Ciência e Psicologia: realidade ou ficção científica?

Isaac Asimov foi um cientista e professor de bioquímica que ficou mundialmente famoso pelos seus vários contos de ficção científica, sendo considerado um dos três melhores escritores do gênero, junto a Arthur Clarke (2001 – Uma Odisséia no Espaço) e Robert Heinlein (Tropas Estelares). Lendo seus contos, percebi uma certa fascinação do autor pelo comportamento dos organismos em geral.
Um de seus contos, “O Estilo Marciano“, publicado em 1952, conta a história de dois astronautas que viviam em uma colônia da Terra em Marte. Em um período de escassez de água (que era importada da Terra), o astronauta Long decide unir outros como ele para voar até Saturno e pega uma das milhares de pedras de gelo que compõem o seu anel. Era uma missão fantástica nunca antes realizada, principalmente pelo fato de que os humanos terrestres não conseguiam ficar mais de 6 meses no espaço sem sofrer consequências aversivas físicas e psicológicas.
Mas Long confiava no sucesso da missão por causa de um simples detalhe: os seres humanos terrestres não se adaptavam à longas viagens espaciais, mas ninguém garantia que essa regra também se aplicava aos humanos nascidos em Marte! Afinal de contas, Marte em si era como uma espaçonave: “…4.500 milhas de comprimento, e nela um cubículo ocupado por cinquenta mil pessoas. É tudo fechado em si mesmo, como numa nave. Respiramos ar enlatado, bebemos água enlatada, passamos a vida reciclando isso tudo. Aqui se comem as mesmas rações enlatadas que se come numa nave. Quando entramos numa nave de verdade, não achamos aquilo muito diferente do que experimentados a vida inteira. Podemos aguentar isso durante muitíssimo mais de um ano. É só querer“. Long pensou como um Behaviorista.
Mas este não foi o único conto que me chamou a atenção em Asimov. Em muitos ele questiona a aprendizagem operante de robôs (claro, não usando estes termos) e até aonde os comportamentos futuros (seja de humanos ou máquinas) podem ser previstos. Ele até mesmo chegou a inventar uma ciência fictícia chamada Psicohistória, onde através da observação e análise de comportamentos em grupos e análises matemáticas se previa com um certo grau de certeza futuros comportamentos de grupos. Quase uma Análise do Comportamento, tirando o fato de que para nós é mais fácil manipular o comportamento individual, e na Psico-História quanto mais pessoas envolvidas (bilhões e bilhões), mais confiável era a predição.
O comportamento humano sempre despertou a curiosidade das pessoas, e somente há pouco tempo têm sido estudado cientificamente (as primeiras leis não haviam sido descobertas a nem mesmo um século atrás) de modo que muitos ainda acham que tal ciência só existe na ficção. Dentro da psicologia é grande a luta para a divulgação da mesma como uma ciência, e ao ver cientistas de outras áreas imaginando como seria uma ciência do comportamento, me vem a seguinte pergunta: será que estamos divulgando para as pessoas certas? Não seria uma boa idéia procurar divulgar a Análise do Comportamento para estes outros cientistas, tendo-os assim como nossos aliados na divulgação popular?

Louco, eu?

Recebi por e-mail esta reportagem sobre a loucura da revista Super Interessante de maio de 2005, é um texto um pouco extenso mas bem legal, com certeza vale a pena a leitura:
http://super.abril.uol.com.br/superarquivo/2005/conteudo_63696.shtml

Psiquiatria: Sem Ciência, Sem Curas

Psiquiatras admitem a inexistência de testes científicos que comprovam doenças mentais e que não tem curas para estas “doenças”.

Carolina Bori

Carolina Bori falando sobre a criação do curso de psicologia na PUC-SP.

Skinner – Davidson Films

Um pouco sobre o filme que descreve as realizações da vida de B. F. Skinner e o conceito básico de resposta operante. Narrado por Um pouco sobre o filme que descreve as realizações da vida de B. F. Skinner e o conceito básico de resposta operante. Narrado por Murray Sidman.

A História da Psiquiatria

Trecho do documentário “Psychiatry: Industry of Death” sobre a história da psiquiatria.

Dr. Thomas Szasz e a psiquiatria

Dr. Thomas Szasz revelando alguns fatos sobre a prática psiquiatrica.

Psiquiatria: Indústria de morte

Introdução do filme entitulado “Psiquiatria: Indústria de Morte” mostrando algumas verdades sobre o campo psiquiátrico.

Skinner – Modelagem

Mais um pouco sobre a teoria de B. F. Skinner e o condicionamento operante.

O “Pequeno Albert” de Watson

Uma breve apresentação sobre o behaviorismo, Watson e seu experimento mundialmente conhecido como “Little Albert”.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM