Um pouco sobre o XVIII Encontro da ABPMC

20090830_abpmc.jpg
Acho os encontros da ABPCM tão legais que o evento passou a ser obrigatório nas minhas agendas desde que participei pela primeira vez. É muito legal ver os trabalhos, pesquisas e principalmente tanta gente falando a mesma língua! Uma das coisas que me chamou a atenção neste 18° encontro foi o grande número de inscritos, era painel que não acabava mais! Outra coisa foi o grande número de trabalhos nas áreas da neurociência e também de psiquiatras participando, o que eu acho bem legal.

Vídeo de abertura do evento.
Tentarei falar um pouco dos dois minicursos que assisti no evento.
O primeiro foi “Comportamento Verbal e contingências comportamentais entrelaçadas: implicações no processo clínico“, pelo Roberto Banaco (ótima pessoa, diga-se de passagem).
Parece que alguns não gostaram do tanto que o Banaco falou sobre evolução e seleção natural, eu no entanto gostei muito pois apesar da seleção por consequências que opera em nosso repertório comportamental ser bem semelhante à seleção natural, pouca gente a conhece bem. Infelizmente o curso teve que ser encerrado enquanto o Banaco falava sobre Comportamento Verbal. Apesar de ter sido tudo muito interessante, o tempo não foi suficiente para a quantidade de material que o professor havia preparado.
No período vespertino eu assisti ao curso “Psicoterapia comportamental realmente muda o cérebro? Uma análise crítica dos estudos de neuroimagem vigentes” e saí extremamente satisfeito! Primeiro porque essa não é uma área que os psicólogos costumam ter muito contato, e também que aprendi o básico de como funcionam os exames de neuroimagem, como são feitas as pesquisas na área e o quanto elas estão avançando (mas ainda precisamos de mais pesquisas na área mostrando a relação entre cérebro e terapia comportamental).
Dentre outras apresentações que assisti, duas me interessaram mais, tanto pela “excentricidade” do assunto quanto pelo conteúdo apresentado:
Uma foi sobre dependência, jogos de azar e videogame, ministrado pelo psiquiatra Hermano Tavares da FMUSP e Daniel Spitzes da UFRGS. O pôker tem sofrido uma reglamurização na sociedade e os videogames avançam cada vez mais, mas não as pesquisas comportamentais nesses assuntos! Até já falei sobre o assunto aqui e depois aqui.
A outra foi sobre um projeto de pesquisa do psicólogo Alex Machado da Faculdade Pitágoras de Linhares envolvendo a “análise funcional de operantes verbais musicais: seriam os elementos da música operantes autoclíticos?“. Ele falou sobre isso mostrando como mudanças sutis nos elementos da música podem provocar mudanças nos estados emocionais dos ouvintes com exemplos muito legais! Não vejo a hora de ver mais dados desta pesquisa no futuro.
Enfim, fiquei bastante contente com o congresso, com as apresentações que assisti, as pessoas que conheci e, como ninguém é de ferro, com a festa de encerramento.
Ah, ainda tem a mesa redonda que participei, mas isso vai ficar pra outro post!

Discussão - 2 comentários

  1. Luiz Augusto disse:

    Parabéns por seu blog, sempre visito ele.
    Abraço!

  2. Neto disse:

    O Banaco vai estar na SBP esse ano. Quero conhecê-lo lá. Ele vai apresentar um painel permanente com o título “Curso de Terapia Analítico Comportamental”.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Skip to content

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM