Falando de sexo

20090330_sexualidade1.jpgDepois do final da última semana, só posso dizer que a Liga de Saúde Mental da UFG está de parabéns! O curso sobre sexualidade foi muito bom!
No primeiro dia, o Dr. Humberto Giglio chegou já quebrando estigmas, levantando questionamentos sobre o que é ser masculino e feminino. Pelo que percebi dividimos o mesmo ponto de vista: se agimos como homem ou mulher, é porque fomos ensinados a ser assim. Claro, não descartaremos fatores biológicos e hormonais, mas que a sociedade pesa muito, pesa. Quando um filho nasce, o pai não pensa em comprar uma boneca pra ele, nem em o levar para dançar ballet.
As outras palestras do dia, da Dra. Siomara e do Dr. Sylverson Porto, deram especial atenção à transsexualidade (não confundir com o travesti, que basicamente é o homem que se veste como mulher). O transsexual é aquele que não se identifica com seu gênero, como o homem que se sente como uma mulher presa em um corpo masculino, muitas vezes ficando extremamente desconfortável com sua própria genitália. As fotos do procedimento cirúrgico na mudança de sexo quase me tiraram o apetite pro coffee break!
20090330_sexualidade2.jpg
O segundo dia também foi ótimo, se não melhor! O grande destaque da noite foi o Dr. João Baptista de Alencastro que fazia toda a audiência rir de 2 em 2 minutos, mas sem deixar de mostrar um ótimo conteúdo (e ainda citou a terapia comportamental como um dos mais eficazes tratamentos nas disfunções sexuais, um viva para ele!). Citando o professor:

Sexo é bom, amor é ótimo, sexo com amor é excelente. Na realidade, nós é que complicamos esta equação lógica da natureza.

Já o Dr. Renato Posterli fechou o curso falando sobre preferências sexuais. Assim como eu disse por aqui que a fobia é adquirida com o tempo (ou aprendida, use o termo que preferir) e portanto somos capazes de adquirir fobia sobre virtualmente qualquer coisa, o mesmo também é válido para a preferência sexual. Não faltou assunto ao Dr. Renato, que falou sobre: anoxia, zoofilia, doolismo, exibicionismo, fetiche, podolatria, cleptolagnia, urolagnia, cropolagnia, riparofilia, gerontofilia, incesto, masoquismo, voyerismo, necrofilia, ninfomania, pedofilia, pigmalionismo, sadismo, sadomasoquismo, satiríase e frotteurismo (ufa).
Fecharei o post com um link para um ótimo blog sobre o assunto: o Sexpedia!

Discussão - 16 comentários

  1. Paula disse:

    “anoxia, zoofilia, doolismo, exibicionismo, fetiche, podolatria, cleptolagnia, urolagnia, cropolagnia, riparofilia, gerontofilia, incesto, masoquismo, voyerismo, necrofilia, ninfomania, pedofilia, pigmalionismo, sadismo, sadomasoquismo, satiríase e frotteurismo”
    A gente percebe que é sem graça quando não conhece ou pelo menos não liga “o nome a pessoa” em metade dessas coisas.
    Beijo

  2. Sentimo-nos mais encorajados quando as pessoas passam adiante informações úteis e mensagens de bem. Obrigado pelos comentários elogiosos sobre a abordagem do tema e desculpe-me pela “força” das imagens, mas como cirurgião plástico tentei associá-las ao procedimento para lembrar de toda complexidade que envolve o assunto. Coloco-me à disposição de todos!

  3. Felipe Epaminondas disse:

    Mas a “força” das imagens foi justamente o que mais me chamou atenção – em um nível positivo! Na psicologia não temos muito dessas informações, e é justamente isso que eu esperava ao assistir as apresentações do curso: conhecimentos novos que os médicos pudessem acrescentar!

  4. Seu blog não esta sendo atualizado no meu, a última postagem que aparece é o TDAH nas escolas.

  5. Rafael Maia disse:

    Acho muito interessante a discussão sobre a sexualidade na vida do ser humano. Contudo, podemos afirmar com convicção que a orientação sexual de cada um é por simples escolha ou fruto daquilo que foram expostos durante a sua criação?
    Concordo quando você afirma que o sexo é bom e deve ser feito com amor. Mas o que acontece quando alguém “ama” várias vezes em sua vida? Quantas pessoas não apresentam vidas vazias por relacionarem o sexo com o auge do amor!
    Penso que precisamos repensar sobre aquilo que significa amor!!

  6. douglas disse:

    tenho uma namorada pois quando fasso sexo com ela,quando ela esta quase gozando eu gozo primeiro que ela o que e isso??
    me da uma vondade maior que ela pois ai gozo primeiro e acaba ela nao gozando isso e normal??

  7. fudidao disse:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk cala a boca idiota

  8. luan douglas disse:

    sexo é muito bom,quando é feito por duas pessoas que se gostam,se amam de verdade,esse sexo sim é um sexo bom,porque ele é feito com carinho,com amor e é um sexo verdadeiro.

  9. jackson disse:

    tenho uma amiga, que já esta no seu segundo relacionamento, e ela me contou um segredo que eu fiquei muito curioso, ela não sente nenhum tipo de senssação ou de prazer na relação, é como se não estivesse acontecendo nada. será um problema psicológico ou dos parceiros??… me matem essa curiosidade…

  10. Jackson, provavelmente os dois fatores influenciam. Isso realmente pode acontecer e existe tratamento na terapia!

  11. rafael disse:

    é a camisinha que atrapalhar a sansação!
    abraço

  12. gisele disse:

    gostaria de saber na primeira relaçao sexual vc consegue fazer qualquer posiçao?

  13. bruno disse:

    o pênis tem que ter quanto de tamanho para a mulher perde a virgidade?(brigado)

  14. Denise Godoy disse:

    Virei sua fã, preciso saber se há entrevistas com transsexuais falando o que sentem sobre a sua situação, Preciso apresentar um trabalho sobre as emoções deles para a graduação de Serviço SOcial, URGENTE, obrigada.

  15. Junior disse:

    Na quinta-feira dia 5 de janeiro me aconteceu uma coisa horrível,eu broxei com a minha namorada, acho q foi a preocupação em sair td bem, e o garoto “morreu”, eu fiquei desesperado q ele não levantava, eu já tinha até desistido, mas fiquei ali deitado na cama com ela, fazendo carinhos, recebendo carinhos… E ai o garoto se levantou, e partiu para o ataque, foi bem rápido pq eu já estava atrasado para o trabalho, ela foi bem compreensiva comigo, mas mesmo assim eu fiquei mal com isso pq era a nossa primeira vez, era a primeira vez do casal entende??
    Eu nunca tinha feito de manhã, sei lá se isso ajudou tmb, ou foi só a preocupação…
    e o pior de tudo eh q eu tenho apenas 18 anos, e foi a primeira vez q isso aconteceu, e no sábado aconteceu de novo, acho q fiquei preocupado em acontecer novamente e aconteceu, eu não sei oq está acontecendo comigo, eu sinto atração por ela, mas dpois de quinta-feira eu não senti as mesmas vontades q eu tinha, alguém tem alguma opinião sobre oq pode estar acontecendo ??
    Eu até pensei em procurar ajuda mas eu tenho vergonha em falar sobre isso, e pela internet é bem mais fácil…

  16. adriana disse:

    oi so adriana so casada adoro sexo quem nao gosta ne

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Skip to content

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM