48 – A importância das árvores no cenário energético

Recentemente (no segundo semestre de 2020), o Brasil passa por uma onda de calor[1], cujas temperaturas nas cidades estão mais altas do que de costuma. Tal onda de calor podem ter relação com as queimadas[2] (idem desmatamento).

Desta forma, considerando o desmatamento no Brasil, idem o aumento do calor, já é possível imaginar um cenário em que estejamos transformando lentamente nossas florestas em desertos quentes. Inclusive, já é indicado sinais de desertificação no Pantanal[3]. Ou seja, sem árvores.

*Caso tenha curiosidade, há um texto no nosso blog sobre ilhas de calor, cujas razões tem a ver também com o tema deste texto (árvores).

Importância das árvores

As arvores são essenciais tanto para o meio-ambiente, quanto para a nossa existência. Caso elas não existissem, os seguintes fatores ocorreriam[4][5]:

– Extinção de biodiversidade

– Aquecimento do planeta (as árvores ajudam no resfriamento da superfície através de sua sombra)

– Aumento da pobreza para pessoas que dependem das florestas para sobrevivência

– Prejuízos a saúde, pois as árvores ajudam a remover as impurezas do ar

– Impacto cultural

– Redução de chuvas

– Erosão do solo

Desta forma, é inegável a importância das árvores na nossa sociedade. A preservação das mesmas é essencial até para um mundo mais sustentável. Mesmo assim, muitas pessoas não entendem a sua importância. Porém, há mais importâncias não citadas das árvores, em especial na pesquisa energética.

Futuro das árvores e novas tecnologias

Ainda está sendo estudada uma possibilidade de geração de energia elétrica através das árvores. Pesquisadores da China, Itália e Japão estão desenvolvendo a utilização do efeito triboéletrico na folhagem das plantas. Tal fenômeno ocorre quando certos materiais são atritados e depois separados, gerando energia elétrica. Ou seja, as folhas carregadas positivamente descarregam energia quando entram em contato com o tronco ou com outro material carregado. Logo, técnicas dentro da Engenharia Genética são utilizadas para este aproveitamento da energia. Porém, há uma questão da ética em relação ao uso ou não da árvore como fonte de energia[6].

Além da árvore natural, temos as árvores solares e as árvores eólicas. As árvores solares são mini-usinas de energia solar, cuja estrutura é similar a de uma árvore. Tal objetivo é aumentar a eficiência energética gerada pela energia do sol[7][8]. As árvores eólicas são arvores que utilizam da brisa do vento para a geração de energia elétrica. Logo, elas conseguem gerar energia com velocidades de ventos abaixo das torres eólicas convencionais[9][10]. Em outras palavras, tais arvores artificiais são inspiradas nas árvores reais.

Logo, as árvores inspiram ideias no cenário energético, mesmo sendo reais ou não. Até mesmo ajudam na construção de um cenário energético com pouco desmatamento, graças a sua importância na natureza.

Conclusão

Esses são exemplos da tecnologia para o uso de árvores (mesmo não orgânicas) no cenário energético. De fato, não são importantes quanto as razões principais citadas. Mas será que se as árvores e a natureza fossem vista como uma parceira no avanço tecnológico, tal visão seria mudada?

Até a próxima.

Referências

[1] Onda de calor continua e Inmet alerta para risco de morte em parte do Brasil, G1 – Globo, disponível em: <https://g1.globo.com/natureza/noticia/2020/10/06/onda-de-calor-continua-e-inmet-alerta-para-risco-de-morte-em-parte-do-brasil.ghtml>, acesso em: 8 out. 2020.

[2] TEÓFILO, Sarah, Após anos de diminuição, Brasil volta a perder controle do desmatamento, Estado de Minas Nacional, disponível em: <https://www.em.com.br/app/noticia/nacional/2020/09/21/interna_nacional,1187314/apos-anos-de-diminuicao-brasil-volta-perder-controle-do-desmatamento.shtml>, acesso em: 8 out. 2020.

[3] O inferno na terra, IstoÉ, disponível em: <https://istoe.com.br/o-inferno-na-terra/>, acesso em: 8 out. 2020.

[4] NUWER, Rachel, O que aconteceria se todas as árvores do mundo desaparecessem?, BBC News, disponível em: <https://www.bbc.com/portuguese/vert-fut-49803459>, acesso em: 8 out. 2020.

[5] VOAK, Hannah, A world without trees, Science in School, disponível em: <https://www.scienceinschool.org/content/world-without-trees>, acesso em: 8 out. 2020.

[6] BLUME, Juliana, Árvores têm potencial para serem geradoras de eletricidade para nossas cidades, Hypescience, disponível em: <https://hypescience.com/pesquisadores-criam-tecnologia-para-transformar-arvores-em-geradores-de-energia/>, acesso em: 8 out. 2020.

[7] ÁRVORES SOLARES JÁ SÃO REALIDADE EM ECONOMIA DE ENERGIA DAS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS BRASILEIRAS, STROMBrasil, disponível em: <http://www.strombrasil.com.br/arvores-solares-ja-sao-realidade-em-economia-de-energia-das-instituicoes-publicas-brasileiras/>, acesso em: 8 out. 2020.

[8] Do you know what a solar tree is?, ENEL, disponível em: <https://www.enel.com.br/en-goias/media/news/d201806-solar-tree-energy-efficiency-goias.html>, acesso em: 8 out. 2020.

[9] A ÁRVORE QUE PRODUZ ENERGIA ELÉTRICA, ICD – Inovação, Competitividade e Design, disponível em: <https://www.ufrgs.br/icd/a-arvore-que-produz-energia-eletrica/>, acesso em: 8 out. 2020.

[10] WEI-HAAS, Maya, Are Artificial Trees the Future of Renewable Energy?, Smithsonian Magazine, disponível em: <https://www.smithsonianmag.com/innovation/are-artificial-trees-future-renewable-energy-180962235/>, acesso em: 8 out. 2020.

Rafael Henrique

Sou graduado em Engenharia de Energia pela PUC Minas. Recentemente, concluí o mestrado em Planejamento de Sistemas Energéticos pela UNICAMP. Decidi dar inicio a este blog, com o intuito de abrir o espaço de divulgação científica relacionado a energia e seus temas relacionados.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *