Pesca mortal

O G1, central de notícias mais visitado e mais mal escrito do país,
ataca novamente.
Reproduz uma matéria do Daily Mail, dizendo que um mergulhador pescou um marlin apenas com um arpão portátil.
E que ambos se encontravam a dois quilômetros de profundidade quando isso aconteceu.
O Daily Mail, tablóide inglês conhecido por fabricar matérias e com sua maior parte editorial centrada em fofocas, diz na manchete da
notícia que o médico pescou o peixe “com as mãos nuas” porque ele não usou vara ou linha.
Mais adiante, no entanto, revela que o peixe foi pego com arpão.
Se eu estivesse numa briga de mãos-limpas e meu adversário segurasse um arpão, eu não consideraria a luta como justa.
A foto parece MUITO com um trabalho de photoshop para ser real e o pescador está usando um tubo de mergulho (snorkel) na foto.
Ele mergulhou dois quilômetros prendendo a respiração?
E ainda foi atrás do peixe?
Nadou atrás de um Marlin, um peixe um tanto rápido (o texto da matéria afirma que ele pode chegar a 80Km/h), usando só seus pés (as mãos ocupadas com o arpão) e enquanto segurava o ar dentro dos pulmões em um ambiente de extrema pressão?
Novamente, não existe o mínimo de senso crítico no G1.
Sequer disseram que poderia ser exagero.
Nada, nem uma nota de rodapé ou um 😉 para disfarçar.
Deram a notícia como real, como tendo acontecido mesmo.
Repúdio.
Dica do Breno, via Twitter.

Discussão - 3 comentários

  1. Paula disse:

    E vc sabe quando uma história de pescador funciona quando ela é traduzida de um tabloide para um dos canais de notíciais mais lidos do país!
    E nem é primeiro de abri ainda!

  2. Genésio disse:

    Acho que você não leu a nota do G1. Logo no título: “pescador DIZ ter pego…”. E, em seguida, no primeiro parágrafo: “Mais parece conversa de pescador, mas o médico britânico Titus Bradley diz que pescou um marlin azul de 136 quilos apenas com um arpão…”
    “Mais parece conversa de pescador” é a forma textual de dizer ;). Aliás, emoticons são muletas. Somos capazes de ironizar por meio do texto, firmeza?

  3. Igor Santos disse:

    Caro Genésio, obrigado pela visita.
    Indo direto para a resposta, eu não só li o artigo como o interpretei. Dizer que “parece conversa de pescador” não é o mesmo que dizer que é mentira, especialmente quando depois dessa frase vem um “mas”.
    E o sujeito lá que “DIZ ter pego” não foi posto sob suspeita em momento algum. É o mesmo que eu DIZER que comi arroz de leite hoje no almoço.
    E quanto a “Mais parece conversa de pescador” é a forma textual de dizer 😉 eu não concordo, porque, novamente, isso não descredita a estória por causa do resto do contexto.
    Um maneira muito diferente e que seria muito mais bem escrita e ainda poria o assunto sob uma sombra de dúvida de veracidade seria inverter as frases: Fulano diz ter pego um peixe, mas isso é conversa de pescador, aparentemente.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Skip to content

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM