Curva adiante

Estou há tempos pensando nos rumos desse blog.
Por um momento, pensei que o mais sábio seria dar uma grande pausa até que eu consiga retomar os estudos das políticas públicas e descobertas científicas na área de meio ambiente e mudanças climáticas – pausa esta que estou mesmo sendo ” deliciosamente forçada” a fazer. A consequência desse pensamento é o que temos visto nesse blog… um imenso vazio de posts.
Entretanto, minha pausa “deliciosamente forçada” não me fez deixar de pensar e considerar de maneira mais consciente minhas escolhas. De fato, essa pausa me fez mudar o olhar, mas não o método de olhar. Não sei se me faço clara. O fato é que estou pensando muito no meu consumo, nas minhas ações pessoais, enfim, mais em problemas práticos e do cotidiano de quem tem preocupações com o meio ambiente – e desse modo mudo um pouco o foco do olhar, já que políticas públicas e descobertas científicas ficaram de lado – mas não mudo o método, ou seja, ainda faço minhas análises críticas sobre qual o melhor para o planeta, sem que essa escolha seja economicamente ou socialmente inviável.
E a dúvida é: compartilhar ou não compartilhar essas novas ideias, mesmo que elas tenham um rumo diferente daquele que gosto de dar a esse blog. Se sim, mais posts com cara “pessoal” devem aparecer e menos, muito menos posts de ciências e política. Meu medo? Transformar o Rastro de Carbono num imenso blog pessoal e nunca mais retomar o caminho.
Então, de repente, considerei que não exatamente preciso mudar de caminho para continuar a escrever. Uma curva. Só farei uma curva. E voltarei a programação normal quando puder. Que tal?
View image
By Atelier Vanessa Maurer on Flickr

Discussão - 7 comentários

  1. Claudia Chow disse:

    Paula, o blog é seu, sinta-se em casa! 😉

  2. Luís Brudna disse:

    Gosto de blog por poder optar pela liberdade.
    Tenho blogs temáticos e tento manter uma linha. Mas em um deles temos que ter a liberdade da opinião, da mudança de assunto,…
    É a liberdade. E ela tem suas vantagens. 😉

  3. Silvia disse:

    Paula, eu acho que reflexões pessoais também fazem parte do processo. Aí cabe a você decidir se quer compartilhá-las conosco ou não.
    E reflexões pessoais podem ser “político-científicas” também, uai! 🙂

  4. Rafael |RNAm| disse:

    As vezes acho q racionalizamos demais. Eu quero dar uma pausa é nisso, sabe Paula. Deixar o barco correr, falar o q vem à cabeça, escrever errado. Sei lá…

  5. Ei, o blogue é seu. Manda bala!
    []s,
    Roberto Takata

  6. Igor Santos disse:

    Partindo da ideia de que tudo que você escreve vem da sua cabeça, o RdC sempre foi seu blogue pessoal, não?
    Acho que dificilmente se tornaria um “blogue de menininha” com sua agenda social de eventos, mas sempre foi um local onde suas ideias transbordam para a Internet.
    Compartilhe sim. Seus leitores são seus leitores porque gostam do que você escreve, sobre o que for.

  7. Paula disse:

    Que gostoso ver o apoio dos Sciblings! Uma das minhas grandes preocupações era estar inserida num condomínio de blogs de ciência sem estar escrevendo sobre ciência… Mas se meus vizinhos estão me dando apoio, fico mais tranquila.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM