Albinismo I


garoto negroO albinismo, doença onde não ocorre produção de pigmentos, nos animais geralmente ocorre quando há um problema na síntese de melanina. A melanina é um pigmento que além de absorver radiação ultravioleta, protegendo o organismo, também dá as diferentes tonalidades do cabelo, pele e olhos. A forma mais comum de albinismo se dá quando o animal tem uma mutação na enzima tirosinase que cataliza a oxidação do aminoácido tirosina no pigmento melanina -processo que pode acontecer quando você deixa um vegetal cortado exposto e ele escurece. Sem a melanina, não há pigmentação e nem proteção contra os raios ultravioleta, motivo pelo qual albinos precisam se proteger do sol, e isso pode acontecer com diversos animais, não só o ser humano, acompanhe na galeria abaixo:
esquilo albinoEsquilos também podem ser albinos, e há inclusive a Associação Internacional de Proteção do Esquilo Albino, na constante busca dos direitos dos esquilos albinos! Sério, o primeiro de abril já foi!
foca albinaEssa foca, a Whitebeam foi resgatada da praia e tratada, estava com vermes no pulm√£o, o que dificultava seu mergulho e a impedia de se alimentar bem.
gorila albinoCopinho de Neve foi uma celebridade do zool√≥gico de Barcelona, viveu 39 anos e morreu por causa de um c√Ęncer de pele, condi√ß√£o frequente dos que n√£o tem melanina.
chimpanzé albinoExistem também chimpanzés albinos, como o Pinky, de um santuário de chimpanzés de Serra Leoa
penguim albinoO penguim Snowdrop, ou pingo de neve era o √ļnico penguim albino de zool√≥gico, vivia no zool√≥gico Bristol Zoo, em Bristol na Inglaterra, e aparentemente n√£o era encarado como diferente pelos seus companheiros, morreu em 2004.
pavão albinoO zoológico de Connecticut tem um pavão real albino, que mesmo sem cores é muito bonito. tem inclusive vídeos dele.
jacaré filhote albinoE o Aquário de São Paulo (que fiquei com bastante vontade de visitar) tem jacarés albinos. Alguns ficaram famosos lá fora por terem sido roubados da Universidade Federal do Mato Grosso.
rã albinaEssa rã foi desenvolvida por pesquisadores da Universidade de Hiroshima para que não tivessem pigmentos, de maneira que facilitassem a visualização de seus órgãos e evitassem a dissecção de animais.
E n√£o percam, na semana que vem muitos outros…
Acabou saindo um post bem no estilo Mundo Gump.

,

12 responses to “Albinismo I”

  1. Ol√°!
    Sim, eu li que estava de mudança mas, não comsegui abrir a página no explorer nem no firefox. Por isso achei que ainda não estava no ar. Assim, dediquei o selo pro TH da mesma forma. Se quiser, já que o selo é seu, leve-o para o Rainha. Seu blog é excelente e gostaria que meus amigos o vissem também.
    Sucesso e beijos.

  2. Trabalho com um produtor de artes/fotógrago e estamos em busca de animais albinos para serem fotografados …. Se alguém souber de algum por favor entre em contato . Obrigada !
    Meu e-mail : patricia_freitas_30@hotmail.com

  3. @Vinicius,
    O tom de pele dos brancos é dado por menos melanina, o que mudou foi a quantidade produzida. Já os albinos não produzem melanina nenhuma.

  4. mto bom o seu blog , mas vc bem q podia acresentar mais informa√ßoes , pois eu stava fazendo uma pesquisa sobre os albinos (principalmente humanos ) mas n achei nenhuma informa√ß√£o Relevante….
    Afinal , q albinos n possuem melanina , todos ( ou quase…)
    ja sabem.

  5. so uma pergunta….
    qual o motivo d demorar pra postar.. assim , eu n entendo NADA d blog , mas eu queria saber …..
    Ha! e outra foto boa pra publicar seria o do mosquito albino
    olha ness site tem uma imagem:
    madeiraviva.blogspot.com

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *