Efeito estufa e produção vegetal

Parece-me mais do que comprovada a realidade das mudanças climáticas globais causadas principalmente pela queima de combustíveis fósseis (petróleo, carvão mineral, gás). Na semana passada a NASA divulgou relatórios de pesquisa indicando claramente a ação humana como causa de aumentos de temperatura média no planeta. O que quero abordar aqui hoje são os possíveis efeitos do aumento da concentração de CO2 (gás carbônico) na atmosfera sobre a produção dos vegetais. Como já foi dito aqui antes, as plantas utilizam o gás carbônico na fotossíntese. Na verdade, todo o carbono presente em nossos corpos (e nós somos feitos quase exclusivamente de carbono) provem de uma forma ou de outra do CO2 que as plantas fixam durante a fotossíntese. Seria de se esperar que, como as plantas produzem seus tecidos (crescem) e nutrientes orgânicos a partir do gás carbônico, se houvesse mais carbono na atmosfera, apesar do efeito estufa, as plantas produziriam mais, o que é bom. As coisas não são tão simples. Primeiramente, nem todas as espécies vegetais realizam a fotossíntese exatamente da mesma forma, ou melhor, nem todas utilizam o CO2 igualmente. Há espécies que reutilizam o CO2 absorvido, há plantas que utilizam menos CO2 e há plantas que são menos eficientes na utilização do gás carbônico. Estas últimas, que incluem boa parte das culturas agrícolas e obviamente outras espécies, seriam potencialmente as mais beneficiadas com o aumento de CO2 atmosférico. Algumas pesquisas mostram que o aumento da concentração de gás carbônico pode aumentar a produção destas espécies. Mas nem só de gás carbônico vivem as plantas. Além deste gás e da água, elas precisam de uma série de outros nutrientes minerais, principalmente nitrogênio, fósforo, potássio, cálcio, magnésio, enxofre, ferro e alguns outros em menor quantidade, que tiram principalmente do solo. Se a quantidade de CO2 é aumentada mas a quantidade dos outros nutrientes continua a mesma, pode ainda haver maior produção, só que menor do que se houvesse também aumento dos outros nutrientes. Além disso, há um problema menos óbvio e mais perigoso. O principal elemento mineral utilizado pelas plantas é o nitrogênio. Com o aumento das concentrações de gás carbônico, as plantas podem não apenas produzir mais, mas também produzir substâncias com mais carbono em sua estrutura e menos nitrogênio, dificultando a decomposição pelos microrganismos quando este material chega ao solo. Alguns trabalhos de pesquisa têm observado também aumento na produção pelos vegetais de uma substância chamada lignina, componente da madeira, que é rica em fenóis, que são tóxicos aos microrganismos. Assim, no geral, o aumento nas concentrações de CO2 pode dificultar a decomposição da matéria orgânica do solo. Ora, isto não é bom, já que promove seqüestro do carbono? Em parte. Se a diminuição da decomposição da matéria orgânica do solo for muito drástica, os outros nutrientes minerais que estão presos nela não voltam ao solo, o que diminui sua fertilidade e afeta negativamente o crescimento vegetal. As coisas não são tão simples.

Discussão - 3 comentários

  1. Ederson Abacherli disse:

    Faço Geografia na Puc-Campinas, e adoro essas questões. Questão essa que põe em jogo a fala de muitos palestrantes da minha faculdade e outras, pois alguns pregam q quanto mais plantar, mas estaremos incorporando carbono. Isto é correto, mas pensando que a natureza vive em equilíbrio, fica claro que um dos lados saí prejudicado, pois as plantas, ou até nós mesmo, se consumirmos algo em excesso, ficaremos doentes ou insuficientes. Muito bom o artigo.

  2. maria jose lopes disse:

    sou estudante e gosto muito de alertar sobre oefeito estufa

  3. Missao Tanizaki disse:

    MAGNÉSIO & AGUAPÉ
    Prezados Cidadãos Brasileiros & Interessados pelo AGUAPÉ,
    A Equipe BR do AGUAPÉ, recentemente encontrou um Excelente Trabalho já informada aos nossos Principais Interessados pelo AGUAPÉ, onde demonstra a Importância do MAGNÉSIO na Produção Vegetal – o mesmo pode ser acessado pelo link que segue abaixo.
    http://www.google.com.br/url? … 9c4ir2-A&sig2=mYao0Vtcoc6LQda_CgPVpg&cad=rja
    Para aqueles que acreditam que os Produtos Agropecuários ORGÂNICOS são mais SAUDÁVEIS temos a informar que recebemos diariamente “News Letter” do “Mundo ORGÂNICO” e através deles percebemos que Pouca Importância estão dando a Adubação ORGÂNICA – estamos certos que isso pode representar Reflexos NEGATIVOS não distante e afetar os AVANÇOS da Agricultura ORGÂNICA uma vez que a maioria não percebem o “Calcanhar de Aquiles”.
    Quem apóia o Desenvolvimento SOCIAL & Econômico do BRASIL, de FATO, SUSTENTÁVEL, precisa estar atento para a QUESTÃO apontada quanto Adubação ORGÂNICA e entender que é Muito Importante estabelecer Novos Trabalhos, visando Preservar e/ou Melhorar a Qualidade dos Produtos ORGÂNICOS, com isso apresentamos abaixo alguns aspectos básicos que julgamos importantes.
    Sabemos que os Minerais são Solúveis na ÁGUA e por essa razão as CHUVAS, em excesso, LIXIVIAM os Solos das Áreas Rurais levando–os aos Recursos Hídricos (Sub–Solo, Áreas Alagadas, Rios e Mares), causando o Empobrecimento & Desequilíbrios em Micro / Macro– Nutrientes. Isso faz com que se recomendem periódicas Análises dos Solos Rurais.
    Sabe–se que o referido MAGNÉSIO é Mais SOLÚVEL que o CÁLCIO e por essa razão ocorre Expressiva Alteração na Importante Relação das Concentrações do Cálcio / Magnésio no Solo Rural – para o Mais Perfeito Desenvolvimento, Cada Espécie VIVA deve–se observar uma Relação Própria ou Específica que os Pesquisadores, ainda, não determinaram (Essa afirmação tem por base: há alguns trabalhos em que se afirma que o Cálcio e Magnésio atuam de Formas Antagônicas, mas na maioria dos Trabalhos Agronômicos, o Calcário, entre outros Minerais são utilizados/recomendados apenas para Correção do pH do SOLO).
    Para obter uma Vida SAÚDAVEL os Seres Humanos Adultos, também, devem manter o seu Organismo apresentando uma Relação Otimizada que é de 2:1 de Cálcio / Magnésio – essa informação pode ser encontrada na internet, realizando uma Busca com a Palavra Chave: “O Santo Remédio”.
    A Produtividade de cada Ser Vivo é uma função da sua SAÚDE que por sua vez depende da Qualidade Alimentar ou Nutricional – sem Doenças os Seres Vivos conseguem Desenvolver Bem Melhor e Resistir Melhor aos Ataques das Pragas / Doenças.
    Observação: caso necessitar de alguns esclarecimentos não deixe de apresentar suas MANIFESTAÇÕES.
    NOTA: “Quando Sonhamos SOZINHOS é só um SONHO, mas quando Sonhamos JUNTOS é o início de uma Nova Realidade” (D. Helder Câmara) – apresente as suas MANIFESTAÇÕES (Críticas, Sugestões, ETC.), utilizando o Endereço Eletrônico: missao.tanizaki@gmail.com, certo que muitos na Sociedade Brasileira, inclusive a Equipe BR do A G U A P É, te agradeçerão.
    LEMBRETE: um dia nos APOSENTAMOS dos Trabalhos que garantem o Pão Nosso de Cada Dia, mas muitos Trabalhos Nobres estão aguardando por nossa AJUDA – Desenvolver os referidos Trabalhos Nobres faz parte dos Nossos DEVERES / OBRIGAÇÕES NOBRES e são BÁSICOS para nos manter FELIZ no Dia a Dia ! ! ! ! ! !
    Um Abraço Fraterno aos Interessados pelo A G U A P É,
    MISSAO TANIZAKI
    Servidor Público Federal
    Bacharel em Química
    missao.tanizaki@gmail.com (Usual)
    missaotanizaki@yahoo.com.br (Alternativo)
    OSCIPE (*) – Equipe BR do A G U A P É
    TUDO POR UM BRASIL & MUNDO MELHOR

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Skip to content

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM