Primeiro BLOG a adotar o Acordo Ortográfico

O IG é o primeiro portal a escrever seguindo as novas normas. Eu me autointitulo o primeiríssimo blog a fazer o mesmo – assim já vou treinando. Afinal, a partir do ano que vem, toda a imprensa dos oito países que assinaram o Acordo Ortográfico deverá colocá-lo em prática. Caso contrário… Será que vamos presos? Viraremos foras da lei? O que acontecerá com as criancinhas que escreverem errado? Alguns estudiosos são contra essa idéia de tudo virar lei. Faz sentido.
Bom, e o que há de científico em tudo isso? Muita coisa. Aspectos comportamentais, históricos, linguísticos, antropológicos… Fazendo um especial para o IG sobre o tema – leia aqui –  tive a oportunidade de discorrer com pessoas interessantíssimas e ligadíssimas ao tema. Aliás, foi em uma conversa com Mauro Villar – veja o resultado aqui -, coautor do dicionário Houaiss, que fui convencida da importância do acordo. A escrita, de certa maneira, é uma convenção. Facilitar e unir o português falado em todo o mundo pode ajudar a fortalecer a nossa cultura.
Claro que também concordo com Luis Carlos Cagliari, professor de letras da Unesp. Ele abordou questões imensamente relevantes. O processo para o acordo mostrou uma série de preconceitos. Portugal, no início, não quis ceder a algumas correções sugeridas pelo Brasil. “Como uma ex-colônia está palpitando?” Por outro lado, o Brasil  – acredite – com maior poder econômico e 200 milhões de pessoas a mais que Portugal quis mostrar sua relevância política. E, claro, abocanhar o mercado internacional de livros escritos na nossa romântica e fanha língua. Além disso, Cagliari acredita que o Acordo deveria ser baseado na ciência e em estudos.
Como o acordado não sai caro, vou tentar me adaptar. Neste link há um pequeno manual com as mudanças. Boa sorte para nós e tomara que tanto trabalho não tenha sido em vão.
Obs.: Ah, quando estava na escola vivia a maior polêmica. Surgiam rumores de que os tremas iriam acabar… Agora entendo melhor o porquê. Só não se simplificaram ou complicaram. O que existe de exceção!

7 comentários em “Primeiro BLOG a adotar o Acordo Ortográfico”

  1. Francamente?…Não consigo enxergar qualque vantagem nesse novo acordo ortográfio… Eu sou meio radical: a filologia que se dane!… A grafia devia ser unicamente fonética. Por exemplo, deveria se escrever “ezemplo”. “Quatro” deveria ser parecido como espanhol: “cuatro” (ou “kuatro”, tanto faz…) Afinal de contas, Brazil só é “Brasil” em português (mas “Bahia”continua com o”h’…)
    Alguém viu alguma vantagem em passar a escrever “pai”, em lugar de “pae” e “mãe” em lugar de “mãi”?… Macahdo de Assis escrevia assim… era a grafia “correta” na época dele… No final, todas as crianças berram “paiêê!…” e “mãiêê!…”
    Essa língua portuguesa já é um estafermo de bom tamanho!… E, sabe aqula coisa que quanto mais mexe, mais fede?…

  2. Mas se cada um escrevesse da forma que falasse, nem dentro do Brasil iríamos nos entender! Imagine só. Eu, por exemplo, sou do Paraná. Escreveria assim: “Lêitê quiêntê faz mal pro dêintê”. Um paulista: “Leiti quenti faiz mau prô denti”. A internet já está ficando assim e é uma loucura entender aqueles que usam a língua do xuxu.

  3. Parabéns, pessoal dono deste Blog, vocês se tornaram criminosos ambientais!!!
    Além de ser totalmente INÚTIL este novo acordo ortográfico. Essa nova mudança vai fazer a derrubada em massa de novas ÁRVORES pra a edição dos livros que nós temos.
    Vocês tem idéia disso?
    Pelo amor de deus!!! Pensem nisso, larguem mão desse acordo fedorento e lutemos pela nossa língua atual!!!!!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.