16 – Um breve comentário sobre o novo governo e energias renováveis

E aí pessoal.

Eu hoje quero trazer uma questão: como o governo enxerga as energias renováveis? Bem, esta parece uma pergunta obvia para algumas pessoas, e me arrisco a dizer que a maioria dos leitores deste blog tem uma visão deste tema. Porém, será que o ponto de vista de você que está lendo é o mesmo que o governo, responsável pela gestão destas energias renováveis?

Feito o questionamento, vamos para a noticia de hoje.

O estudo de fim de subsídios para energias renováveis

O governo de Jair Bolsonaro, no qual se iniciou em 2019, começou com várias novidades no cenário político. Dentre as relacionadas ao cenário energético, se destaca o estudo de fim dos subsídios para energias mais verdes (1). Segundo o ministro da fazenda, as fontes já são competitivas, podendo ser revisto estes subsídios. Importante ressaltar que esta notícia já havia sido prevista pelo Diário do Transporte (3), segundo os documentos que foram entregues ao presidente.

Isto me fez lembrar de uma outra notícia que tinha visto anteriormente e irei compartilha-la neste texto, correspondente ao Valor Econômico (2). Este texto demonstra que o motivo de quererem impedir o mercado de energia solar é por este estar causando modificações no mercado atual. Em outras palavras, o motivo estaria ligado com interesses de distribuidoras, que são beneficiadas com o modelo atual.

“O motivo é financeiro: ao empoderar os consumidores, tornando-os produtores ativos de sua própria energia renovável e mais independentes, a geração distribuída solar fotovoltaica ameaça as receitas e lucros de distribuidoras que não se adaptarem à nova realidade do mercado.”
Trecho retirado da notícia do Valor Econômico

O que se pode afirmar no momento é que há um conflito de interesses entre o mercado antigo e o moderno, sendo este incentivador para que as pessoas possam utilizar fontes renováveis. Ressaltando que isto também aborda questões ambientais, nas quais não serão abordadas neste texto.


Cabe ao governo saber qual lado ficará, ou se tentará agradar ambos os lados.

Obstáculos para as energias renováveis também envolvem política

Apesar das energias renováveis serem um grande avanço para o meio-ambiente, elas aparentemente entram em conflito com interesses políticos. Um exemplo são as notícias de hoje que foram demonstradas. Além dos conflitos políticos, tem os políticos, os ambientais, dentre outros.

Considero este texto uma mensagem para aqueles que defendem energias renováveis, de forma que os obstáculos de implementação aumentem ou diminuem conformem o governo. A princípio, tendem a aumentar, mas só o tempo dirá no futuro. Em breve, mais capítulos sobre estas questões de governo e energia. O texto sobre Belo Monte é um exemplo disto.

Tenham um bom dia.

Referências Bibliográficas:

(1) BECK, M.; VENTURA, M. Ministério da Fazenda defende fim de subsídios para energia eólica e solar. Disponível em: <https://oglobo.globo.com/economia/ministerio-da-fazenda-defende-fim-de-subsidios-para-energia-eolica-solar-23303374>. Acesso em: 14 jan. 2019.

(2) KOLOSZUK, R.; SAUAIA, R. Por que querem impedir o crescimento da energia solar? Disponível em: <https://www.valor.com.br/opiniao/5976007/por-que-querem-impedir-o-crescimento-da-energia-solar>. Acesso em: 14 jan. 2019.

(3) PELEGI, A. Bolsonaro poderá acabar com subsídios para projetos de energia solar e eólica. Disponível em: <https://diariodotransporte.com.br/2018/12/13/bolsonaro-podera-acabar-com-subsidios-para-projetos-de-energia-solar-e-eolica/>. Acesso em: 14 jan. 2019.

Rafael Henrique

Sou graduado em Engenharia de Energia pela PUC Minas. Recentemente, concluí o mestrado em Planejamento de Sistemas Energéticos pela UNICAMP. Decidi dar inicio a este blog, com o intuito de abrir o espaço de divulgação científica relacionado a energia e seus temas relacionados.

Você pode gostar...

5 Resultados

  1. luis henrique do nascimento correa disse:

    Ola Rafael,
    Parabéns pelo Blog, vc faz um excelente trabalho!

  2. Juliana Pereira disse:

    Justo o que eu procurava sobre projetos energia solar. Muito obrigada!

  1. 1 de abril de 2019

    […] político muito grande para esta geração de energia. Um outro texto deste blog fala deste interesse político em especificas fontes de energia, mesmo que signifique ignorar […]

  2. 15 de maio de 2019

    […] político muito grande para esta geração de energia. Um outro texto deste blog fala deste interesse político em especificas fontes de energia, mesmo que signifique ignorar […]

  3. 9 de agosto de 2019

    […] Em outras palavras, a pesquisa foi feita já com um viés de atacar o uso dos carros elétricos, por interesse próprio. Este interesse é comentado no texto 16. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *