Peleja entre los hermanos

Bolívia e o gás
Ia escrever sobre o gás que importamos da Bolívia, mas essa história é um pé no saco. Vou colocar apenas algumas notas. Publiquei uma matéria em 2006, leia aqui, que continua muito atual. “Eventualmente, em uma remota situação de corte do suprimento de gás, alguns consumidores terão problema momentâneo de adaptar-se para outro energético, mas tudo se superará em menos de seis meses“, disse, na época, um representante da Petrobrás.
É o que eles querem fazer. Acionar termoelétricas e racionar o produto – viva a poluição. Quem passou a usar gás no carro, com o perdão da palavra, se ferrou. O preço aumenta cada dia mais. E não tem conversa. Aliás, falando em não tem diálogo…
Paraguai e as terras
Conheci uns vizinhos nossos, da América Latina, e eles foram claros. Veem nós, brasileiros, como nos sentimos com relação aos estadounidenses- tentar escrever como o Acordo Ortográfico é complicado! Somos a nação – “do mal” – que usa as reservas deles, abusa, manda e desmanda. Veja os paraguaios expulsando os agricultures brasileiros que possuem fazendas lá.
Quer saber qual o maior problema no nosso continente? Má distribuição de renda, falta de oportunidade e educação. Por isso o povo se revolta, mas, no fim, quem paga são os mais fracos. Nós, brasileiros, apenas pagamos – e bem – pelo que consumimos. Não lembro qual autor afirmou, há anos, que a próxima região de conflito mundial seria a América Latina. A cada dia que passa concordo mais com ele.
Brasil e o petróleo
Uma fonte muito confiável disse que andou lendo os documentos da Petrobrás. Antes desse último anúncio sobre mais descobertas, havia afirmado: aí tem petróleo, e muito. Dizem que não são reservas separadas, mas uma monster reserva, tudo junto. Segundo a fonte, dará para tomar banho de ouro negro – só espero que essa previsão esteja certa, não quero ver minhas ações mais na cucuia.
Agora, o Brasil possui tecnologia para começar a perfurar algumas camadas do pré-sal. Outra, para quem não sabe, nós temos reservas de gás natural. Parecemos mesmo uma nação aí, que usa os dos outros e deixa a melhor parte do bolo para comer no final. Não afirmo que isso seja errado. Se o dinheiro que pagamos por isso for bem aproveitado, melhor para eles. 
Mesmo assim, tenho uma dúvida. Será que, quando começarmos a comercializar para valer esse petróleo, os países que seriam possíveis compradores já não tenham nova tecnologia que usa outra fonte de energia? Alguém aí me ajuda? Tenho muuuitas dúvidas!
Leia aqui uma matéria sobre a nova crise do petróleo e ali sobre o corte do gás. Ambas em espanhol, de jornais bolivianos.
COMENTE ESTE POST, TAMBÉM, AQUI.

2 comentários em “Peleja entre los hermanos”

  1. Eu não acredito nessa conversa de novas fontes de energia enquanto ainda houver gasolina nos nossos tanques.
    Já existe a tecnologia de hidrogênio há uns 50 anos e até agora nada. O petróleo vai ter que acabar antes, eu acho…

  2. Pode ser que o petróleo não seja mais tão importante no setor de combustíveis, mas ele é usado em vários outros produtos. Além do mais, a mudança de combustível será devagar….talvez daqui 50 anos estejamos usando galosina nos carros ainda. Mas o que importa é que o país tenha suas reservas, para nunca faltar.
    Sempre acreditei no Brasil. É uma pena que haja tanta corrupção, pois este país, na minha opinião, tem capacidade para se virar sozinho, sem depender dos outros países.
    Isis, eu adicionei seu blog no blogroll da Torque Team….espero que não se incomode. Gostei muito do seu blog, muito bom. Abraço…e há, quando der, comenta no nosso tamem ^^
    http://torqueteam.wordpress.com/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.