Checape genético

Por módicos 5 mil reais, você pode receber um pacote em casa com equipamento para recolher células do interior da bochecha, guardar num tubinho e pôr no correio de volta, endereçado ao laboratório mineiro Gene, do médico-geneticista Sérgio Pena. Depois de um tempo, você ficará sabendo que risco corre de desenvolver cada uma de 46 doenças. A notícia veio na Folha de S.Paulo da quinta-feira passada (uma versão mais completa e de acesso liberado está no jornal da ciência e-mail).

A ideia me causa arrepios. Um checape comum já é criticável, ressaltou recentemente o Karl, quem dirá um checape genômico? De que me serve saber, por exemplo, que tenho 79% de chance de ter psoríase, 24% de ter câncer no cérebro e 41% de desenvolver esclerose múltipla?

Por um lado, desconfio porque a relação entre doenças e genes está longe de esclarecida (vale a pena ver o delicioso vídeo do humorista britânico John Cleese no Brontossauros – o segundo vídeo da postagem). E por outro, o que significam essas probabilidades? Eu posso muito bem desenvolver uma doença para a qual tenho 2% de risco, e passar a vida sem uma que meu genoma indica que tenho 87% de chance de desenvolver… Se isso acontecer, dane-se a estatística: só importa a doença que tenho. Uma reflexão interessante sobre estatísticas desse tipo está aqui (em inglês). Em resumo, um especialista diz a uma mulher com diagnóstico de câncer de mama (carcinoma ductal in situ) que isso não aumenta seu risco de morrer. Como assim? Quem vai convencer um paciente de câncer que ele não corre mais risco que uma pessoa sem câncer?

Fazendo um teste desses, a pessoa fica condenada a viver assombrada por esses números, mesmo eles sendo completamente desprovidos de significado real. Como disse à Folha a geneticista da USP Mayana Zatz, o checape genômico não passa de um prato cheio para hipocondríacos. Eu certamente tenho coisas melhores para fazer com 5 mil reais.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM