Primeiro Projeto MDL de Reflorestamento

A AES Tietê, uma das grandes geradoras de energia elétrica do Brasil (10 hidrelétricas, capacidade de 2,65 mil MW), responde por cerca de 20% da energia gerada no Estado de São Paulo e de 2% da produção nacional. Em 2001, a empresa entrou com um ousado projeto de reflorestamento de Mata Ciliar nativa nas Áreas de Preservação Permanentes (APPs) às margens das represas das usinas hidrelétricas nos municípios de Boracéia, Barra Bonita, Ibitinga, Promissão e Ouroeste, no Estado de São Paulo.
Para o projeto, serão utilizadas aproximadamente 16 milhões de mudas, de no mínimo 80 espécies de árvores nativas, em uma área total de 9,6 mil hectares. Após 20 anos de acompanhamento das plantas, estas terão sido capazes de fixar cerca de 3 milhões de toneladas de dióxido de carbono (CO2) da atmosfera, através do processo de fotossíntese.
O recuperamento da floresta nativa deverá trazer grande parte da fauna local de volta ao espaço. Fora isso, o projeto tem como objetivo proteger os rios, evitando assoreamentos e melhorar a qualidade de vida das populações vizinhas aos reservatórios. Para a empresa, o Projeto deverá render créditos de carbono, que poderão ser vendidos à exemplo do que ocorreu com o Aterro Sanitário Bandeirantes
O Programa de Reflorestamento da AES Tietê foi apresentado à Junta Executiva do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL). Esta Junta é responsável pela certificação de créditos de carbono (RCE – Reduções Certificadas de Emissões) a iniciativas que resultam ou na redução das emissões de GEEs (CO2 , CH4, NO2 ,etc.) ou na remoção de dióxido de carbono por projetos de aflorestamento ou reflorestamento.
Os projetos de reflorestamento são os mais polêmicos no MDL. As dificuldades para aceitar este tipo de projetos incluem a definição de floresta, da quantificação do número de toneladas de carbono fixado, do tempo que o carbono permanece preso e às reações das florestas às mudanças climáticas.
Saiba mais:
AES Tietê
Carbono Brasil

Discussão - 1 comentário

  1. Alair disse:

    Mas se os projetos de Reflorestamento são os mais polêmicos, qual a melhor área para se Resgatar o Carbono? a floresta ainda em pé? mas se for isso, esse tipo de floresta não recebera apoio pois o objetivo é recuperar a area degradada.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM