O que importa é a aparência

Hoje eu ia falar sobre Rorschach e suas manchas de tinta:

Isso aí é ou Mestre Splinter ou um bico de mangueira.

Isso aí é ou Mestre Splinter ou um bico de mangueira.


Mas desisti.
Lembrei que da última vez que tinha pesquisado sobre esse método, tinha ficado confuso, pois a eficácia é bastante contestada e polêmica.
Aí eu lembrei de outro tipo de mancha, bem mais cientificamente aceitável:
Eu vejo 42.

Eu vejo 42.


Quando eu era criança, me explicaram daltonismo de um jeito que parecia que as pessoas trocavam as cores (geralmente verde e vermelho), mas não é isso que ocorre.
Um daltônico não acha que uma graviola é vermelha ou uma acerola é verde, pois enxerga as duas como tons de amarelo (ou até cinza). Eles podem confundir essas duas cores quando elas estão lado a lado, pois elas ficam muito parecidas, mas não trocam de posição.
exemplo de deuteranopia visual

exemplo de deuteranopia visual


Existem vários tipos de cegueira cromática (vide link, não vou me aprofundar muito aqui), a total, visão monocromática (ou acromática), sendo mais rara (pessoas com esse tipo de deficiência são chamados de monocromatas).
A causa dessa situação é o mal-funcionamento dos receptores (cones e bastonetes) da retina, geralmente de ordem genética e congênita (desde o nascimento), mas podendo ser provocada por lesões cerebrais, nos nervos, ou nos olhos (o que acaba dando no mesmo, como um vazamento na caixa d’água, no cano ou na torneira, só mudando o tamanho do dano).
Quando é genético, se manifesta no cromossomo X.
Para um homem (XY) ser discromatópsico (ô nome massa! Difícil da primeira vez, escorre pela língua da segunda em diante), basta ter o X errado. Uma mulher (XX), no entanto, precisa ter os dois X’s recessivos, o que torna muito mais difícil mulheres nascerem assim, mas não impossível, como diziam quando eu era inocente (das mesmas bocas também saia que mulheres não tinham ataques cardíacos).
Toda mulher daltônica tem, necessariamente, pai daltônico.
Humm…
Deu vontade de escrever sobre sinestesia.
Acho que as cores nesse teste me deram fome.
Tenho um primo que sabe que é quinta-feira pelo tom de azul que o mundo toma (acho que já disse isso).
Legal.

Discussão - 8 comentários

  1. Carla disse:

    Eu juro que fiquei olhando, olhando e não consegui entender o tipo de bico de mangueira, pra mim é CLARO que é uma formiga voadora. 😉
    Existem quatro sistemas de interpretação do Rorschach validados cientificamente para uso no Brasil (Klopfer; Compreensivo; Clínico e Escola Francesa). A coisa vai além de “é um bico de mangueira LOGO o fulano é assim-assim-assado”. É feito um estudo, inclusive das referências culturais da população alvo do teste, que norteia a interpretação. Eu procurei aqui as referências dos estudos pra te mostrar, mas o manual do Rorschach que eu uso na faculdade (o Klopfer, just in case), que traz as descrições de método das pesquisas e os resultados que o validam não está comigo. Se você quiser, me manda um e-mail que eu te envio as referências.
    Mas também tem site dizendo que aplica Rorschach online. Isso é charlatanismo, puro e simples. Igual gente que diz que vai vender manual para candidato a PM passar no psicotécnico. Só tem um nome pra isso: picaretagem (que é o ramo de atividade que mais dá dinheiro no Brasil, aliás).

  2. Eu vejo um cachorro decapitado!
    Meeeeedo.
    hehe

  3. Depois de aplicar o Rorschach em duas ou três pessoas que a gente percebe a quantidade enorme e surpreendentes de figuras que podem ser vistas nessas imagens! Acho interessantíssimo!
    E ah, sempre que vejo algo sobre daltonismo lembro do filme “Pequena Miss Sunshine”! :S

  4. Sesa disse:

    Uma vez meu monitor estragou e não mostrava uma das cores.
    As vezes o vermelho desligava e ficava tudo azul, ciano ou verde. Outras o verde desligava então ficava tudo magenta, vermelho e azul.
    Em vez de mandar pro concerto logo eu fiquei experienciando isso, ver o mundo informático de maneira daltônica.
    Foi muito legal.

  5. Igor Santos disse:

    Carla, eu sabia que a parte do fulano-vê-X-logo-ele-é-Y era furado, quando disse que a eficácia era contestada estava me referindo ao poder de previsão que o método oferece. Pegar uma pessoa com a personalidade já documentada e dizer “ela vai ter a tendência de ver bicos de mangueira”.
    E falando em escorrer da língua, “Sistema Kopfler do Método Rorschach” fica bem pregadinha…
    Vou mandar um email sim para saber mais sobre isso.
    Luis, segundo um site confiabilíssimo de interpretação das manchas de tinta, você é muito seguro de si, apesar de, vez por outra, se sentir inseguro, gosta de estar entre amigos mas às vezes prefere passar uma tarde tranqüila sozinho, tem bom caráter, é elogiado por uns, invejados por outros e sabe lidar com qualquer situação.
    Ah, e gosta de decapitar cachorros.
    Felipe, eu mesmo, sempre que olho vejo algo diferente. Depende de por onde começo a olhar a figura.
    Nunca vi esse filme, presta?
    Sesa, meu monitor já ficou assim também e eu, como você, não mandei para o conserto. Ajeitei no bufete!

  6. Carla disse:

    Igor, mas nenhum teste psicológico tem poder de previsão. O que eles fazem é dar um perfil da pessoa no momento da aplicação do teste. Previsão é coisa pra astrólogo, tarólogo, quiromante… 😉
    Quanto à pegadinha, sempre que eu escrevo Rorschach eu preciso olhar bem pra ver se não tem alguma coisa errada.
    Te mandei e-mail, vê lá. Te mando as referências assim que eu passar na clínica. =)
    (Alguém já falou que acha esse captcha muito chatão? Então, eu acho.)

  7. O filme presta muito! Vale a pena!

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM