alemdarwin

 

Antes de tudo, gostaria de deixar claro meu viés (com orgulho): Sou amigo do autor, nosso companheiro de ScienceBlogs Reinaldo Lopes. Também sou fã compulsivo de exemplos evolutivos e adoro livros com diferentes histórias ao redor de um tema, ambos gostos foram satisfeitos.

 

Não me lembro com quem estava discutindo, mas chegamos a uma opinião consenso. Jornalistas dão um outro tom para textos científicos. Acho que cientistas costumam tratar de um tema como se várias partes dele fossem óbvias, mas nem sempre são. Me pego fazendo isso o tempo todo, toda vez que vejo algo que já li ou já vi, penso “ah, aquele exemplo novamente”, e isso muitas vezes atrapalha a construção de um texto. Pulamos etapas e evitamos exemplos ou analogias que por vezes seriam muito ilustrativos, por achar que já não são novos.

Acho que jornalistas não cometem este erro tão frequentemente. Tenho a impressão quando leio um texto bem escrito, como são todos os textos do Reinaldo, de que o jornalista passa pelas estapas de entendimento que passamos, mas as deixa muito mais claras. Dão conta de fazer aquele “olha o que eu descobri, que legal” que me empolga na divulgação científica.

E o Além de Darwin é um senhor apanhado de temas interessantes bem descritos. Tanto para iniciados no tema, que nunca vão ter lido sobre tudo que é tratado, e não poderão reclamar do detalhamento e copreensão que o Reinaldo tem do tema, quanto leigos. Em especial leigos. Para quem apenas viu a evolução na escola, como o processo de variabilidade, seleção e herança, o livro oferece ótimos exemplos reais e recentes. Aliás, recomendo bastante o livro para este público: estudantes.

Começando pelo tema quente, sexo, parceiros, seleção sexual e competição, inclusive com uma disputa evolutiva entre mães e bebês interessantíssima, ele parte para a evolução da mente. Aqui, para meu deleite, trata de corvos e polvos. Também são tratados genes e genomas, paleontologia, cobrindo a transição da água para a terra e a volta, e a evolução humana, e completados com a evolução da anatomia e fisiologia.

Para terminar, Reinaldo toca em um tema bastante delicado, ciência e religião. Pessoalmente, gostei desta parte, acho que o autor tem uma abordagem muito esclarecida. Não tem como, podem perguntar para qualquer blogueiro do SbBr, alguém vai sair descontente em uma discussão dessa. Mas, longe de atrapalhar, acho que o livro é bem fechado pelo tema.

 

Disponível aqui. Recomendo muito.