Introdução às interações de contaminantes em solos

 Caros leitores, dando continuidade aos tópicos sobre degradação química do solo procurarei especificar agora as formas mais comuns em que, de modo geral, os contaminantes são encontrados nos solos. Abaixo estão as descrições de cada uma delas.
1 – Solúveis em água
Os contaminantes presentes nessa forma podem estar livres ou como complexos orgânicos ou inorgânicos solúveis em água.
2 – Adsorvidos em sítios de troca da fração argila
Os contaminantes estão adsorvidos eletrostaticamente, ou seja, apenas por efeito de carga. Nesse caso as cargas negativas ou positivas da fração argila atraem as cargas opostas do contaminante mantendo-os adsorvidos . É uma reação reversível e estequiométrica. É reversível, pois os contaminantes podem ser trocados por outros de valência maior ou que mantém uma maior força iônica em solução. E é uma reação estequiométrica, cada carga do contaminante neutralizará uma outra do complexo de troca com sinal oposto.
3 – Adsorvidos especificamente
Nesse caso alguns contaminantes são retidos por minerais de argila, principalmente os óxidos de ferro, alumínio e manganês. A adsorção específica constitui a formação de grupos funcionais de superfície, complexos muito estáveis do tipo “inner -sphere”. Não existe, portanto, grupos funcionais aquosos interpostos entre a superfície dos óxidos e o contaminante em questão e a ligação formada tende à covalência. É uma forma de retenção muito mais estável que q adsorção eletrostática e, portanto, o contaminante é retido de maneira muito mais intensa. A ligação não é estequiométrica e tende à irreversibilidade.
4 – Adsorvidos ou complexados pela matéria orgânica
Inclui-se então os contaminantes adsorvidos e complexados nos resíduos de plantas, húmus e organismos vivos (biomassa do solo). Contaminantes com cargas positivas podem ser adsorvidos eletrostaticamente graças às cargas negativas existentes na matéria orgânica e à sua elevada superfície específica ou formar complexos com grupos funcionais carboxílicos, fenólicos ou alcoólicos.
5 – Precipitados como minerais insolúveis, incluindo os oclusos por óxidos
Alguns contaminantes podem se precipitar como minerais insolúveis (exemplo carbonatos) ou serem co-precipitados com a fração oxídica dos solos em condições ambientais específicas.

Discussão - 2 comentários

  1. Italo M. R. Guedes disse:

    Caro Pacheco,
    Excelentes seus últimos posts. Muito boa sua administração do blog. Agradeço-lhe por ter respondido os comentários em alguns posts meus, eu não faria melhor. Hoje estou em Viçosa, mas amanhã viajo novamente. Terça feira aparecerei por aqui e conversaremos. Bom trabalho.

  2. Carlos Pacheco disse:

    Grande Ítalo,
    Muito obrigado rapaz. Procurei fazer o melhor para que pudéssemos manter a qualidade do blog e na medida do possível aumentarmos nossos acessos. Apesar disso manter a qualidade dos seus posts não é fácil companheiro. Os dois últimos foram excelentes. Grande abraço.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM