Nota do Ministério da Saúde sobre a Vacina contra Gripe A H1N1

Apesar de um atraso de mais ou menos 2 meses, que foi quando começou a boataria na internet e o começo da vacinação, o Ministério da Saúde finalmente divulga nota oficial desmentindo os mais “famosos” boatos sobre a vacina contra a gripe pandêmica A H1N1. A nota também cita, muito superficialmente, o fato de que alguns médicos se posicionaram contra a vacina. O caso mais grave foi o da Sociedade Brasileira de Diabetes na figura do Dr. Ney Cavalcanti. É lamentável que um texto com opiniões pessoais sobre um assunto com as proporções da pandemia que ocorreu no ano passado possa figurar no site de uma sociedade tão importante como a SBD.

Sobre a histeria da vacina, o post definitivo saiu no Ceticismo
Aberto
. Não deixem de ler.

Aqui vai a nota na íntegra.


MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE
Assunto:
Esclarecimentos sobre a vacina contra Influenza H1N1

Em
decorrência de boatos sobre a vacina contra Influenza H1N1 que circulam
na internet, a Secretaria de Vigilância em Saúde preparou o questionário
abaixo para esclarecer as dúvidas sobre a vacina e a estratégia
nacional de enfrentamento da pandemia. Repasse o conteúdo ou o link
deste documento sempre que você receber o material falacioso.

O
mercúrio presente na vacina causa autismo em crianças?

Não. A
concentração de mercúrio é de 25 microgramas por dose de 0,5ml e é
usada para evitar crescimento de fungos ou bactérias, no caso de a
vacina ser contaminada acidentalmente na hora da punção repetida no
frasco multi-dose. Esse mesmo conservante é utilizado rotineiramente em
outras vacinas, como na Tetravalente indicada contra Difteria, Tétano,
Coqueluche, Meningite e na Tríplice Viral,vacina contra Caxumba, Rubéola
e Sarampo.

O timerosal, conservante antiséptico presente na
vacina, pode causar autismo em crianças com disfunção mitocondrial e em
adultos com disfunção hematoencefálica.

Estudos realizados em
todo o mundo demonstram que o timerosal,desde 1930, tem sido amplamente
utilizado como conservante em uma série de produtos biológicos,
incluindo muitas vacinas. O uso nas vacinas tem por finalidade evitar o
crescimento de bactérias ou fungos (micróbios), quando esta é
contaminada acidentalmente, como no caso de punção repetida no frasco
multidose. A concentração do timerosal na qualidade de conservante é de
0.01%, contendo, aproximadamente, 25 microgramas de mercúrio por dose de
0,5 ml, condição que tem mostrado ser capaz de impedir o crescimento de
micróbios. Vacinas com estes tipos de conservantesjá são utilizadas
desde 1930. Algumas delas são: DPT, Tetravalente, Febre Amarela, Dupla
Viral, Triviral, etc. Em 2004, o Instituto de Medicina dos Estados
Unidos convocou um comitê de Revisão de Segurança em Imunização OIMs
examinou a hipótese de que as vacinas, contendo timerosal estariam
causalmente associadas ao autismo e comprovou que as provas disponíveis
rejeitam a existência de nexo de causalidade entre vacinas contendo
timerosal e autismo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) defendeu o
conservante timerosal para o uso nas vacinas, baseando-se em estudos que
concluíram não existir evidências de contaminação em crianças ou
adultos expostos ao timerosal, e que as vacinas que contém essa
substância não aumentam a quantidade de mercúrio no organismo, pois este
é expelido rapidamente, não se acumulando em função de repetidas
injeções. Em face ao exposto, a CGPNI/DEVEP/SVS/MS reforça a conduta
orientada por diferentes instituições de reconhecida credibilidade, as
quais preconizam que, até o surgimento de novas evidências, a quantidade
de timerosal contida nas vacinas não causa autismo ou qualquer outro
problema para as pessoas vacinadas, não acarretando, portanto, efeitos
danosos.

A vacina contém esqualeno, substância que afeta o
sistema imunológico do indivíduo.

Os adjuvantes são
substâncias que estimulam a resposta imunitária, permitindo reduzir a
quantidade de material viral utilizado em cada dose e conferir proteção
de longa duração. São produtos entre os quais se incluem certos sais de
alumínio e emulsões (esqualeno e seus derivados) que são utilizados na
composição de vacinas. E não causam danos ao ser humano.

A
vacina contém células cancerígenas de animais que podem causar câncer em
humanos.

Não. Isso é boato irresponsável.

Indústrias
farmacêuticas receberam imunidade judicial quanto a ações ocasionadas
por efeitos da vacina, como morte e invalidez.

Não temos essa
informação. Vale registrar que o Ministério da Saúde, Agência Nac. de
Vigilância Sanitária (Anvisa) e os laboratórios produtores detentores do
registro são responsáveis por registrar, acompanhar e avaliar os casos
de eventos adversos associados à vacinação. O sistema de vigilância de
eventos adversos pós-vacinal do Ministério da Saúde possibilita a
identificação precoce de problemas relacionados com as vacinas
distribuídos ou pós-comercialização, com o objetivo de prevenir e
minimizar os danos à saúde dos usuários.

Não há comprovação
de que somente uma dose da vacina seja efetiva.

Errado.
Estudos comprovam que a vacina é efetiva com uma dose única. As crianças
entre 6 meses e menores de 2 anos devem tomar duas meias doses da
vacina contra a Influenza H1N1, sendo que a segunda meia dose da vacina é
aplicada 30 dias depois da primeira meia dose, para estarem protegidas
do vírus da Influenza H1N1.

A gripe pandêmica foi uma criação
da indústria financeira, uma vez que surgiu em plena crise mundial. Ela
foi criada só para favorecer os laboratórios farmacêuticos, que vão
ganhar mais dinheiro com a fabricação e venda de remédio e vacinas.

A
situação epidemiológica da gripe no mundo e no país é monitorada de
forma sistemática e real. O Brasil utiliza de Sistema de Vigilância
Sentinela de Influenza desde 2000. Atualmente com 62 unidades de saúde
responsáveis pela coleta de amostras e organização de dados
epidemiológicos agregados por semana epidemiológica (proporção de casos
suspeitos de síndrome gripal (SG) em relação ao total de atendimentos – %
SG). Este sistema possibilita também a identificação dos vírus
respiratórios que circulam no país, das novas cepas, o que contribuiu
incisivamente a identificação da situação epidemiológica da gripe
sazonal e pandêmica, assim como a adequação da vacina contra influenza
utilizada anualmente e neste momento da operacionalização da vacinação
contra a influenza pandêmica H1N1. O monitoramento por este sistema
identificou em 2009, que desde o surgimento da pandemia, aproximadamente
70% dos vírus respiratórios que causavam síndrome gripal era o vírus
influenza pandêmica (H1N1) 2009. Em alguns países este percentual chegou
até 100%. O simples surgimento de casos de gripe em varios países
causado por um novo vírus, já caracteriza a pandemia. Recomenda-se o
seguinte endereço www.saude.gov.br eletrônico para acesso aos dados
epidemiológicos referente à influenza no país.

A gripe é uma
paranóia difundida pela mídia e financiada pelos laboratórios.

Respondido
no item anterior.

A gripe Influenza H1N1 foi criada em
laboratório como o objetivo de gerar um genocídio.

Em 24 de
abril de 2009, sexta-feira, a Organização Mundial da Saúde (OMS)
notificou aos países membros a ocorrência de casos humanos de influenza
para um novo subtipo, à época denominado de A(H1N1) que vinham
ocorrendo, a partir de 15 de março, no México e nos Estados Unidos da
América (EUA). No dia 29 de abril de 2009, após a realização da terceira
reunião do Comitê de Emergência da OMS, conforme estabelecido no RSI
2005, a Diretora Geral da OMS, Dra. Margaret Chan, elevou o nível de
alerta da Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional
(ESPII) da fase 4 para fase 5. De acordo com a OMS, a fase 5 significa a
ocorrência de disseminação do vírus entre humanos com infecção no nível
comunitário em pelo menos dois países de uma mesma região da OMS (neste
caso as Américas). Desde 11 de junho, segundo a OMS, a pandemia passou à
fase 6, ou seja, já havia disseminação da infecção entre humanos, no
nível comunitário, ocorrendo em diferentes regiões do mundo. Esta
situação cumpria o critério para definição de pandemia estabelecida no
Regulamento Sanitário Internacional. A origem deste vírus já vinha sendo
detectada em casos isolados nos Estados Unidos, sem provocar epidemias
até então, portanto não se trata de uma criação em laboratórios. Todos
os fatos que ocorrem no Brasil e no mundo são minuciosamente
acompanhados por este Ministério, que vem se preparando para o
enfrentamento de uma segunda onda pandêmica desde 2009.

Anafilaxia,
reação alérgica potencialmente fatal, é uma reação adversa
pós-vacinação.

Anafilaxia é um evento raro que pode ocorrer
com o uso de várias substâncias ingeridas ou introduzidas por via
parenteral (muscular ou endovenosa) no corpo humano, incluindo
alimentos, remedios, vacinas, entre outros. Se caracteriza por uma
reação alérgica sistémica, severa e rápida a uma determinada substância,
se apresentando com diminuição da pressão arterial, taquicardia e
distúrbios gerais da circulação sanguínea, acompanhada ou não de edema
de glote. Pessoas que são altamente alérgicas a gema de ovo não podem
tomar vacinas que são produzidas a partir de gemas de ovos embrionários,
como a vacina contra a Febre amarela, gripe comum e influenza H1N1. Os
profissionais de saúde são capacitados para identificar essas pessoas
altamente alérgicas no momento em que procuram um posto de vacinação.


evidências da síndrome de Guillain-Barré em muitas pessoas que tomaram a
vacina nos outros países do mundo.

Não existe esta
evidência nos países que já realizaram ou estão vacinando contra a
influenza pandêmica. A síndrome de Guillain Barré é um quadro
neurológico que tem etiologias diversas. Alguns países tem notificado a
ocorrência de casos dessa Sindrome à OMS após a vacinação, entretanto,
até o momento não foram relatados casos em que tenha sido estabelecida
uma associação de causa e efeito entre o uso da vacina e a sua
ocorrência.

Centenas de casos de paralisia dos nervos estão
sendo associadas a essa vacina. Até médicos já disseram que não vão
tomar.

Ver resposta acima.

A vacina contém traços
de neomicina.

Sim, a vacina produzida pelo Laboratório Sanofi
Pasteur. A neomicina é um antibiótico indicado para infecção bacteriana
provocada por estafilococos ou outros microorganismos susceptíveis a
este princípio ativo.

A vacina que venderam para o Brasil é
vacina encalhada.

Todas vacinas adquiridas pelo Brasil foram
compradas diretamente dos laboratórios produtores e por meio do Fundo
Rotatório da Organização Pan-Americana da Saúde – Opas/OMS. Em nenhum
momento, o país comprou ou recebeu doação de outro país. As negociações
de aquisição de imunobiológicos contra H1N1 foram realizadas em novembro
de 2009, quando não havia ainda aumento da oferta da vacina por baixa
utilização especialmente nos países da Europa e Asia.


evidências de má formação fetal em gestantes que tomaram a vacina.

A
vacina contra o vírus influenza pandêmico (H1N1) 2009 é segura e
indicada para a gestante em qualquer idade gestacional. Na vacinação
realizada no hemisfério norte não houve nenhum registro de má formação
fetal relacionada a vacina. Esta indicação foi ratificada pela Federação
Brasileira de Associações de Ginecologia e Obstetrícia – Febrasgo. Até o
momento, não há relato de ocorrência de nenhum prejuízo sequer para a
mãe e/ou para o feto.

Discussão - 72 comentários

  1. Liviane freitas disse:

    Boa noite! gostaria de saber porque criança com faixa etaria de 3 a 9 anos com comorbidades devem tomar 2 doses de 0,5ml, sendo que um adulto toma apenas 1 dose de 0,5ml??
    Atenciosamente;

  2. Karl disse:

    Isso é devido ao esquema de imunização proposto. Em crianças o sistema imunológico ainda não está maduro. As doses de reforço tem de ser aplicadas em vários tipos de vacina. Ver a MMR.

  3. GISELE disse:

    Boa Tarde! Gostaria de saber porque as crianças acima de 2 anos não vão tomar as vacinas, elas não são prioridades também, uma vez que o sistema imunológico destas não esta ainda maduro?

  4. Karl disse:

    A faixa etária acima de 2 anos não foi acometida significativamente na epidemia do ano passado por isso, essas crianças não são prioridade.

  5. Eunice Grando disse:

    Se uma criança (entre 4 e 9 anos) tomou a 1ª dose da vacina contra gripe A de 0,25 ml e tomar a 2ª de o,5 ficará imunizada? Por favor, preciso desta resposta c/urgência.
    Obrigada

  6. CLAUDIA disse:

    gOSTARIA DE SABER SE A VACINA SAZONAL CONTEM O MESMO ADJUVANTE DA VACINA DO H1N1.ESTOU COM SUSPEITA DE GRAVIDEZ DEVERIA TOMAR A SEM ADJUVANTE?

  7. Karl disse:

    Eunice. Mas que confusão é essa? Não consigo responder sem entender adequadamente o que aconteceu.
    Claudia. Muitas vacinas têm adjuvantes. Não há problema em se tomar vacinas estando grávida. Na dúvida consulte seu obstetra.

  8. claudia disse:

    Boa noite,agradeço pela resposta.Estou muito preocupada coma vacina,pois tenho muito receio da Sindrome de Guillan Barre.Conheci pessoas que já tiveram essa doença,e ao lêr a bula da vacina,li que assim como todos as vacinas sazonais ela pode dar essa sindrome.Vc poderia me tirar mais uma dúvida.No caso é o adjvante que poderia causar essa sindrome?Essa semana irei tomar a vacina,os meus filhos tomaram a vacina.O meu pequeno de 01 anos tomou 0,25 sem adjuvante,a minha filha que tem asma tomou 0,25 com adjuvante.Ele ficou gripadinho,ela como toma todo o ano a vacina sazonal não teve nenhuma reação.Eui e meu esposo tomamos tb todo os anos a vacina sazonal.Esperamos não sofrer reações.o caso essa vacina conem o mesmo adjuvante da vacina sazonal aplicada todos os anos no setor privado?Agradeço e parabenizo á vc por estar tirando nossas dúvidas e estar tendo paciência e responde las.

  9. luzia disse:

    gostaria de saber o que acontece se uma criança com 2 meses tomar a vacina H1N1o que poderar acontecer a mesm.

  10. Sérgio Coelho disse:

    Minha filha tem 13 anos e tem artrite reumatóide. Seu estado geral é bom. Todos os dias faz uso do medicamento REUQUINOL. Pergunto: por ser paciente crônico, ela pode tomar a vacina com segurança? Obrigado pelas informações.

  11. Claudiana disse:

    Sera que vc pode esclarecer uma duvida? O que pode acontecer se uma crianca menor de 2 anos tomar apenas a primeira dose da vacina H1N1? Obrigada.

  12. Rosineide disse:

    gostaria de saber, porque que na bula do H1N1 a dose de um fabricante está 0,5 ml em duas tomadas e em outro fabricante 0,25 ml em duas tomadas, isso para crianças acima de 4 anos?

  13. Karl disse:

    Pessoal. Mais informações sobre a sindrome de Guillain-Barré e sua relação com as vacinas pode ser encontrada aqui: o risco é MUITO baixo, mas existe. http://scienceblogs.com.br/eccemedicus/2009/04/gripe_suina.php#comment-1605164
    Luzia e Sérgio. A vacina é segura para esses casos.
    A pior coisa que pode acontecer se uma criança não tomar as duas doses é não ser imunizada, Claudiana. Além de correr o risco de pegar a gripe suína vai tomar uma injeção de graça.
    Rosineide. Vou pesquisar.

  14. Karl disse:

    Aqui estão as bulas das vacinas. Em um fabricante a dose é de 0,5 ml e em outro 0,25 ml para crianças. Isso é assim por recomendação dos fabricantes. Não tem truque nem sacanagem. Ninguém quer matar pessoas ou crianças.
    http://www.h1n1online.com/2010/03/bula-da-vacina.html

  15. Fabiana disse:

    meu filho tem doenca cronica i timou a dese, só que 0,25. depois fui informada que era 0,05. o que pode acontecer?

  16. Cristiane disse:

    Todos os anos tomo a vacina contra a gripe comum. Esse ano tomei a vacina contra o vírus H1N1. Fiquei sabendo que será vendida uma outra vacina que imunizará tanto pra a gripe comum quanto para a gripe suína. Devo tomar essa ou devo tomar agora só a vacina contra a gripe comum?

  17. Clicimar disse:

    Gostaria de saber se produziram uma vacina contra h1n1 para
    os alérgicos a ovos? E o que devemos fazer para tomá-la se tiver??

  18. claudia zambrana disse:

    Oi,
    Eu tomei a vacina de gripe A,com adjuvante,ontem.E estou me sentindo super bem.Não tive nenhuma reação.meus filhos tb já foram vacinados.
    Eu recomendo.

  19. Josiany disse:

    Estou gripada mas não tenho febre, posso tomar a vacina contra H1N1 mesmo assim?
    Obrigada

  20. Karl disse:

    @Fabiana. Fique tranquila e leve o menino para tomar a 2a dose após 30 dias.
    @Cristiane. Boa pergunta. É verdade o que vc disse. Eu acho que deveria tomar apenas a da gripe comum.
    @Clicimar. Veja esse post http://scienceblogs.com.br/eccemedicus/2010/03/e_tome_vacina.php
    @Claudia Zambrana. Obrigado pelo retorno, hehe. Ajude a divulgar essas informações.
    @Josiany. É sempre bom consultar um médico nessa situação.

  21. Edna Abel da Silva disse:

    Por favor , preciso de uma informação sou diabética, tenho anemia e ainda sofro com gorduras no figado e estou o tempo todo com gripe (gripe comum) gostaria de saber se mesmo com esses problemas e tomando varios tipos de remedios eu posso tomar a vacina contra h1n1 me repondam por favor preciso saber estou aflita!!!!!!!

  22. rachel disse:

    Oi, gostaria de saber quais sãos as reações adversas caso uma gestante seja vacinada com a vacina H1N1 com adjuvante.
    Obrigada!

  23. Oi, boa noite!
    Gostaria de saber quais sãos as possiveis reações adversas caso uma gestante seja vacinada com a vacina H1N1 com adjuvante. Obrigada!

  24. Naiara disse:

    Á problemas em tomar a vacina contra a H1N1 e a vacina da Febre Amarela juntas?

  25. edna santos vieira disse:

    o que acontece se uma criança de 08 anos tomar 0,5 de H1Nl ao envéis de 0,25 aguardo uma resposta

  26. Klaud.o disse:

    Se uma pessoa vacinada for atingida por um virus não contido na sua última imunização, o sistema imunológico poderá não reagir dando origem à uma gripe muito forte. Os riscos por introduzir no corpo várias substâncias, impossíveis de prever reações adversas em todos, não compensam por uma imunização preventiva.Apesar dos incomodos de gripes frequentes, isto mantem nosso organismo mais eficiente quanto à ação de seu sistema imunológico… Como tudo, o desuso reduz a eficiência… A melhor defesa é um organismo saudável, alimentação correta e uso do máximo de capacidades desenvolvidas com atividades naturais de forma a mantê-las. Alegria de viver, ocupação motivante e ingestão do máximo de produtos naturais possíveis trazem mais benefícios do que o uso de proteções artificiais excessivas, à nível mundial, sujeitas à grandes erros de apreciação. O claro exagero na mortalidade de novos virus, à título de precaução, não recomenda o uso das vacinações em massa… A mídia sempre evitou a comparação direta entre mortalidade da gripe normal e da h1n1 por períodos iguais de tempo tomadas em paralelo, em épocas iguais… Minimizou tambem a exposição de casos de contaminados, com saúde normal, que relataram menores reações do que às da gripe normal… As mortes, claramente acontecidas em uma maioria já com saúde debilitada por outros fatores, foram salientadas causando uma distorção na real letalidade da h1n1. A ânsia da mídia por se mostrar útil e justificar sua existência sem censura, restrições assim como a necessidade de assunto para preencher uma atividade em tempo integral, faz com que devamos aplicar suas informações de forma cautelosa.

  27. Karl disse:

    @Edna Silva. Vc pode tomar a vacina.
    @Rachel. Veja os novos posts.
    @Naiara. Não há muita informação a respeito dessa combinação. Melhor conversar com um médico da clínica de vacinação ou infectologista.
    @Edna Vieira. É a dose normal.
    @Klaud.o. Seu arrazoado anti-vacina vai de encontro aos quase 2 séculos e meio de vacinas na medicina (ver http://en.wikipedia.org/wiki/Edward_Jenner). Vai de encontro às centenas de milhões de seres humanos salvos pelo procedimento que vc levianamente condena. Os absurdos utilizados para justificar a não vacinação são primários e há muito tempo descartados pela ciência médica.
    Concordo entretanto, com seu ponto sobre a mortalidade. Não considero o Ecce Medicus uma mídia importante, mas tenho me debatido com a questão da mortalidade há um ano como pode ser visto aqui:
    http://scienceblogs.com.br/eccemedicus/2009/04/gripe_suina.php
    Aqui: http://scienceblogs.com.br/eccemedicus/2009/07/sobre_a_letalidade_da_gripe_su.php
    E aqui: http://scienceblogs.com.br/eccemedicus/2009/10/balanco_da_gripe_suina.php Para citar alguns.
    A gripe A H1N1 *NÃO* provocou apenas morte de pessoas com saúde debilitada como você alega irresponsavelmente. Foram centenas de pessoas jovens sem nenhum tipo de doença prévia. Faça um favor, Klaud.o, dê uma boa olhada nos posts do Ecce Medicus, no Rainha Vermelha (http://scienceblogs.com.br/rainha) e no Brontossauros (http://scienceblogs.com.br/brontossauros).
    Veja também o blog da Bireme: http://h1n1.influenza.bvsalud.org/php/index.php?lang=pt e o post do Ceticismo Aberto linkado acima. Obrigado.

  28. Maria disse:

    Meu filho tem 9 anos e tomou a meia dose da vacina H1N1, será preciso tomar a 2ª dose?

  29. odete disse:

    boa noite!
    Preciso tirar uma duvida, tenho 47 anos e tenho problemas de risco a gripe h1n1, ou seja estou no quadro de pessoas com doenças cronicas, a minha duvida é se posso tomar, sendo q no ano trazado tomei uma vacina contra febre amarela e passei muito mal, tive taquicardia e parei no hospital, por favor me esclareça quero tomar pq sei q é melhor pra mim…

  30. Ana disse:

    TRABALHO COMO MANICURE E TOMEI MINHA PRIMEIRA DOSE DA VACINA DA HEPATITE E A SEGUNDA DOSE CEICIDE COM A VACINA DA GRIPE A POSSO TOMAR AS DUAS DOSES JUNTAS?

  31. Fabiana Serrate disse:

    Boa tarde! Quero agradecer por todas as informações úteis e esclarecedoras que vem postando em seu blog sobre a H1N1.
    Se o Ministério da Saúde tivesse informado que a quantidade de mercúrio na vacina é menor que em uma porção de cação, não existiria metade dos boatos que rondam por aí. Eu sou gestante e sou alergia a mercúrio e iodo. Além das informações do blog, entrei em contato com o meu médico (que é alergista e conhece meu histórico) e ele também me tranquilizou sobre todos os boatos. Finalmente, mais de 2 meses depois que começou a campanha, amanhã tomarei a vacina. Muuuuito obrigada pelo excelente trabalho!

  32. Karl disse:

    @Maria. Sim.
    @Odete. As vacinas são diferentes e o fato de vc ter passado mal com uma não quer dizer que vá passar mal com a outra. O contrário também é verdadeiro. Se vc tem fatores de risco, siga a recomendação.
    @Ana. Pode procurar orientações no posto onde as vacinas serão aplicadas. Eu não vejo problema.
    @Fabiana. Obrigado. Ajude a divulgar essas informações (e o blog também, hehe).

  33. Danielly Iany disse:

    Boa noite, gostaria de saber se tem problema se a pessoa não saber que esta gravida,e se tiver gravida sem saber. É perigo mal formação do feto, se a pessoa tomar a vacina H1N1 para pessoas normais, e não para gravidas.

  34. flavia disse:

    ToméI A vacina H1N1 DA E DEPOIS DE 4 DIAS DA GRIPE A vacina sazonal ToméI, POSSO TER PROBLEMA Algum? DEPOIS QUE ME ToméI Tinha Disseram QUE UM TER QUE ESPERADO DE PRAZO NO MÍNIMO 15 DIAS E VERDADE?

  35. Paula disse:

    Esqueci de levar minha filha de 1 ano e 1 mes para tomar a 2° dose da vacina H1N1 ainda tá em tempo de levar… ou nao posso leva – la?

  36. Wania disse:

    O que acontece se um adulto tomar duas doses da vacina H1N1?

  37. Armeli disse:

    Fui tomar as vacinas h1n1 e contra a gripe para idosos e me aplicaram somente uma injeçao. Indaguei se não eram duas e me informaram que era 2em 1. Está correto?
    grato.
    Armeli

  38. Karl disse:

    Danielly. A vacina é segura para grávidas em qualquer idade gestacional.
    Flávia. Não entendi bem seu comentário, mas as vacinas podem ser tomadas simultaneamente.
    Paula. Acho bom consultar o pediatra da menina.
    Wania. A rigor, nada. Pode ter efeitos colaterais de novo, no máximo.
    Armeli. Sugiro que vc volte ao posto e pergunte qual a vacina que lhe foi aplicada. Eu sei que as trivalentes (2 cepas de gripe sazonal + H1N1) estão chegando.

  39. RODRIGO disse:

    Estou cansado e apenas vou colocar um pensamento porque nunca foram mencionadas pelo ministério da saúde e imprensa as inumeras reações adversas que esta vacina tem e estão previstas disponiveis no link http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/prot_de_vig_epi_e_adventos_adversos_pos_vac.pdf
    Minha esposa passou oito dias numa (uti) e outros no quarto e não sabemos quanto tempo vai levar sua recuperação… voltar a caminhar normalmente estou postando pois o minimo que quero e que as pessoas tenham dissernimento para decidir entre tomar ou não. Não somos extremistas nem temos ideologias politicas apenas somos vítimas de uma vacina que destruiu nossas vidas em pensar que estavamos inclinados a comprar para nossa filha de oito anos essa maldita vacina impulcionado pelo maciço apelo do governo e midia que a mesma só traz beneficios.

  40. Girlene Reis disse:

    Olá Gostaria de saber as consequencias de tomar a vacina h1n1 e consumir alcool nas horas seguintes.Foi o que aconteceu comigo! também goataria de saber se pelo fato de ter ingerido alcool devo tomar nova dose? é perigoso tomar duas doses?

  41. rose disse:

    OI, Tomei a vacina no sábado, pois sou hipertensa, mas confesso que me arrependi, pois estou com dor no braço todo e muitas dores no corpo, dor de cabeça, e mal estar, será que todo esse desconforto é normal?

  42. Flávia disse:

    Boa noite!!
    Adorei seus textos sobre a vacina contra a H1N1. Informo a todos que meu sogro, com 91 anos, tomou a vacina e nada teve de reação adversa. Aliás, disse que nem parecia ter tomado a vacina…
    O povo tá muito desinformado.
    Obrigada.

  43. melissa disse:

    por favor o que faço meu filho de 5 anos tomou primeira dose H1N1 0,025ML onde teria TOMAR 0,050ML E A SEGUNDA ??
    SERÁ SE EU APLICAR 0,50 AGORA ELE FICA IMUNE

  44. Cassandra disse:

    Minha filha de 6 anos tomou a vacina H1N1 e acredito que tenha sido de 0,5ml. Eu sei que ela tem que tomar a 2a dose, entretanto, entrei no link acima mencionado e vi que existem diversos tipos diferentes de vacinas. Gostaria de saber se existe alguma contra-indicação de que se tome uma vacina do tipo 0,5 ml e outra de outro tipo de 0,25ml… já que nao sei qual exatamente a que ela tomou.

  45. dalmi disse:

    Minha neta já tomou todas as vacinas do calendário oficial, inda mais as contra febre amarela, meningite.Não tínhamos na época as informações que hoje temos.Não tinhamos tantas preocupaçoes como hoje.Que essas vacinas aplicadas no passado tem em comum com a H1N1 e e a da gripe comum?

  46. Karl disse:

    @Rodrigo. Vc postou uma cópia de comentários que estão cursando na internet. Por favor, coloque provas reais do que aconteceu de fato e tentaremos ajudar.
    @Girlene. Ver o post sobre o álcool.
    @rose. É normal.
    @flávia. Obrigado. Ajude a divulgar esses textos.
    @cassandra, @melissa e @dalmi. Acho que uma consulta com o pediatra seria interessante.

  47. Liliane disse:

    Olá, meu namorado e eu tomamos a vacina contra Meningite C semana passada, e preciso tomar a da H1N1, ele ja tomou(poucos dias antes da meningite C). Gostaria de saber se tem algum problema (se anula o efeito ou coisa do tipo) se tomar as duas em intervalos recentes?
    Nos ajude por favor, Obrigada.

  48. ricardo disse:

    Por favor dar uma olhada neste link, eu ja tomei a vacina, mas agora tenho medo de ter algum problema futuramente, veja o link. obigado!

  49. Flavia disse:

    Há uns 10 anos fiz um tesde de alergia daquele que cola uma placa nas costas e uma das alergias apresentadas foi contra a neomicina, e de fato fico empolada no local aplicado se utilizar o medicamento Oncilon am creme (uso topico) que na bula diz conter neomicina base (como sulfato) 2,5 mg. Por isso goataria de saber se eu teria problemas em tomar a vacina H1N1? Agradeceria sua resposta. Obrigada.

  50. Emanuel disse:

    Minha esposa tomou a vacina H1N1, não lembro o tempo cronológico, mas ela apresentou um chiado no peito,muita tosse e quando fez o exame de sangue, os leucócitos estavam muito alterado.Pergunto:A alteração dos leucócitos e o chiado foram em função da vacina?Ou apenas a alteração dos leucócitos?

  51. Arthur disse:

    “O simples surgimento de casos de gripe em varios países causado por um novo vírus, já caracteriza a pandemia.”
    “Uma pandemia (do grego παν [pan = tudo/ todo(s)] + δήμος [demos = povo]) é uma epidemia de doença infecciosa que se espalha entre a população localizada em uma grande região geográfica como, por exemplo, um continente, ou mesmo o planeta.” (Wikipédia)
    ???
    Não faz sentido.

  52. João Bosco disse:

    Tenho 36 anos e tomei duas doses da H1N1, gostaria de saber o que poderá acontecer comigo??

  53. marilia disse:

    quanto tempo ficamos imune, após a vacina da h1n1, tenho que tomar o ano que vem?

  54. CARLA disse:

    Gostaria de saber se a vacina provoca um falso resultado de aids? Na verdade estou muito preocupada, pois toda minha família tomou a vacina.

  55. Karl disse:

    Carla. Sim. O ministério da Saúde divulgou em nota que algumas pessoas que fizeram o teste para detecção do HIV após tomarem a vacina, tiveram o resultado falso positivo. Isso ocorre devido ao estímulo imunológico produzido pela vacina e pela alta sensibilidade do teste. Não quer dizer, absolutamente, que a pessoa está com AIDS! É um erro do teste que chamamos de falso positivo. Obrigado pela pergunta.

  56. hueder disse:

    eu fui contratado pela prefeitura de imperatriz,pra trabalhar nos tres meses da campanha h1n1,,onde acaba dia 02 de junho..e ainda nao recebi meu dinheiro pela prefeitura..eles disseram que esse dinheiro passado pela ministerio e demorado,,eu e mais tres pessoas fomos contratados,,e ate agora nao recebemos….gostaria de saber quando que é repassado esse dinheiro pro municipio pra poderem pagar as pessoas que foram contratadas pra trabalhar na campanha h1n1…
    espero que me ajudem de alguma maneira,,e muito obrigado..

  57. KELI disse:

    Tenho anemia, posso tomar a vacina? meu filho de 3anos tomou a 1°dose da vacina tem mais 30dias, ele vai ter q tomar tudo de novo? ele tbm está tomando antibiótico devido a uma infecção d ouvido, ele pd tomar? tenho mais um bebe de 1ano q ainda ñ tomou nenhuma dose, ele está gripado, pd tomar a vacina mesmo assim?

  58. Rosangela disse:

    Gostaria de saber se posso tomar a substância ácido pipemídico, um dia após ter tomado a vacina H1N1, pois estou urinando muitas vezes e com um pouco de ardor, acho que é príncipio de uma infecção urinária.

  59. Maria Crystina A. disse:

    Olá, gostaria de saber se ingerimos bebidas alcóolicas, perde-se ou diminui o efeito da vacina,pois ela contém antibioticos, ou não afeta em nada ??

  60. Cristhianne disse:

    Oi… gostaria de saber se após tomar a vacina conta h1n1 a enzima amilase pode se manter persistentemente elevada… pois tomei a vacina em abril e logo após fiz uma dosagem e deu 207, um mês depois fiz de novo e deu 258..me ajudem!

  61. Karl disse:

    Cristhianne, várias situações podem elevar a amilase. Acho interessante procurar um bom clínico.

  62. Kátia disse:

    Boa Noite! Meu sobrinho de 7 anos tomou a 1a dose da vacina H1N1 na rede pública, porém a enfermeira marcou o retorno para tomar a 2a dose após 60 dias. Acho q ela erro. O q faço? Essa 1a dose ainda tem validade ou a vacinação foi perdida?

  63. Karl disse:

    Kátia, a vacinação ainda é válida, mas a taxa de imunização é menor. Vale uma consulta com o pediatra ou infectologista.

  64. cleusa de paula disse:

    gostaria de saber se crianças que estão tomando antibiótico podem tomar a vacina h1n1

  65. Elizabeth disse:

    Gostaria de saber se crianças que estão tomando antibiótico podem tomar a vacina h1n1, pois a campanha vai terminar dia 13/05, como faço se perder esse prazo minha filha tem 11 meses.

  66. JOZIEL disse:

    CRIANCAS MENORES DE 2 NOS TOMANDO ANTI-BIOTICO PODEM TOMAR A VACINA? SE NAO;QUAIS OS RISCOS?

  67. cris disse:

    minha filha quando tinha 9 meses tomou a 1º dose da h1n1. Quando levei no posto para tomar a 2º a mulher do posto disse que bebe não toma duas doses.Já passopu 5 meses.Gostaria de saber se ao dar a vacina em clinica particular é preciso dar apenas uma dose ou uma depois de 30 dias dar outra?Por favor enviar resposta para meu email.
    01/10/2011
    Obrigada

  68. Paulo disse:

    Eu tomei a vacina H1N1 e me causou Insulficiência Renal, caso alguém desejar saber mais sobre o assunto pode me adicionar no face, meu face e Paulo Honório Ferreira.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM