Casey Heynes: O garoto que reagiu ao bullying

Você já deve ter visto esse vídeo, ficou extremamente famoso na internet e foi até parar no Jornal Hoje:

Ele mostra Casey Heynes reagindo a um garoto com um ataque após ser provocado e ter levado socos no rosto e na barriga. Este ato o fez ser aplaudido e apoiado por milhões de pessoas no mundo todo. Casey ainda é visto como um herói para muitos, mas por que tanta gente aplaude a violência?
O bullying não é uma coisa nova. Todos nós ou fomos vítimas de bullying ou vimos acontecer quando éramos novos. Mas só recentemente o assunto ganhou essa dimensão, muito provavelmente porque as antigas vítimas hoje assumem cargos que podem fazer alguma coisa, como Obama, que disse já ter sido vítima de bullying.
Semestre passado uma aluna minha quis investigar o fenômeno e entrevistou vários professores dos colégios da região e percebemos algo que ainda não havia passado pela minha cabeça: embora todos os professores soubessem o que era bullying, diziam que não aconteciam em sua sala de aula, mas que se acontecesse tomariam providência. Acho difícil que em todas essas turmas em nenhuma houvesse um exemplo sequer,e por isso este ano tenho alunos que irão fazer observações diretas junto à entrevistas.
Saber o que é bullying todo mundo sabe, os jornais falam muito disso. Mas como identificar se isso ocorre na minha sala de aula ou com alguém da minha família? E se ocorre, como ajudar a criança ou como agir com os bullies? Pouca gente sabe. Infelizmente, nisso quase não se fala! No caso dos garotos do vídeo, ambos levaram suspensão pois a escola não tolerava violência. Tornar o ambiente escolar mais aversivo certamente não é a melhor escolha, mas é o que todos aprendemos a fazer desde cedo: punir.
Me pergunto se as escolas seriam palcos de tantas brigas e intimidações se seguíssemos mais as dicas que Skinner nos passou sobre aprendizagem. Eu mesmo não tenho a resposta, terminarei o post com o vídeo da entrevista com Casey e a promessa de que voltarei a falar no assunto.

Obrigado ao Sedentário pelo link legendado!

Discussão - 6 comentários

  1. Felipe disse:

    Hey Felipe,
    Bom o texto e discutir bullying e sempre interessante. Apenas uma coisa na frase: “ambos levaram suspensão pois a escola não condenava violência”
    Creio que a escola nao TOLERAVA violencia, certo?

  2. Felipe Epaminondas disse:

    Hahuaha, verdade, obrigado já corrigi o erro! 🙂

  3. Dånut disse:

    “embora todos os professores soubessem o que era bullying, diziam que não aconteciam em sua sala de aula, mas que se acontecesse tomariam providência”
    Fato. Sofri bullying durante anos na escola. E sempre tive que ouvir discursos da direção da escola e de professores de que “o bullying é algo sério, precisamos combater o bullying”. Até estagiária de psicologia veio fazer um trabalho sobre bullying com a gente.
    O resultado é que todo mundo falava da importância de combater o bullying enquanto ele acontecia bem debaixo do nariz de todos (na minha turma ocorreu bullying da quarta série ao segundo ano, com pessoas diferentes).

  4. Rodrigo de Sá disse:

    Pois é Dånut, a escola tem que punir esses alunos. O problema é quando você pune e vem o/a pai/mãe defender a cria, dizendo que o mesmo nunca fez isso e seria incapaz.
    Aí acaba nisso, todo mundo fala do bullying, mas nada se faz.

  5. Ana Julia Pereira disse:

    Acho que para os professores identificar bullying se torna difícil porque uma das características deste evento é o silêncio da vítima, solitária diante da turma pois é um fenômeno grupal; diante do bullying turmas inteiras ficam a favor dos agressores porque é um alívio psíquico para a platéia ver alguém sofrer sozinho agressões que o restante da turma sofreria caso não existisse o “bode expiatório”.
    Falo isso porque na infância também sofri bullying, no segundo grau vi um bullying horrível e na faculdade também já vi muitos bullying (acho o trote uma bela modalidade de bullying)…e eles eram assim…é difícil mesmo identificar, e evitá-lo.

  6. ingrid lowyse machado dias disse:

    nossa esse video e muito bom pois mostra que ele tava serto

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Skip to content

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM