Escolha uma Página

Thumbnail image for gato inteligente.jpg
ResearchBlogging.orgA gente tem uma tendência bem comum de separar tudo em duas categorias pra classificar as pessoas, como se tudo pudesse ser dividido em duas posições ou gostos quase sempre antagônicos: desde os clássicos como bons ou maus, pecadores ou santos, vinho ou cerveja e homens ou ratos; até os mais contemporâneos, como corinthian ou os outros, Jonh Lennon ou Paul Mccartney, coca ou pepsi, etc.

Vou focar em uma dessas dualidades bem intuitívas: quem ama cães ou ama gatos.
Normalmente esse povo não se mistura mesmo. Não estou dizendo que não tenha quem goste dos dois, mas gostar não é amar. Quem AMA um geralemente não AMA o outro.
Talvez isto tenha a ver com a personalidade das espécies e dos donos.

Mas é agora que o pug torce o rabo: Em uma pesquisa no Reino Unido, donos de gatos são mais educados que donos de cães!

Calma, por que esta frase pode ter várias interpretações. Mas eu já explico.

Não é que os donos dos totós comem de boca aberta ou enfiam o dedo no nariz em público. Nem é o fato de largarem montículos de esterco por onde passam com suas crias (se bem que isto é um fato, mas não quer dizer que se gatos gostassem de coleiras seus donos não fariam o mesmo).

É simplesmente que os donos de gatos têm maior grau de escolaridade que os donos de cães. E isso também não quer dizer que eles seja mais inteligentes! Q.I. não é diretamente ligado a escolaridade, lembre-se sempre disso.

gata-comendo-cacto.jpgUma das explicações é que quem faz faculdade ou pós-graudação tem menos tempo de cuidar de coisas que demandam comida, carinho e cuidado, tais como cães, samambaias e namoradas.
Já gatos vivem por si só, e na falta de comida comem cactos. Hábito este que já demonstra o quanto que esses bichanos durões comedores de espinhos exigem de carinho: ZERO!
Não que não gostem, mas não PRECISAM dele como os totós (e as namoradas).

Só uma coisinha, pra não deixar os donos de bichanos tão excitados consigo mesmos: Gatos são menos inteligentes que cães segundo um estudo que mostrou que mesmo depois de ver a comida ligada a uma cordinha eles não conseguiam entender qual cordinha puxar para ganhar a comida. Os cães fazem isso. Se bem que eles se saem melhor que chimpanzés em alguns casos, então tudo isso de inteligência é muito relativo.

Bom, voltando às dualidades, fico na categoria dos que gostam de uma ‘impossível’ terceira opção: kuat, vodka, George e tenho um gerbil.

Fonte: Telegraph

Murray JK, Browne WJ, Roberts MA, Whitmarsh A, & Gruffydd-Jones TJ (2010). Number and ownership profiles of cats and dogs in the UK. The Veterinary record, 166 (6), 163-8 PMID: 20139379

Para saber sobre a domesticação (ou não) dos gatos veja no ótimo blog Sinantrópica

PS 1: Quando eu escrevo “a gente” ou “nós” estou usando do estilo para me posicionar mais próximo do leitor. Além disso estou considerando que estou sendo lido por outro ser humano, o que, é claro, pode não ser totalmente verdade (sim, eu sou um ser humano para quem tinha dúvidas). Mas se for humano o suficiente para entender o bom e velho português, tão maltratado por mim, já me vale.

PS 2: Eu não copiei o começo do texto de onde tirei a imagem do topo do post. Isso foi só uma prova de que Campos Mórficos existem ou da minha total falta de criatividade.

Skip to content