Uma Aula

Por Elton Luiz Valente

Assisti hoje a uma aula memorável, digna da pós-graduação (aliás, todas as aulas deveriam ser assim, não só da pós-graduação). Foi ministrada pelo Professor Carlos Ernesto Schaefer, do Departamento de Solos da UFV. Durou cerca de 3 horas e meia, sem contar o intervalo para almoço. Cito o nome dele com a devida autorização.

A aula, evidentemente, é impossível de ser reproduzida aqui. O “pano de fundo” foram as adaptações do gênero Homo aos solos e à paisagem. Mas a discussão foi muito além deste que, por si só, é um assunto digno de uma cadeira própria na Academia. A abordagem do Professor começou lá na Gondwana e foi parar no Homo sapiens tecnologicus

Lembrei-me do Geófagos durante toda a explanação, principalmente quando o Professor disse uma frase abordando um assunto que nos é muito caro, a ciência agregada à razão e ao bom senso:

“O Darwinismo causa alergia à nossa mente conservadora. Sabemos mais do Velho Testamento e do Criacionismo do que da origem e evolução do homem. A educação religiosa é plausível, mas fazer a letra do Criacionismo ser a verdade absoluta é um absurdo.”

Quisera eu que todas as pessoas, indistintamente, pudessem comungar deste pão e deste vinho, na mesa da razão e do bom senso.

Discussão - 8 comentários

  1. João Carlos disse:

    Sabemos mais do Velho Testamento e do Criacionismo do que da origem e evolução do homem.

    Pudera! “Sobre as Origens das Espécies” tem ainda menos de 150 anos de publicação (e ninguém jamais foi obrigado a “acreditar” em Darwin ou ir para a fogueira…)

  2. manuel disse:

    “Quisera eu…,na mesa da razão e do bom senso.”
    20 valores pela frase,pelo que ela de vital encerra. Já,em tempos,tive o “atrevimento” de fazer a seguinte pergunta – Em que é que o evolucionismo apouca DEUS,ainda que Darwin fosse um ateu até à medula de todos os seus ossos,o negasse trinta vezes? Nadinha.Pobre Darwin,que já Lá está,trinta vezes perdoado,se alguma maldade ele fez,por querer ou por não querer.
    Alguma vez DEUS disse que a Evolução não estava(esteve,está,que para DEUS não há tempo)no seu PENSAMENTO? Não será maior a GRANDEZA de DEUS com tanta criatura? A variedade dela Os milhares de espécies. Os milhares de formas. Sempre a evoluirem,que a monotonia cansa.
    Nem precisaria disso. Bastava o Universo com todos esses milhões e mais milhões de galáxias e do mais que por aí vai ,por esse “infinito” espaço.
    E pronto. Desculpe a intromissão. Já me ia esquecendo do que não se pode esquecer. DEUS existe,tem de existir. Mesmo ao pobre pensar humano. Sem um assumir colectivo e o que isso implica,isto,qualquer dia,rebenta. Se isso não for possível,cá por coisas,DEUS intervirá,porque não quererá que a sua Terrazinha continue assim num desmoronar,num desfazer,num desentender permanente. Tem valido a SANTA PACiÊNCIA DE DEUS. Agora é que é. Saúde.

  3. Luiz Bento disse:

    Isso me lembra os argumentos de alguns neoateus. Dizem que o problema das religiões são os extremistas. Eles acham que são os moderados. Pois são os moderados que fazem com que tenhamos respeito pelas religiões e não tenhamos “cautela” em discutir coisas absurdas como o criacionismo, por “respeito” a fé alheia. Ainda segundo os neoateus, religião é como qualquer outro assunto. Política, futebol…porque não podemos discutir sobre este assunto como discutimos sobre os outros?
    Mesmo achando alguns neoateus um pouco extremistas, acho que o argumento citado acima merece pelo menos uma reflexão…

  4. Luiz Bento disse:

    Baita argumento para a existência de Deus. Agora sim !

  5. Senhores,
    Eu sempre refleti muito sobre essa necessidade demasiadamente humana da espiritualidade. Sinceramente não vejo isso como um defeito, antes poderia ser uma vantagem, no máximo é um efeito colateral da inteligência do Homo sapiens. O problema é o que o poder instituído, os poderosos e os espertinhos fizeram com isso ao longo da civilização.
    Li e ainda leio a Bíblia, é um excelente exemplo de capacidade criativa. Se pegarmos apenas os valores cristãos que estão ali nos quatro primeiros evangelhos do Novo Testamento, tão necessários a uma Civilização Sadia, e observarmos o que fez e faz a Santa Sé ao longo da história e o que andam fazendo os neo-pentecostais e seus agregados, aderentes, afins e correlatos, todos agindo “em nome do Senhor”, pensando em tudo isso e utilizando um mínimo de razão e bom senso, a conclusão é só uma: ou não existe Deus, ou ele está de férias faz muito tempo!

  6. manuel disse:

    Um esclarecimento e duas perguntas.
    O esclarecimento. Agora é que é,para terminar o arrasoado, que já ia,pelo menos,longo.
    As perguntas.A 1ª – Baita(o que é?). A 2ª- Agora sim! Sim,o quê?

  7. Prezado Manoel,
    Aguardei um pouco para ver se o Luiz Bento respondia suas perguntas. Como ele ainda não se manifestou, eu vou tentar respondê-las. Mas aguardamos a manifestação do Luiz, se ele achar necessário.
    Entendi perfeitamente que você usou a expressão “agora é que é” para finalizar o ‘arrazoado’ (nós chamamos de ‘comentário’) que, segundo sua avaliação, já estava um tanto longo.
    Quanto às suas perguntas:
    1) “Baita” é um adjetivo brasileiro que, neste contexto, pode significar ‘grande’, ou ‘consistente’.
    2) “Agora sim” é uma expressão idiomática brasileira. Funciona como uma interjeição que expressa um espanto ou uma admiração.

  8. manuel disse:

    Caro colega
    É que sou também agrónomo,mas só isso,ainda que tivesse feito uma passagem de uns escassos seis meses pela velha Albion,nos idos de 65,aprendendo mais umas coisas sobre “soil-plant relationships”. Os anos que já lá vão(lá me estou eu a alongar).
    Fico-lhe muito agradecido pelas respostas. Quer dizer:um argumento grande ou consistente,de causar espanto ou admiração(a mim,com a idade que tenho,já não me espanta nada;quanto a admirar,admiro as pessoas que ajudam os outros). Mas um argumento de quem? Se se aplicar ao que disso o manuel,o manuel não sabe onde se há-de meter,pois não se julgava com tanta capacidade. Mas não deve ser. Deve ser de uma outra pessoa. Qual?
    Aproveitando esta oportunidade que me dá,quero-lhe dizer o que penso sobre o que o Elton comentou no reply. Se DEUS existe,ELE estava lá nas situações que aponta. Como?,só ELE pode responder. Se não existir,temos que dizer como Voltaire-Se DEUS não existir,temos que o inventar,sob pena(agora sou eu) disto tudo,um dia,se escaqueirar.
    Desculpe o arrasoado(quero dizer,no que esteve para aqui a dizer um velho,que não queria ir desta para melhor sem ver um sorriso na CARA DE DEUS).
    Muita saúde e que seja um bom agrónomo.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM