37 – Propostas futuras para a COP

Você com certeza gostaria de viver em um mundo melhor, correto? Porém, muitas vezes se você tiver esse pensamento, será considerado como um inimigo a ser destruído, ou um comunista.

E porque começar o texto com essa frase? Nesse texto irei abordar a respeitos dos países que se reúnem para discutir e chegar a um comum acordo, de forma a buscar um mundo melhor. Ou aparentam esse objetivo para fins econômicos, se você quiser interpretar desta forma.

Mais especificamente, essas reuniões visam o combate ao aquecimento global, o qual foi abordado brevemente no texto do Corsola desse mesmo blog.

COP25 Time for action is now IMG_4117 | Tome for action is n… | Flickr

COP 25

Em 2019, ocorreu a Conferência das Partes (COP) 25 em Madri. Assim como as COPs anteriores, ela teve como objetivo encontrar um comum acordo entre os países para a redução de carbono, de forma a evitar o agravamento do aquecimento global.

Porém, a reunião não foi muito efetiva, sendo que varias pautas precisaram ser adiadas para a vigésima sexta edição da COP (COP 26), como os mercados de carbono, sendo este importante para o cenário energético.

O Brasil, desta vez, ficou ao lado de países como Estados Unidos, Índia e China em oposição a metas mais ambiciosas para a redução de gases de efeito estufa. Inclusive, o Brasil tentou retirar dois parágrafos em relação ao uso dos oceanos e do solo, porém precisou recuar devido a pressão dos demais países [1][2][3].

COP 25 e a solução no campo energético

Após a discussão no tópico anterior, deve ter percebido que é uma tarefa muito árdua um comum acordo entre os países para a redução do aquecimento global, sendo que alguns dificultam um consenso, enquanto outros auxiliam. Tanto que essa dificuldade no consenso é relacionada com a questão dos interesses próprios, abordado no meu blog no texto 16.

Propostas que podem ser discutidas nas futuras COPs

No âmbito da energia, uma redução do aquecimento global seria o incentivo a energias mais renováveis. Porém, da mesma forma que essas podem ser incentivadas, também deve ser incentivado o aumento da eficiência energética. Aumentando a eficiência energética[4] em vários sistemas energéticos, é possível utilizar menos recursos para gerar a mesma quantidade de energia caso seja utilizada uma quantidade maior deles.

Da mesma forma que pode ser discutido um aumento da eficiência exergética na geração de energia. Tanto que já existem discussões no âmbito ambiental para o aumento dessa eficiência exergética, como o trabalho de KRAHL (2010)[5].

Em outras palavras, qualquer solução energética (que pode ser debatida na COP) deve ir além do uso de fontes de energias renováveis.

File:Generic Energy Transformation2.jpg - Wikipedia

Referências

[1] COP 25: veja repercussão do acordo que adiou para 2020 decisões sobre combate ao aquecimento global, G1, disponível em: <https://g1.globo.com/natureza/noticia/2019/12/15/cop-25-veja-repercussao-do-acordo-que-adiou-para-2020-decisoes-sobre-combate-ao-aquecimento-global.ghtml>, acesso em: 12 fev. 2020.

[2] MCGRATH, Matt, Cop-25: Brasil tenta bloquear acordo, mas discussões terminam em compromisso por metas mais rigorosas, BBC Brasil, disponível em: <https://www.bbc.com/portuguese/internacional-50800984>, acesso em: 12 fev. 2020.

[3] Dez pontos principais do documento final da COP25, DW, disponível em: <https://www.dw.com/pt-br/dez-pontos-principais-do-documento-final-da-cop25/a-51684882>, acesso em: 12 fev. 2020.

[4] Eficiência Energética, EPE – Empresa de Pesquisa Energética, disponível em: <http://www.epe.gov.br/pt/abcdenergia/eficiencia-energetica>, acesso em: 12 fev. 2020.

[5] KRAHL, Ilê Maria; PINTO, Marco Aurélio Cabral, Indicadores de sustentabilidade baseados em exergia e sua relação com gestão ambiental, VI Congresso Nacional de Eficiência em Gestão, p. 1–21, 2010.

Rafael Henrique

Sou graduado em Engenharia de Energia pela PUC Minas. Recentemente, concluí o mestrado em Planejamento de Sistemas Energéticos pela UNICAMP. Decidi dar inicio a este blog, com o intuito de abrir o espaço de divulgação científica relacionado a energia e seus temas relacionados.

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. clara marina de sena gil disse:

    muito top essa ideia de vcs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *