Maior reserva de Mata Atlântica da cidade

Injustiça! Dia desses, uma revista semanal publicou que um determinado parque de São Paulo era a maior reserva de Mata Atlântica dentro da cidade. Na verdade, a MAIOR área verde preservada é o Parque Estadual das Fontes do Ipiranga (PEFI). Possui cerca de 550 hectares, o equivalente a 700 campos de futebol. É nele que estão concentradas as nascentes do histórico riacho do Ipiranga. Lembrou? Não? Então vou refrescar sua memória… Veja as instituições que fazem parte dele:

  • Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade de São Paulo (USP);
  • Fundação Parque Zoológico;
  • Zôo Safári;
  • Jardim Botânico de São Paulo;
  • Instituto de Botânica;
  • Centro de Esporte, Cultura e Lazer; Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Governo do Estado de São Paulo;
  • Secretaria da Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo;
  • Hospital Dr. David Capistrano da Costa Filho (Caism);
  • Centro de Logística e Exportação (Celex);
  • Centro de Exposição Imigrantes;
  • 97º distrito da Polícia Militar e 2ª companhia de Polícia Ambiental do Estado de São Paulo.

Ele consegue reunir história, ciência e cultura. Mesmo assim, todos esquecem desse lugar. Deve ser porque está localizado ao lado da periferia, porque não há muita divulgação sobre ele, porque a população em geral não se interessa pelo meio ambiente – apenas reclama da poluição, porque nunca caminharam pela rua que corta o parque ou viram o pôr-do-sol do alto da Secretaria da Agricultura. O ingresso do Jardim Botânico, por exemplo, custa R$ 3. O estacionamento, R$ 5.

Curiosidades sobre a região. Parece mentira, mas não é:

  • É possível ouvir os leões e outras feras rugirem à noite e na hora do almoço;
  • À tarde, macacos andavam no muro do parque;
  • Bombeiros já foram chamados para recolher os bichos-preguiça que descem à calçada ou ficam pendurados nos postes;
  • Tem gente que pára o carro no meio da rua. Tenta fotografar uma ilha repleta de garças, no Botânico.

Para saber mais: Eco-Desenvolvimento do Parque Estadual das Fontes do Ipiranga.

2 comentários em “Maior reserva de Mata Atlântica da cidade”

  1. fico imaginando que devem haver em nossa espécie alguns genes na maior parte do tempo latentes, mas que nos fazem “lembrar” e “sentirmos nos em casa” quando estamos em um lugar desses.
    só pode…
    precisamos de mais lugares assim, para voltarmos às origens, sem contar também a melhor sensação térmica devido a evapotranspiração da vegetação tamponar um pouco mais a temperatura…
    lembrando que na zootecnia, ambiência animal, conforto térmico e tudo mais reflete-se em produtividade, então em qualidade de vida…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.