E o que me resta é bem pouco

Post de alerta para o Dia da Mata Atlântica

Alvorada lá no morro, que beleza
Ninguém chora, não há tristeza
Ninguém sente dissabor
O sol colorindo é tão lindo, é tão lindo
E a natureza sorrindo, tingindo, tingindo
( a alvorada )

Rodoanel.png
Fonte fotografia
centro_imigrantes.png
Fonte fotografia

hopi hari.png
Fonte fotografia

Você também me lembra a alvorada
Quando chega iluminando
Meus caminhos tão sem vida
E O QUE ME RESTA É BEM POUCO
OU QUASE NADA, do que ir assim, vagando
Nesta estrada perdida

______________________________________
Música: Alvorada, Cartola.

Discussão - 2 comentários

  1. Davi disse:

    Doi pensar na tamanha biodiversidade que foi perdida (e ainda é) no bioma Mata Atlântica.. que mesmo tão reduzido ainda é um dos mais ricos e lindos do mundo.
    As vezes dá uma vontade de bater em alguns políticos….

  2. Triste ver como os biomas são postos em segundo plano em pról do “desenvolvimento”, né?

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM