A Doença

Participar de grupos de blogs científicos como o ScienceblogsBrasil tem, confesso, um lado ruim! Esse lado ruim é constituído pela fórmula a seguir:

“cabeça-de-médico” + “visão crítica geral proveniente das mais variadas áreas do conhecimento” = “nó-na-cabeça”
Se não vejamos. Uma sensacional discussão esquenta o debate ecológico no Geófagos. O que está em jogo é o conceito de “crescimento sustentável”. Na verdade, discute-se mesmo se ele existe! Parece haver um consenso de que, de alguma forma, ao crescer economicamente, depauperamos o planeta sem dó nem piedade. Coloquei a questão de que, se somos feitos de compostos de carbono e água (ainda), o salto populacional de seres humanos dos últimos 10.000 anos (que para o povo do Geófagos é quase um minutinho) de alguns milhares de indivíduos para os quase 7 bilhões atuais, deve ter tirado carbono e água de algum outro lugar. A história da lagarta que cuida das larvas que a devoram internamente se constitui na melhor metáfora para nossa existência na Grande Lagarta Terra, que parece ainda tentar nos proteger. Não é à toa que me senti doença. Logo eu, humanista que sempre as combati, que sempre as vi como o inimigo. Talvez essa seja uma das razões pelas quais médicos sejam a classe profissional que mais atenta contra a própria vida. A consciência é um fardo.

Discussão - 4 comentários

  1. Atila disse:

    Como você bem disse, nada melhor do que um coletivo como o SBbr para vermos tantos pontos de vista.
    Disse pelo twitter o que acho, não somos sustentáveis, não exploramos o ambiente de uma forma minimamente razoável, e ainda não temos noção disso. Bem como uma doença que “planeja” todos os passos do próprio crescimento sem se ater ao que acontece com o hospedeiro.

  2. Sibele disse:

    Não somos mesmo nada sustentáveis. E tomando de empréstimo a denominação “Geófagos” do blog citado, numa subversão do mito, eu diria que somos “Gaiáfagos”.

  3. Claudia Chow disse:

    Um amigo medico me disse esse fds: A medicina é contra Darwin, oras!

  4. Karl disse:

    Muitos médicos acham isso. Como se a medicina pudesse ser capaz de confrontar uma teoria que dá conta de explicar toda a variedade da vida nesse planeta. Já comentei isso em http://scienceblogs.com.br/eccemedicus/2008/12/2009-o-ano-de-darwin.php. Acho isso um exemplo do eritis sicut dii, ou seja, ao invés de parecer um exemplo de resignação e humildade da medicina, é muito mais um exemplo de sua soberba.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM