Como prevenir cupim e outras pragas

Sei não, desconfio que uma madeira em casa esteja infestada por cupim. Só pode. Esses dias reparei que surgiu um buraquinho com serragem em volta… Passado uma semana, notei mais dois novos buraquinhos. Que bicho iria fazer isso? Desculpem-me biólogos, mas ô inseto nojento.
Morar num país tropical é assim. Uma prima que vive no Mato Grosso do Sul disse que na casa dela é comum entrar aranha e escorpião. Sorte que a cachorrinha de estimação sempre avisa latindo desesperadamente. Do outro lado do mundo, na Austrália, uma amiga contou que por lá também é normal as aranhas infestarem os lares. Mais comum ainda é a pessoa acordar com passarinho dentro de casa. Nesse caso, até gracioso.
Pensando bem, as pragas urbanas não são exclusividade do hemisfério sul. Quando fui para Londres, me alertaram. Como nem todas as paredes são de concreto, a população divide seus lares com os ratos. Dizem que a população de roedores, por lá, é maior que a nossa de São Paulo – três ratos para cada habitante. Sem contar os insetos europeus que procuram locais úmidos e quentes dentro de casa.
Baratas, formigas e pombas também são visitas constantes – écati! Esquilos na Inglaterra, morcegos e outros animais no Brasil são comuns dentro das casas – apesar de que acho ambos super simpáticos. Claro que boa parte da culpa de tudo isso é nossa. Afinal, destruímos os habitats naturais.
Deixando a consciência pesada de lado, saiba que, no Brasil, as cidades possuem um Centro de Controle de Zoonoses (CCZ). Certa vez, entrevistei o diretor da instituição de São Paulo. O trabalho elaborado por eles é bem bacana. E haja trabalho. Afinal, quem consegue acabar com as populações de formigas e ratos que invadiram a metrópole?
Bom, para causar um genocídio contra os cupins tenho dicas. Aliás, terei que colocá-las em prática antes que eles devorem outras madeiras de casa. Saiba algumas informações sobre esse horripilante inseto.
Cupins
A chegada das estações quentes e o início das chuvas é o período em que ocorrem as revoadas de cupins de madeira seca. Nessa época os insetos formam pares e se proliferam em orifícios de madeira, ideais para o desenvolvimento do ninho. Geralmente, o cupim aparece no final da tarde e é atraído pela iluminação para dentro das casas.
O controle doméstico do cupim pode ser feito tanto de forma preventiva quanto na fase pós-infestação do inseto. Para prevenir, pode-se aplicar um produto com a finalidade de acabar com o cupim ou antes mesmo da infestação. Após a ocorrência da praga, o produto deve ser colocado nos orifícios feitos pelos cupins por meio do método de injeção – para alcançar as galerias – e também com o pincelamento da peça atacada.
“O controle doméstico é recomendado apenas em caso de infestações de cupins e brocas de madeira. Se a infestação persistir ou aumentar ou se houver dúvidas quanto ao tipo de cupim, é fundamental que o consumidor solicite a inspeção de uma empresa especializada, devidamente registrada pela Vigilância Sanitária, para avaliar os danos e métodos de controle”, explica Luis Macul, gerente da área de Saúde Ambiental da Bayer CropScience.
Como identificar o tipo
Entre as espécies mais comuns que afetam os lares estão os cupins de madeira seca, que podem ser controlados pelo próprio consumidor, e os cupins de solo, que exigem o controle profissional – estes acabam com concreto! As diferenças entre as espécies podem ser facilmente identificadas.
“No caso de cupins de madeira seca, as pistas deixadas são pequenos orifícios em madeira com pó em formato de bolinhas ou serragem”, afirma Antônio França, diretor da Tecnomad, empresa especializada no controle de cupins – hum, notei aí uma semelhança. Essa espécie demora anos para causar estragos de grandes proporções e geralmente está presente em objetos e mobílias isoladas da casa, como cadeiras, mesas, criados-mudos, entre outros.
Os cupins de solo não deixam apenas alguns caminhos de terra. São ágeis e quase imperceptíveis. “Quando identificados, já causaram estragos irreparáveis nos móveis. Como originam diretamente da terra, sua ocorrência é mais freqüente em armários embutidos ou objetos que apresentam contato direto nas paredes da casa”, completa o especialista.
Um problema dos lares urbanos
Recentemente a PHC FOCO Análise Setorial realizou um estudo com cerca de 1200 moradores de condomínios, residentes nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro. Os resultados alertam para o fato de que, nos últimos 12 meses, 26% dos entrevistados relataram problemas com infestações de cupins.
As madeiras mais danificadas são as mais flexíveis como o pinus. Materiais como plástico, borracha ou metal, não são digeridos pelo cupim, mas também são destruídos porque estes ficam no seu caminho quando busca por celulose – madeiras, compensados, papéis e papelão.
Algumas medidas preventivas:

  • uso de madeiras tratadas nas construções e na montagem de móveis;
  • colocação de telas para prevenir a entrada de insetos nas estruturas internas das casas e construções. Uso de madeiras naturalmente mais resistentes;
  • proteção da superfície exterior das madeiras com tintas e vernizes;
  • tapar frestas e ranhuras onde os cupins possam se alojar.

Como se prevenir ou proteger das outras pragas?
O site do CCZ explica sobre: ratos, baratas, pulgas, carrapatos, moscas, aranhas, mosquitos (pernilongos), escorpiões, formigas, pombos, abelhas, lacraias, morcegos, vespas e taturanas. Clique aqui e informe-se como proceder caso um deles tenha invadido a sua praia.

12 comentários em “Como prevenir cupim e outras pragas”

  1. Acho que todos somos as pragas.
    Os cupins já viviam aqui antes de desmatarmos a Mata Atlantica… antes eles comiam as arvores, vivendo dentro de sua cadeia alimentar. Agora restam os nosso movéis.

  2. ..Olá… Biólogo que sou, devo protestar quanto ao “horripilantes”, atribuído aos pobres e devoradores de móveis, cupins. … …eles fazem o que lhes resta fazer, e a nós cabe continuar os matando, para preservar nossos móveis, e o sossego do nosso lar, bolsos, ..e móveis. ;-))

  3. Oi Issi !
    to aqui as votlas com um inseto no meu taco, mas não consigui identificar se é um cumpim ou larva de outro inseto. queria saber se chamando uma dessas empresas vai conseguir identificar o serzinho que anda me tirando o sono. obrigada
    beijinhos

  4. Na minha casa apareceu um “túnel”(é assim que se chama?) de cupins numa viga. É uma casca percorrendo a madeira. Vc sabe de algum produto pra espantar os malditos? Desmanchei o túnel, passei querosene, mas no outro dia já estava tudo igual a antes. Eu não gostaria de contratar uma empresa, deve ser caro.

  5. Olá,
    Comprei um terreno ha 3 anos, na regiao rural, tudo que planto depois de uns meses é degradado, pensava que fosse a terra com falta ou excesso de alguma substância, portanto ao arrancar as frutas que estavam murchas descobri uma infestação de cupins de solo devorando as raízes, repeti o processo para as hortaliças e flores e todas estavam infestadas. Ao pesquisar sobre combate de cupins encontrei formas de aplicação de inseticidas nos ninhos( montes), portanto alguns encontrados no meu terreno já estão abandonados, não tem cupins vivos.
    Desejo saber como combater esses cupins espalhados pelo terreno para poder salvar as plantas.
    Se for possivel favor enviar resposta atraves do e-mail.
    Obrigada

  6. Quebrei a parede da cozinha para colocar revestimento,o pedreiro mostrou um ponto da parede cheio de cupins, o tijolo esta solto, foi colocado o remédio e mandei ele tirar os tijolos e colocar outros e cimentar e depois rebocar.
    Está correto o que ele vai fazer, aguardo a resposta
    Grata
    Bete

  7. Resposta para a Sr Elisabete Pimentel

    Sua casa concerteza esta sendo atacada por cupins subterraneo, o certo: chamar uma empresa especializada no ramo e fazer uma barreira contenção ao longo de toda a casa, do lado de fora e dentro tmb o mais rapido possivel.
    Qual quer duvida estarei pronto para ajudar

  8. oi estou com um problema de cupim em um movel,toda a tarde eles resolvem fazer festa, no meu quarto acordo de madrugada com eles na minha cama, o que faco pra resolver esse problema e acordo me cocando da uma empressao que eles estao na minha cabeca….e um horror,jogo o movel fora ou passo um produto e uma cabeceira…obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *