Astros

O WordPress está aperfeiçoando uma nova ferramenta, que possibilita colher informações dos visitantes e eu me ofereci para a fase inicial de testes.
O texto destacado logo abaixo deve mostrar, se funcionar direito, um perfil psicológico do visitante, baseado nas informações colhidas por tal ferramenta através do IP de cada um, após análise dos hábitos de navegação (as páginas recentemente acessadas, datas de aniversário registradas em msn, orkut, etc.).
Cada quadro é diferente para cada pessoa.
Funcionou para mim, espero que funcione para vocês.
Leiam e se impressionem!

Você sente necessidade de que outras pessoas gostem de si e o admirem, e ainda assim tende a ser crítico em relação a si mesmo. Embora tenha algumas fraquezas de personalidade, geralmente é capaz de compensá-las. Você tem uma considerável capacidade não utilizada, que ainda não usou a seu favor. Disciplinado e com auto-controle por fora, tende a ser preocupado e inseguro no íntimo. Às vezes tem sérias dúvidas sobre se tomou a decisão correta ou fez a coisa certa. Prefere uma certa mudança e variedade, e fica insatisfeito quando é cercado por restrições e limitações. Também se orgulha de pensar de forma independente, e não aceita afirmações de outros sem provas satisfatórias. Mas descobriu que não é recomendável ser excessivamente sincero ao se revelar para outras pessoas. Às vezes é extrovertido, afável e sociável, embora às vezes seja introvertido, cauteloso e reservado. Algumas das suas aspirações tendem a ser irrealistas.

E aí, deu certo?
Estatisticamente, sim. Porque psicologicamente, funciona.
Nada aí em cima é mutável, o WordPress não fica fuçando IP dos outros (não que eu saiba), o texto vai ser o mesmo independentemente (essa palavra tem mais “e” que “divisibildade” tem “i”) de quem o abra, onde quer que esteja.
Não gosto de mentir, desculpem!
Mas fiz isso para ilustrar o efeito Forer (<– cliquem no link e leiam; é grande mas vale a pena), ou validação subjetiva, fenômeno onde nosso cérebro absorve as informações que nos agradam e desconsidera as que não gostamos.
Mesmo que não seja verdade, eu gosto de pensar que sou uma pessoa forte, decidida e influente. E se outrem me diz isso, aí é que é bom mesmo!
Eu acho triste uma pessoa que precisa tentar justificar a própria personalidade, caráter e existência acreditando que não tem sorte na vida porque nasceu no ano do rato com ascendência em plutão e é escravo de libra com influência lunar na sétima casa da estrela dalva.
Por que não existe um calendário baseado num ciclo de onze anos, quando o Sol (através das chamadas erupções solares) lança milhões de toneladas de partículas altamente carregadas (raios cósmicos, raios-x, raios UV) pelo espaço e através do nosso mísero planetinha? Isso, visto de dentro da minha cabeça, exerceria uma influência muito maior que Plutão, que nem mais Planeta é (tadinho, eu gosto dele…).
Qual o mecanismo que faz todas as pessoas nascidas em fevereiro serem aventureiras e desinibidas?
Eu tenho um primo que faz aniversário no mesmo dia que eu e estudei na faculdade com dois sujeitos que também dividem aniversário comIgor.
Somos quatro pessoas de personalidades completamente diferentes.
E por qual razão o ano de nascimento influenciaria nas escolhas do indivíduo?
Será que todas as pessoas nascidas em um mesmo ano agirão da mesma forma?
Só acreditarei em astrologia se, um dia, EU responder a um questionário sobre a minha personalidade (dissertativamente, sem múltipla escolha para não influenciar o resultado), que será revisado pelos meus melhores amigos e dado o grau pelo meu segundo escalão de amizade e que, após isso, será mandado, por um mensageiro anônimo que nunca teve contato comigo, em um envelope selado e sem identificação para um astrólogo que não sabe nem tem como saber quem eu sou, que deverá informar o ano, mês, dia e hora em que eu nasci baseado apenas nas minhas respostas mais sinceras (revisadas pelo painel das pessoas que mais me conhecem) e não o contrário.
Plutão,
Pouco me importa se sua órbita é exocêntrica e dividida com Charon, se vocês dois têm uma rotação travada, se formam um sistema binário, nem se sua órbita não foi totalmente limpa.
Você orbita ao redor do Sol e já é grande o suficiente para ter alcançado equilíbrio hidrostático.
Não importa o que digam, Plutão, para mim, você ainda é um Planeta!
Igor Santos

Discussão - 1 comentário

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Skip to content

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM