Uma Propaganda que Vale a Pena

A Hybrid Medical Animations é uma empresa de computação gráfica especializada em animações médicas. Existem várias desse tipo, mas eu fiquei especialmente intrigado com a qualidade e principalmente, conceitos fisiopatológicos envolvidos nesse demo divulgado no site. Vou tentar “irradiar” o filme – tal qual jogos de futebol transmitidos pela internet (eu sei que é horrível, mas fazê o quê?). Sugiro assistir o filme todo (3:10 min) e depois, com calma, entender cada um dos passos. Vamos lá:

00:00 – 00:10 Tudo começa com um lindo olho azul. Hehe
00:14 Aparece um coração que eu achei feio. A própria Hybrid tem um coração de vidro bem mais legal.
00:23 – 00:33 Aparece uma plaqueta (em azul) e, numa tomada mais alta, um trombo. Os fiapos são fibrina.
00:34 Uma válvula cardíaca (que acredito ser atrioventricular; tem as aórticas também).
00:41 Aparece o que eu acredito ser uma superfície de membrana celular com receptores acoplando-se a fármacos.
00:54 Não sei bem o que é a representação depois. Quem souber, ajude.
01:04 Parecem colônias de bactérias reproduzindo-se em camera rápida.
01:07 Eletrodos epicárdicos. Um estabilizador de coronária. Imagem simplesmente perfeita.
01:14 Pode ser uma secreção de alguma proteína de anticorpos (azul) e depois algo brotando que não parece ser médico (botânico?) a princípio.
01:24 – 2:00 Aqui você entra em uma coronária. Agora começa a emoção. Após ver passar umas pouquíssimas hemáceas, plaquetas e glóbulos brancos (isso não tem nada a ver com a realidade – o número seria bem maior), você se defronta com uma placa de colesterol que logo se rasga. Plaquetas (azuis) aderem ao local e ficam “peludas”, ativadas por substâncias provenientes da placa. Um trombo se forma e obstrui a coronária. Entra em cena um cateter que tem um tipo de rede na ponta. É o stent. Ele é colocado no local e esmaga a placa abrindo a luz da artéria e mantendo-a aberta (isso não é mostrado). A imagem que se segue é muito bonita. Mostra a trama do stent sendo recoberta por plaquetas que o consideram “estranho” ao organismo. Depois de um tempo, uma reação inflamatória ocorrerá no local e pode obstruir o stent. Por isso, alguns stents são recobertos com substâncias que inibem a proliferação celular e retardam essa obstrução. Também por isso, é necessário tomar medicações antiagregantes plaquetárias.
02:01 – 02:14 São umas bolhas azuis que, sinceramente, não consegui identificar.
02:15 – 02:20 Um procedimento intramedular.
02:21 – 02:26 O tal eletrodo cardíaco. O estabilizador de coronária. Parece representar uma desfibrilação.
02:27 – 02:44 Acho que eles quiseram representar células brancas do sangue.
02:45 – 03:10 Finaliza com uma belíssima imagem de um leucócito fagocitando bactérias. Eu achei interessante. Se houver discordâncias das imagens ou sugestões, por favor deixem-me saber.

(Agradecimentos sinceros a Kentaro Mori e Gabriel RNA_m)

Discussão - 24 comentários

  1. Samir disse:

    “Pode ser uma secreção de alguma proteína (azul)” >>> Entre 1:09-1:16, me pareceu que seria um linfócito liberando anticorpos – repara a forma de Y.

  2. Karl disse:

    Pensei em anticorpos. É. Pode ser. Mas, achei eles meio gordinhos XD.

  3. Sibele disse:

    Que lindas imagens! Um achado e tanto, Karl! E acompanhar a sequência do filme com suas explicações imagem a imagem realmente torna tudo mais compreensível!
    Espetacular!

  4. Depois dos receptores, eu acho que aparece a parte interna da célula (por trás, algo se assemelha a nucleo e retículo endoplasmático, talvez). Então a parte interna do receptor (aquilo parece uma proteína, mas precisaria estar ancorada na membrana) poderia estar liberando segundo mensageiros.

  5. Karl disse:

    É. Pode ser mesmo! Parece um retículo no fundo.

  6. Zé Mauricio disse:

    Realmente um vídeo espetacular! Cenas assim ampliam o interesse pelas ciências biológicas e médicas.
    Entretanto, tive uma dúvida ao ver o vídeo: o leucócito fagocita bactérias utilizando flagelos? Creio que estou me confundindo ao me lembrar daquelas ilustrações de fagocitose por pseudópodes, com o leucócito “atacando e devorando” as bactérias.

  7. Paula disse:

    Em 1:14 eu também achei que era algo botânico.
    Grãos de pólen e formação do tubo polínico, talvez?

  8. Claudia Chow disse:

    Vc podia fazer essa narração em audio, né? Seria mais legal ainda!

  9. Karl disse:

    Com certeza. Mas, eu não tenho a MENOR ideia de como fazer isso…

  10. Marcos de Oliveira Rocha disse:

    Olá querida!
    Na verdade, em azul é uma molécula de DNA (filamentosa=cromatina ou bastão=cromossoma);
    tendo ao fundo uma membrana nuclear(carioteca)
    com poros laterais.É o material genético da
    célula.

  11. Rudolf disse:

    Esse filme ficaria legal num cinema IMAX. 🙂

  12. Rafael Ferrer Kloss disse:

    É de encher os olhos, emocionante mesmo. Fiquei facinado com a colocação do Stent (não sei se é assim q se escreve). Minha mãe fez 4 pontes de safena e uma mamária no fim do ano passado e pode ser q ela tenha que colocar um stent ainda esse ano. Ela morre de medo pois n sabe o que é o tal stent. Essa animação fica perfeita para explicar para ela. A página da Hybrid é fantástica tb, acabei de ver mais um vídeo lá representando a ação de algum tipo de remédio para tratamento de um tumor.

  13. Georg Tuppy disse:

    Olá Karl, aquilo que vc achou ser desfibrilador parece mais ser um fixador de coronária, usado para implantar artéria mamária com coração batendo-sem necessidade de extracorpórea. A última imagem não seria uma célula dendrítica?Abçs Georg

  14. Karl disse:

    Hmmm. Boa Georg. Acho que é isso mesmo! Estava achando o eletrodo meio sem graça. Vc é cirurgião cardíaco? Bem-vindo por aqui. Obrigado.

  15. Georg Tuppy disse:

    Não Karl, sou um velho cardiologista clínico em Araçatuba, curioso das coisas da vida e antigo leitor de seu blog.Parabéns por seu discernimento e sua excelente cultura filosófica- aplicada à prática- senão de que vale a filosofia?Abçs Georg

  16. Luis disse:

    Em 1:23 parecem parasitas nematóides, lombrigas ou algo assim. Só não faço a menor ideia de onde estão.

  17. Muito bom mesmo! Não podia ter outra trilha sonora.

  18. Valesi disse:

    Olá, Karl!
    Realmente, o Georg está correto. Não se trata de um eletrodo, mas de um estabilizador de coronária tipo “Octopuss”, que serve para estabilizar parte do músculo cardíaco durante uma revascularização sem auxílio de circulação extracorpórea. Ele é ligado a um sistema de sucção/vácuo, e possui ventosas nas pontas que aderem ao tecido. Parabéns pelo blog!

  19. Karl disse:

    Muito obrigado pela força ao Georg e ao Valesi. Aproveito para perguntar sobre a válvula que aparece, que tipo é?

  20. VitorGGA disse:

    Eu não sei nadis de medicina mas achei o vídeo massa, comandoh!

  21. Daniel Christino disse:

    Informação adicional. A Hybrid é responsável pelas animações de alguns episódios da série House. No site da empresa tem um coração de vidro (o Karl falou) muito bonito.

  22. Georg Tuppy disse:

    As válvulas me parecem ser próteses artificiais de pericárdio ou outra membrana. E a última célula? Será mesmo a cel. dendrítica de defesa?. Georg

  23. chopp disse:

    e muito linda as imagens.
    belissima como vc mesmo classificou.
    cintia

  24. victor skrabe disse:

    Ola, a Hybrid é uma referencia para todos que trabalham para ilustração na area médica… tem um outro que tambem vale a pena:
    http://aimediaserver4.com/studiodaily/videoplayer/?src=ai4/harvard/harvard.swf&width=640&height=520
    desenvolvido por uma empresa chamada Xvivo.
    Se me permitem uma propagandinha, eu tambem desenvolvo animações para a area médica:
    http://www.biosphera.com.br

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM