E coca-cola, vicia?

20090729_cocacola.jpgEstava almoçando hoje e bem na minha frente estava um senhor tomando uma Coca-cola direto da latinha. Estava quente, eu com a comida salgada na boca, vendo ele tomar a coca e no fundo uma geladeira cheia de refrigerantes, nessa hora me deu uma vontade incontrolável de tomar Coca-cola.
E eu pensei “Gastar dinheiro pra quê? Lá em casa tem suco!”. Mas a imagem do suco não me pareceu muito atraente, eu queria Coca-cola!
Não sou médico nem conheço a química que tem na Coca-cola, mas sei falar do lado psicológico da coisa. Bebida gelada no calor é algo que todos gostamos, certo? Ver a Coca-cola quando eu estiver um bom tempo sem tomar nada é suficiente para eu salivar, mas outros estímulos ambientais também contribuíram para essa minha sede, que foram o sal da comida, o calor, o horário e o desenho da lata da coca.
Isso aconteceu por causa de um processo chamado emparelhamento de estímulos ou condicionamento pavloviano (clique aqui para ver um vídeo explicando o que é isso). Basicamente, um estímulo (a coca) que eliciava uma resposta (o salivar) quando apresentado várias vezes junto a outros estímulos neutros (horário do almoço, comida, desenho na lata) acabam fazendo, no futuro, com que esses outros estímulos neutros causem na pessoa a mesma resposta, o salivar, e daí a minha sede de coca-cola.
Me fez lembrar na época da graduação que costumávamos jogar sinuca em um bar que ficava na esquina da minha casa. Um dia fiz um experimento: paguei uma Coca 600ml pra mim e meu colega. Uma semana depois paguei novamente. Na outra semana ele virou e disse “nossa deu vontade de tomar uma coca, peraí vou pegar pra gente“. Bingo!

Discussão - 8 comentários

  1. Wendell disse:

    Hahaha, fazendo experiências com o próprio amigo? rsrs

  2. disse:

    Felipe, que exemplo belê!! A-do-rei. Super didático. Vc. ministra aulas? Seria excelente professor. Abraço!

  3. Felipe Epaminondas disse:

    Nossa, muito obrigado! Ainda não sou professor mas espero ter minhas primeiras experiências neste ano heheh! Brigadão mesmo! Felipe.

  4. Suéliton disse:

    Não seria apenas uma forma dele tentar retribuir o que você fez por ele? Afinal, você pagou duas vezes seguidas, ele teria que algum dia fazer o mesmo. Pense nisto! Descupe se fui contra sua teoria.

  5. Felipe Epaminondas disse:

    Poderia sim ser uma maneira de retribuir, mas você deve pensar como ele logo lembrou da coca-cola: o próprio local já despertava nele a sede, e não de água, mas da coca!

  6. Suéliton disse:

    Entendi o raciocínio, muito legal a questão do ambiente e da situação criada para o estímulo.

  7. Fabrício disse:

    Muito bom!
    Costumo brincar com meus amigos dizendo que “estou com sede de coca-cola”. Saio todo domingo para dar uma volta, e comprar uma coca-cola no bar da esquina já se tornou um ritual!
    Abraços

  8. gg disse:

    eu também sou cocólatra mais por pepsi então sou pepsolatra

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM