Cético de mim mesmo

O mundo todo está falando sobre gripe suína.
A única coisa que eu tenho para falar é: “Hum.”
Eu já vi isso antes, vindo dos pássaros.
É bem fácil impedir pessoas doentes de embarcar em aviões e evitar que porcos sejam transportados por aí, mas é ordens de magnitude mais difícil controlar a migração de aves espirrando no ar sobre nossas cabeças e nos infectando com uma dose letal de morte-certa.
No entanto, nada (significativo) aconteceu.
A vontade que eu tenho de culpar alguém criando alguma teoria conspiratória é altíssima, mas ultimamente eu atingi um nível de ceticismo tão absurdo que estou duvidando das minhas próprias conclusões antes de tê-las, principalmente quando penso em algo do tipo “o único remédio eficaz contra a gripe aviária era Tamiflu (que continuou faltando de tanto que vendia apesar de evidências contrárias), que é o mesmo remédio na lista dos que funcionam contra gripe suína, o que me leva a concluir que a Roche tem um dedo nisso”.
Outra coisa que eu pensei mas não quis sequer dar o direito da idéia de ver a luz do dia, me foi dito de volta pelo João Carlos, nos comentários desse artigo do Karl: “Não é interessante que essa notícia tenha surgido aparentemente do nada, logo no ápice de uma crise financeira mundial? O governo tem um dedo nisso!”
Mas, como diz o tópico deste, eu não consigo acreditar nas minhas próprias idéias. Nem nas dos outros. Ninguém tem culpa e o mundo não vai acabar daqui a pouco.
A única coisa que eu me dou ao luxo de prever é o não-evento dessa pandemia que não ocorrerá.
E não falo isso com esperança, torcendo para que o mundo não seja despovoado, mas por simples objetividade.
Será mesmo que vamos todos morrer por causa dum espirro dum porco?
O Ebola não nos matou em trinta e seis horas, o Bug do Milênio não transformou nossas geladeiras em máquinas assassinas, a Gripe Aviária fracassou com tanta força na tarefa de nos aniquilar que é lembrada até com certa vergonha, uma Tsunami de trinta metros de altura não devastou Londres e um supervulcão não explodiu embaixo de um parque.
Relaxem, ainda precisaremos penar muito por um longo tempo nessas nossas vidas razoáveis.
Mas por favor, não espirrem na minha cara porque isso é falta de educação pura e simples.
————
Consertei os links. Valeu Atila!

Discussão - 12 comentários

  1. Realmente teorias conspiratórias não são um bom sinal. Eu já comentei para o João que a gripe suina está afetando bastante negativamente os mercados, ações das companhias de aviação e hotéis de turismo etc.
    Mas o seguro morreu de velho, ou seja, somos hipocondriacos e temos tendencias à checagem obsessivo compulsiva (lavar as maos, os alimentos, pureza ritualista, checar o gás, se a porta está fechada, etc) porque entre os nossos antepassados evolucionarios, quem fez isso acabou sobrevivendo: na hora de detetar o perigo, o falso negativo tem consequencias muito piores que o falso positivo. Essa é uma atitude racional… enquanto que o ceticismo quando alguém grita “Fogo!” dentro de um prédio é uma atitude irracional…
    Para medir as crenças Bayesianas das pessoas, basta usar apostas. Te proponho duas:
    1. Aposto um conjunto de cervejas Colorado aqui de Ribeirão (R$ 38,00) que teremos mais que 1.000 mortes no Brasil devido à gripe suina.
    2. Eu aposto que se você tiver dinheiro disponivel e acesso, você vai comprar o Tamiflu (que rapidamente está se esgotando). Quando divulgaram que o Brasil tem 9 milhoes de doses do remédio, esqueceram de dizer que é necessario 10 doses para cada caso… Ou seja, na verdade só podemos tratar 900.000 casos.
    A conta é muito simples! Multiplique a taxa de infecção pela taxa de mortalidade dessa gripe, e os números acima ficam hiperconservadores…

  2. João Carlos disse:

    Esqueceu de mencionar que o Apophis não vai colidir com a Terra… Mas será que a tal “Profecia do Calendário Maia” era mesmo para 2012?… Afinal, essa gripe apareceu no México… 😛

  3. Igor Santos disse:

    Osame, você tocou num ponto interessante quando mencionou alguém gritando “Fogo!”.
    Eu morei dois anos num prédio com detector de fumaça nos corredores e alarmes de incêndio daqueles que mandam evacuar e chamam os bombeiros, mas depois do sétimo alarme falso (geralmente causado por alguém que esquecia a torradeira ligada e a transformava numa máquina de fumaça), eu ignorei três outras ocorrências. “Se for um incêndio mesmo, eu só espero que um bombeiro me salve antes, mas eu não vou descer trinta e seis andares de escada de novo!”
    Isso é sim burrice, mas o mundo já está tão fundo na merda que eu não consigo mais ligar.
    De tanto cagarem ao meu redor eu me tornei imune “até demais”.
    Não sei, acho que vou casar essa sua aposta. 1000 mortes confirmadas até 31 de dezembro?

  4. Igor Santos disse:

    Me chamem de pessimista (ou de outros nomes mais pesados, eu não ligo), mas uma colisãozinha de leve cairia bem.
    Pena que o Apophis não é tão grande…

  5. Carlos Hotta disse:

    Eu caso a aposta com o Osame e se eu bebesse cerveja, dobraria!

  6. ANA disse:

    pois é… mas devemos lembrar que de tempos em tempos o mundo precisa de uma catástrofe,pois ha muita gente no mundo…
    sempre foi assim tanto com as cruzadas, depois em 1918,depois em 1943.
    talvez seja a hora de começar uma nova civilização,(talvez não é claro). mas não devemos duvidar tanto, sabemos que uma hora algo acontecerá, o ruim é que sempre achamos que esse futuro está muito distante, mas ele pode estar mais próximo do que imaginamos…
    será que os E.U.A está mesmo em crise?
    ou será que eles já se previnem ha algum tempo ?

  7. Igor Santos disse:

    Hein?
    Você não estaria confundindo doenças com guerras e chamando de catástrofe?
    Eu não acho que tenhamos construído civilizações novas sobre os restos de extintas, simplesmente enterramos os mortos e continuamos em frente como se nada tivesse acontecido (mais ou menos).
    As últimas partes eu realmente não entendi. Não sei o quão distante o futuro está e não entendi a relação entre a dúvida da crise e essa prevenção de não-sei-o-que.

  8. Igor, coloquei um post sobre nossa aposta no SEMCIÊNCIA. O Hotta casou a aposta mesmo? Você irá para o II EWCLiPo?

  9. Igor Santos disse:

    Osame, infelizmente eu vou perder o ewclipo. =¦¤/
    Segundo o Estadão, até agora só temos 129 mortes.
    http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20090805/not_imp413667,0.php
    Eu até entendo que você queria beber umas, mas acho 800 mortes em um mês é extrapolação demais.

  10. Pelo que entendo nossa aposta termina em 31 de dezembro, mas como o Temporao diz que morrem 70 mil por ano de gripe sazonal, e como a letalidade da suina é igual, eu imaginei que você poderia abaixar o rei como no jogo de xadrez…

  11. Igor Santos disse:

    A diferença é que estão levando essa nova mais a sério.
    Por mais parecidas que sejam, o jogo só acaba quando termina.

  12. Osame Kinouchi disse:

    Citando este post em um post sobre as lições da gripe (segunda onda nos EUA) e o que podemos esperar para 2010 no Brasil. Você arriscaria algumas previsões?

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM