©Happy Monkey

Enquanto a pós não me deixa fôlego para escrever algo mais completo por aqui, aproveito para dar uma dica da minha terapia pelos últimos meses. As esferas magnéticas, garantia de entreter qualquer cientista – sério, o primeiro kit que comprei sumiu da minha mesa do laboratório há tempos, e volta só de vez em quando.
Comecei como quem não queria nada, e comprei um kit bem baratinho da China, com 100 bolinhas. Óbvio que depois de dois dias brincando com as bolinhas, eu queria bem mais. Depois de alguma pesquisa, descobri a Zen Magnets, que além de provar por a+b que é melhor do que as outras marcas (e são várias, de várias cores), ainda tinha o melhor preço. Acabei pagando $30 com o envio para cá em um pacote de 216 bolinhas. O preço de um kit genérico que vi em uma loja no shopping foi R$300.
Um dos melhores brinquedos que já tive. Sem prestar atenção, dá para passar horas mexendo com eles, fazendo todo tipo de formato. Enrolar a fileira completa no dedo é ter a melhor descrição de como um vírus helicoidal se forma, monômero por monômero, espontaneamente. Infelizmente, ainda me falta outro kit (a desculpa ideal) para poder formar o capsídeo clássico dos bacteriófagos, a cauda fica incompleta com 216. Perfeitos para uma aula de virologia.
Desnecessário dizer que deve ser mantido longe de crianças, basta imaginar o que acontece quando se engole duas bolinhas em tempos diferentes, e elas se encontram em partes diferentes do intestino (bom passeio pelas imagens).
Agora só me falta arrumar um kit de massinha magnética para ver o ataque do macrófago.
Update: Aqui no Brasil eles foram lançados pela Nanodots, que vende inclusive outras cores como preto e dourado, a partir de R$79.