33 – Agricultura e energia: introdução

Vocês já devem ter ouvido falar da biomassa, correto? Ela foi introduzida durante o Texto 2. Ela é qualquer matéria-prima de fonte vegetal e/ou animal a qual pode ser convertida em energia. Porém, além desses insumos serem utilizados para geração de energia, eles podem ser utilizados de outras maneiras.

Um exemplo é a soja, cujo óleo pode ser utilizado para ser transformado em biodiesel, ou utilizado na indústria alimentícia. Outro exemplo é a cana-de-açúcar, que serve de insumo para a fabricação da cachaça, ou do etanol (combustível).

Porém, você já parou pra pensar em como atender ambas as demandas? Tanto a demanda de energia quanto a outra demanda? Isso é uma das propostas de um planejamento energético, a qual é o manejo destes recursos de forma a atender ambas as demandas. Em outras palavras, atender tanto o setor energético quanto o outro setor sem prejudicar e economia e seus consumidores.

Eu recentemente conclui meu mestrado na Unicamp, cujo tema foi essa questão. No meu caso, foi uma sugestão de comercialização da soja e dos seus subprodutos, dentre eles o biodiesel. Como metodologia, utilizei os conceitos de programação linear para esse trabalho, que é um método científico de tomada de decisões. Conforme o nome, é “pesquisa sobre operações”. Ou seja, consiste na caracterização de um sistema com o auxílio de um modelo.

Como você organizaria essas demandas, caso esteja trabalhando com biodiesel? Esse é um texto introdutório sobre alguns aspectos que aprendi durante a elaboração da dissertação. Nos próximos textos abordarei mais aspectos ambientais e sociais da minha dissertação, em especial os debates que podem ser formados.

Rafael Henrique

Sou graduado em Engenharia de Energia pela PUC Minas. Recentemente, concluí o mestrado em Planejamento de Sistemas Energéticos pela UNICAMP. Decidi dar inicio a este blog, com o intuito de abrir o espaço de divulgação científica relacionado a energia e seus temas relacionados.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *