantan, em São Paulo, agora demonstrou como a toxina jararagina se fixa em torno dos vasos sanguíneos e compromete sua integridade, causando sangramento local, segundo artigo publicado na PLoS Neglected Tropical Diseases.

 

“Quando ocorrem acidentes com jararacas, há dois tipos de sintomas: os locais e os generalizados. O soro antiofídico produzido em cavalos é capaz de neutralizar os efeitos sistêmicos, impedindo a morte do paciente, mas não consegue reverter os efeitos locais”, explicou Ana Maria Moura, uma das responsáveis pelo estudo, à assessoria de imprensa do Butantan.

 

No futuro, o novo conhecimento poderá dar origem a inibidores capazes de impedir a atuação da jararagina, que seriam usados em conjunção com o soro antiofídico.

 

Peguei a foto no Wikimedia Commons, de Fauna Pro

 

 

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM