Quente e frio: o amor bipolar

Vi no Mind Hacks que profissionais clínicos tendem a diagnosticar menos o Transtorno Bipolar quando a pessoa descreve ter se apaixonado recentemente, mesmo apresentando todos os padrões comportamentais necessários.
Do mesmo jeito que a Katy Perry descreve no seu último hit Hot N’ Cold (que com certeza você já ouviu por aí):
   ”You’re hot then you’re cold / Você está quente e está frio
   You’re yes then you’re no / Você é sim e é não
   You’re in and you’re out / Você está dentro e está fora
   You’re up and you’re down / Você está pra cima e está pra baixo
   Someone call the doctor / Alguém chame o médico
   Got a case of a love bipolar / Tenho um caso de amor bipolar”
É, pelo visto o diagnóstico não se aplica a ela… e outra, quem nunca viu casais brigarem e se reatarem milhares de vezes?
Link para o post no Mind Hacks.
Link para o artigo que originou o post.
Link para o clipe da música no Youtube.

Discussão - 2 comentários

  1. glau disse:

    Ainda bem que esse nao eh o meu caso ;P

  2. Will disse:

    De fato casais brigam milhares de vezes, embora eu creio que bipolares brigam “bilhões”… Post interessante e sucesso em seu mestrado.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM