56 – Possível apagão em breve

E aí, pessoal?

Hoje vamos dar um breve comentário sobre a recente ameaça de apagão brasileiro, frente aos períodos de secas.

Secas e hidrelétricas

Devido ao enorme período de secas, há-se o risco de apagão. Pois como as hidrelétricas dependem das águas nos seus reservatórios, quanto menos água, menos energia será gerada. Há uma melhor explicação sobre estas energias na nossa serie de dimensionamento de fontes de energia, a qual também está inclusa a energia hidrelétrica.

Segundo Claudio Salles[1] do instituto Acende Brasil, devido a estas secas, poderá não haver energia suficiente no segundo semestre de 2021. Porém, a ONS[2] (Operador Nacional do Sistema Elétrico) nega esta possibilidade, apesar de concordar com a crise no setor hídrico. Ambos concordam que o nível de reservatórios no Brasil em 2021 é o pior na série histórica até então que o texto é publicado.

Desta forma, devido ao provável apagão, será necessário recorrer as termelétricas. Consequentemente, a conta de luz irá ficar mais cara, já que estas estão sendo acionadas. Tais medidas já foram postas em prática[3]. É ate especulado a procura por outras fontes, caso a energia das hidrelétricas brasileiras não voltem a produzir a energia esperada quando as usinas foram projetadas.

Inclusive, tal apagão era previsto[4], justamente pelo número crescente de desmatamento ocorrido na Amazônia, o qual afeta os rios e as nascentes. Consequentemente, as hidrelétricas foram afetadas, pois estes impactos reduzem as águas nestas usinas. Desde que o desmatamento aumentou no Brasil, as chuvas abaixo da média histórica aumentaram, segundo a reportagem da Conexão Planeta e dentre vários outros estudos não citados neste texto.

Comentários

Até então a publicação deste texto, o MME (Ministério de Minas e Energia) havia então anunciado um investimento em R$ 400 bilhões na atual matriz energética brasileira (no próprio Twitter da Secom).

Porém, isso vai ser o suficiente para as próximas crises? Continuar investindo nas mesmas fontes de energia (hidrelétricas e termelétricas), sendo que estas já estão atestando esse prejuízo graças as secas que o próprio governo causa? A usina de Belo Monte[5], por exemplo, já é bastante criticada pela sua construção e pode ser considerada inviável. E esta já causou danos severos socioambientais, além de não trazer o retorno prometido, e ainda agora com o período de seca agravado pelo próprio governo de 2018-2021.

Ou realmente buscar o investimento em novas fontes de energia, como a energia solar, se é que isso não esta sendo feito[6]?

É certo que se tivéssemos uma matriz energética mais diversificada, talvez não estaríamos nessa situação. Tanto que no nosso blog há vários textos de dimensionamento de fontes de energia para serem utilizadas.

Referências

[1] Corremos risco de apagão em horários de pico, diz presidente de instituto, UOL, disponível em: <https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2021/06/04/energia-eletrica-apagao-racionamento-claudio-sales-instituto-acende-brasil.htm>, acesso em: 4 jun. 2021.

[2] AGÊNCIABRASIL, Apesar de crise hídrica, Brasil não corre risco de apagão em 2021, diz ONS, Canal Rural, disponível em: <https://www.canalrural.com.br/noticias/crise-hidrica-brasil-risco-apagao/>, acesso em: 8 jun. 2021.

[3] PAMPLONA, Nicola; WIZIACK, Julio, Seca reduz água nas usinas, e custo para evitar apagão pode chegar a R$ 6 bi, UOL, disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2021/03/seca-reduz-agua-nas-usinas-e-custo-para-evitar-apagao-chegaria-a-r-6-bi.shtml>, acesso em: 8 jun. 2021.

[4] ZANON, Sibélia, Desmatamento na Amazônia seca o Brasil e pode levar agronegócio ao colapso, alerta relatório de órgão do governo, Conexão Planeta, disponível em: <https://conexaoplaneta.com.br/blog/desmatamento-na-amazonia-seca-o-brasil-e-pode-levar-agronegocio-ao-colapso-alerta-relatorio-de-orgao-do-governo/#fechar>, acesso em: 8 jun. 2020.

[5] HIGGINS, Tiffany, O elefante branco de Belo Monte: maior e mais cara hidrelétrica brasileira pode ser inviável, MONGABAY, disponível em: <https://brasil.mongabay.com/2020/02/o-elefante-branco-de-belo-monte-maior-e-mais-cara-hidreletrica-brasileira-pode-ser-inviavel/>, acesso em: 8 jun. 2021.

[6] PENANTE, Luciana, Apagão 2021: Brasil corre risco de novo racionamento de energia?, Tecmundo, disponível em: <https://www.tecmundo.com.br/ciencia/218505-apagao-2021-brasil-corre-risco-novo-racionamento-energia.htm>, acesso em: 8 jun. 2021.

Rafael Henrique

Sou graduado em Engenharia de Energia pela PUC Minas. Recentemente, concluí o mestrado em Planejamento de Sistemas Energéticos pela UNICAMP. Decidi dar inicio a este blog, com o intuito de abrir o espaço de divulgação científica relacionado a energia e seus temas relacionados.

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Penha disse:

    Muito boa a matéria, todos deveriam ler pra ver se toma mais consciência da crise que estamos vivendo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *