Ecce Medicus – 1 ano

Quando comecei a escrever este blog, não sabia exatamente onde ia chegar. Eu queria simplesmente organizar uma porção de idéias que povoavam minha cabeça e, quem sabe, um dia colocá-las em um livro. Pela sua própria forma de ser, um weblog permite que você se cite e isso acaba por construir uma matriz de conceitos que, assim postos, são mais fáceis de visualizar e entender. Além disso, e talvez mais importante, um weblog permite que você coloque suas idéias à prova. Os comentários são úteis não para testar a popularidade mas, para saber se o que estamos pensando não contém erros lógicos, preconceitos, inconsistências ou incoerências. Por isso, não me canso de agradecer a cada comentário. Cada pessoa que perde seu tempo comigo manifestando uma opinião sobre algo que escrevi merece no mínimo, um obrigado.

Muitas pessoas que me conhecem perguntam porque ainda uso um pseudônimo. Resolvi responder essa questão somente após um ano de blog. Tenho visto muitos blogs pessoais de médicos e sobre medicina em geral. A enorme maioria é para promover clínicas e consultórios particulares. Sei que muitas idéias presentes aqui vão de encontro ao que pacientes desesperados em sua dor e sofrimento gostariam de ouvir de seus médicos particulares. Nunca neguei que muitas delas aqui expostas são derivadas de minha atividade privada. Na minha maneira de ver, esse contato é onde realmente a relação médico-paciente se dá de forma mais intensa e onde os conceitos provenientes da dúbia (ciência e arte) atividade médica são realmente postos à prova. Por isso, para permanecer público, devo continuar incógnito.

Gostaria, por fim, de agradecer a pessoas/blogs que me ajudaram no início e incentivaram a criação e manutenção do Ecce Medicus. O Amigo de Montaigne de quem recebi incentivo e instruções iniciais sobre a blogosfera; Ciência e Idéias, 100nexos,  o Rainha Vermelha e o Brontossauros em Meu Jardim e a todo o pessoal do Lablogatorios, pelos convites e projetos nos quais o Ecce Medicus se envolveu, pela mão nos widgets e pela qualidade das discussões. Esperava escrever esse post no Scienceblogs o que não foi possível (mas por motivos bons!), mas estaremos lá em breve. Aos blogs amigos, novos e antigos, sempre benvindos. E principalmente, a todos os leitores que comentaram posts, discutiram idéias e me fizeram ver todas as perspectivas de cada detalhe desta maravilhosa forma de conhecer a humanidade e os humanos que é a medicina: Muito Obrigado!

Discussão - 6 comentários

  1. Carlos Hotta disse:

    Parabéns! O Ecce Medicus foi uma destas supresas agradáveis enquanto procurávamos por blogs!

  2. maria disse:

    de nada! e, sobretudo, parabéns.
    também tenho a te agradecer por me ter dado um cutucão quando o ciência e idéias estava às moscas…
    estou lendo um artigo assustador na new york review of books sobre a promiscuidade entre médicos e indústria farmacêutica (http://www.nybooks.com/articles/22237). como sempre nesses assuntos, fico curiosa por sua opinião.

  3. Karl disse:

    Tenho comentado algumas coisas sobre isso (http://lablogatorios.com.br/eccemedicus/2008/07/20/disease-mongering), mas não é meu tema predileto. O blog do Paulo Lotufo (link ao lado) tem várias séries de posts sobre esse assunto e quem acompanha as publicações da Plos Medicine e do New England sabe que esse assunto vem ocupando publicações sérias já a algum tempo. O próprio New England foi vítima de ghostwriters e estudos com forte viés favorecendo a indústria farmacêutica.
    Me incomoda muito mais as razões que levaram os médicos a ficarem suscetíveis a esse tipo de pressão. O post sobre o médico independente vem em direção a isso. O médico não vende seus serviços, não pode ser caro, nem barato, mas deve ter uma vida digna e, principalmente, independente. Seu livre-pensar deve ser preservado como seu bem mais caro. O que não vem acontecendo. A Medicina não se pensa! Nem a própria ciência médica deve ficar fora do escrutínio de sua crítica. A fé cega conduz a problemas como esse, que na minha opinião, é um dos piores que a medicina e sua prática vivem contemporâneamente.
    Obrigado pelos comentários.

  4. Max disse:

    Isso é mais que merecido, o Ecce Medicus é um blog diferenciado, como também os outros blogs do lablogatorios, o Brasil é um pais onde o povo não tem o habito da boa leitura, isso tem que ser comemorado!
    Parabéns!!! Continue fazendo o ótimo trabalho que faz!

  5. Aleph disse:

    Caro Karl,
    deveria ter escrito antes, mas o calor subsaariano me impede de raciocinar adequadamente, me priva de qualquer iniciativa intelectual. Em pleno verão, aos 33 graus de Sampa, meu desejo é neve.
    Que você continue com o seu belo e lúdico trabalho! Parabéns!
    E que a Era Glacial não tarde mais.

  6. Chloe disse:

    Caro Karl,
    apesar de preferir os livros, gosto bastante de blogs.
    E de tempos em tempos, algum me fisga e resolvo ler do começo, como se um livro fosse.
    Acho que ajuda a ampliar o entendimento a respeito da maneira de pensar do autor, além da satisfação de encontrar postagens excelentes, talvez pela inspiração inicial.
    Gosto muito do Ecce Medicus pelo seu caráter filosófico.
    E, agora que estou a lê-lo desde o início, penso ser uma pena que algumas ótimas postagens sejam provavelmente pouco acessadas, como a ‘Diferenciacionismo’ ou ‘O fantasma do amor’ por ex; muito boas!
    Algumas postagens antigas trazem discussões em princípio já superadas, mas que certamente ainda dão um bom caldo.
    Parabéns pelos textos, obrigada pelas mini aulas, por compartilhar suas idéias e, tantas vezes, o seu sangue.
    E por falar nisso, sua frase me fez lembrar de outra:
    ‘As palhas flutuam na superfície.
    Quem procura pérolas vai ao fundo.’ Pedro Maciel
    Sem medo!
    C. ; )

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM