Agraciado pela Associação Americana para o Progresso da Ciência com o título de “Melhor livro científico para jovens” de 2010, esse lançamento da Editora Zahar tem como principal trunfo o cuidado do autor, Idan Ben-Barak, em transmitir do modo mais claro possível uma variedade enorme de conteúdo sobre os microrganismos e algumas de suas características mais interessantes.

capa_peqmaravilhas.jpgConsiderando esse cuidado com o texto e o grande volume de informação, é de se esperar que o livro não traga conhecimento aprofundado dos tópicos. Nas palavras do autor:

“… se eu entrar em explicações detalhadas e rigorosas sobre ideias e termos biológicos, gastaria muito tempo e muito papel, este livro se tornaria um livro acadêmico e eu acabaria perdendo o leitor.”

Assim, o resultado desse esforço é um ótimo livro para novos interessados em Ciências. A riqueza de exemplos e algumas das facetas que os habitantes mais antigos da Terra podem apresentar certamente deixarão os leitores com um sorriso de orelha a orelha.

Imaginem organismos que sobrevivem a mais de 130°C, se multiplicam na agradável temperatura de 100°C e nadam o equivalente humano a 150 m/s… além de inquestionavelmente interessantes, são apenas a ponta do iceberg de tudo o que o livro contém em suas 264 páginas!

Em outra análise, professores que queiram cativar suas salas de aula também podem encontrar em “Pequenas Maravilhas…” e seus exemplos “excêntricos” grandes aliados na muitas vezes árdua tarefa de tornar alguns tópicos de Ciência interessantes para adolescentes.

Mesmo alunos de graduação acadêmicos de áreas que não a Microbiologia encontrarão diversão e conhecimento em um texto leve e muito bem estruturado.

Desse modo, resta sugerir que todos se divirtamcom a enorme gama de formas, mecanismos de sobrevivência e interação com o ambiente que esses pequenos (micro, na verdade) organismos de 3,8 bilhões de anos podem ter.

Mais informações e outros títulos da editora no site http://www.zahar.com.br/!