Morre, aos 100, Sidney Bijou

20090728_bijou.jpgUma coisa que costumo falar muito é do quanto subestimamos o poder da atenção social, e isso fica muito óbvio quando observamos crianças birrentas ou algum episódio de Supernanny, que por sua vez, não teria muitas técnicas para mostrar na televisão se não fosse pelo Sidney Bijou.
Nascido em 12 de novembro de 1908, Bijou chegou a trabalhar com o próprio B. F. Skinner nos anos 40 e percebeu que reforçar comportamentos desejáveis na criança com doces, abraços, elogios ou simples atenção trazia grandes resultados, principalmente naquelas crianças que não respondiam a punições ou terapias tradicionais – enquanto isso o comportamento indesejado era simplesmente ignorado ou, em casos mais extremos, resultavam em um simples “time out”, quase que um leve tempo de castigo.
Ele sempre foi contra o uso de procedimentos aversivos, e essas técnicas logo se espalharam para o tratamento de várias crianças difíceis como as com TDAH (numa época em que este diagnóstico nem existia) e principalmente as autistas, servindo de inspiração para O. Ivar Lovaas, referência na área, e ao Princeton Child Development Institute, que já mostrei em alguns vídeos aqui no blog.
Pode-se dizer que Bijou ajudou a definir o que hoje é visto como intervenção padrão para crianças com diversos problemas de aprendizagem. Ele teve um ataque e faleceu enquanto trocava de roupa no dia 11 de junho em sua residência em Santa Barbara.
Obituário no New York Times: link
Página Oficial Sidney W. Bijou: link

Discussão - 1 comentário

  1. Poxa vida, é uma pena que este não seja um teórico para o qual se dê a devida atenção. Para ser sincero, não me lembro de ter ouvido (ou lido) o nome dele anteriormente, embora o método descrito no post eu já conhecesse por meio de outras fontes da teoria comportamental.
    Acredito completamente neste método tão simples e tão eficaz de educação, os resultados são notáveis e vão além da obtenção do comportamento desejado, mas também reforçam os laços de carinho e respeito entre os pais e a criança.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM