Ônibus movido a álcool chega a São Paulo

Esta parece ser a boa notícia da semana para a cidade de São Paulo. Após alguns anos de estudos e financiamentos internacionais, vinculado ao Projeto Best (BioEthanol for Sustainable Transport, na sigla em inglês), chega às ruas de São Paulo o primeiro ônibus movido a álcool.
Segundo informações da Agência FAPESP, um único ônibus circulará a partir de dezembro, durante um ano, no corredor Jabaquara–São Matheus, que tem 33 quilômetros de extensão e atende cerca de seis milhões de passageiros por mês, com parada em nove terminais e deslocamento em quatro municípios: São Paulo, Diadema, São Bernardo do Campo e Santo André. De acordo com Marcio Schettino, gerente de desenvolvimento da EMTU, as linhas deste corredor permitem estudo da eficiência e viabilidade do motor movido a álcool submetidos a diferentes topografias e demanda de passageiros.
O preço do ônibus movido a álcool assemelha-se ao preço de um ônibus convencional. E, embora o álcool custe indiscutivelmente mais barato que o diesel, a quantidade necessária para rodar a mesma quilometragem é maior, o que significaria um aumento de 6 a 7% a mais no custo de operação. Isso sem contar o custo dos aditivos que devem ser incorporados ao álcool, e que devem ser importados. O UOL Economia destaca que este aumento pode chegar a até 20%.
“O motor chega a reduzir em 87% a emissão de hidrocarbonetos, em 92% a de monóxido de carbono e em 100% a de óxidos de enxofre e de dióxido de carbono, quando comparado ao motor a diesel”, disse o presidente do conselho gerenciador do Cenbio, José Roberto Moreira. “O argumento de que você está salvando vidas e economizando gastos com internações hospitalares deve ser uma justificativa para o governo aceitar usar um combustível mais caro”, afirmou.
Sem dúvida é um ótimo investimento na esfera ambiental. A cidade de São Paulo opera com 15.000 ônibus movidos a diesel. O uso de ônibus movidos a álcool reduziria consideravelmente a quantidade de gases tóxicos e gases do efeito estufa liberados todos os dias na cidade.
A Scania, empresa fabricante dos veículos, continua estudando novos meios de aumentar a eficiência dos motores, desenvolvendo novas tecnologias constantemente. Esperamos que estas tecnologias, aliadas a novas rotinas e políticas públicas ajudem a reduzir as emissões de GEEs e melhorar a qualidade de vida na cidade de São Paulo.
Saiba mais:
Ônibus a etanol será testado em São Paulo – UOL
São Paulo ganha primeiro ônibus a álcool – Agência FAPESP
Scania ethanol buses to be tested in Brazil – Press Release – Scania

Discussão - 1 comentário

  1. Breno Guimarães-Souza disse:

    Fico muito feliz com estas notícias. Já estamos passando para uma nova fase que grandes mudaças em nosso comportamento diante das mudanças climáticas globais. Entretanto, algo ainda me assusta. O brasil está convertendo grande porcentagem da sua matriz energética para o etanol, gerando uma demanada semprecedentes para este produto. Assim me pergunto, o quanto as nossas florestas vão sofrer com o desmatamento de áreas para o cultivo da cana-de-açúcar? Nosso governo está capacitado para fiscalizar esse avanço de áreas agrícolas? O IBAMA teria mesmo competência para isso (vide tanta corrupção que mancha esta instituição)? Nossa ministra do meio ambiente é uma pessoas capacitada mesmo para tomar a decisão de liberar áreas amazônicas, mesmo que degradadas, para o plantio de cana? Ou será ela, uma simples ignorante manipulada pelos grandes figurões?Gostaria de deixar essas perguntas no ar.Paula, adicionei seu blog na lista de recomendados do meu, pois realmente gosto muito deste bolg! Parabéns pelo seu trabalho.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM