Armazenar CO2 é um risco

O amigo e geólogo Hélio Shimada passou um link interessante. O site do inglês The Institute of Science in Society (ISIS) – olha, meu nome! – afirma que armazenar CO2 em grandes profundidades é um imenso risco. Polui o planeta da mesma maneira que soltá-lo no ar.
Algumas empresas – que receberam até investimentos para fazer a chamada Carbon Capture and Storage (CCS) – capturam o CO2 para colocá-lo em até 3 km abaixo da terra. Acreditam que, dessa maneira, são “limpas”. Pois a poluição que iriam gerar ficaria, teoricamente, guardada para nunca mais voltar.
Só que o documento mostra que esse CO2 pode se dissolver e dispersar na água do mar, lagos, lagoas e rios. Prejudicando, fundamentalmente, a vida marinha. Pior que isso, esses locais de armazenamento são impossíveis de controlar ou fiscalizar. Leia mais aqui, um texto grande em inglês.

3 comentários em “Armazenar CO2 é um risco”

  1. Só fica doente quem faz exame.
    Quanto mais estudam maneiras de resolver o problema do carbono, mais se descobrem problemas causados pelo carbono e pelas soluções encontradas para se resolver o problema do carbono…

  2. Olá Isis…
    Em diversos textos você comenta sobre a necessidade de informação científica para as pessoas, correto? Infelizmente acho que os cientistas que chegaram a esta “maravilhosa” forma de “sumir” com o CO2 também precisam ler e pesquisar um pouco mais… Este caso me parece aquela velha história de esconder a sujeira embaixo do tapete – nesta ocasião, do lençol freático… hehehe
    Bjs

  3. Paulo, e é exatamente isso que cientistas fazem. Lêem, pesquisam e tabalham para o bem da humanidade.
    Não funcionou, de volta à ponta do lápis vamos!
    Assim caminha a Ciência. Por causa de um erro devemos deixar de divulgar as coisas que nos fazem viver mais e melhor?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.